Vale a pena usar um amortecedor recondicionado?

Imagem de roda de carro para ilustrar texto sobre amortecedor recondicionado.

Vale a pena usar um amortecedor recondicionado?

Quem se interessa por carros já deve ter ouvido falar. Mas para a maioria dos motoristas, falar sobre amortecedor recondicionado pode ser uma novidade.

Por isso, vamos entender melhor o que é o amortecedor recondicionado e o que ele pode ter de diferente do amortecedor comum. Conheça as suas vantagens e desvantagens e veja se vale a pena você buscar um para o seu veículo.

Imagem de roda de carro para ilustrar texto sobre amortecedor recondicionado.

É preciso ficar atento ao optar por um amortecedor recondicionado.

Cotação Online de Seguro Auto

O que é um amortecedor recondicionado?

Os amortecedores recondicionados, ou também conhecidos como remanufaturados, são peças que já foram utilizadas em outros veículos, mas que ainda estão em condições de uso. Elas são oferecidas por algumas lojas e empresas quando você vai substituir o amortecedor já usado do seu carro.  

Ou seja, você vai trocar o seu amortecedor usado por outro também usado, só que em melhores condições.

Por que devo trocar o amortecedor periodicamente?

O amortecedor, assim como muitas outras peças do seu veículo, necessita de vistoria de troca regular após determinado tempo e quilometragem de uso.

No caso dos amortecedores, eles perdem a capacidade da sua função, em geral, a cada dez mil quilômetros. Isso se ele for novo.  

É recomendado usar um amortecedor recondicionado?

Reutilizar um equipamento sempre possui os seus riscos. Por isso, é necessário fazer uma avaliação prévia, certificar-se que o produto está mesmo em condições de uso e também saber por quanto tempo mais poderá ser novamente usado.

Pode ser que o barato saia caro. Não apenas porque você terá que substituí-lo logo, como também por questões de segurança, já que uma peça em mau estado pode causar acidentes.

Você também deve considerar que o uso de equipamentos remanufaturados podem ocasionar alguns transtornos e problemas, como:

  • Perda de estabilidade em pistas com condições ruins;
  • Vibrações e sons na suspensão;
  • Oscilações no veículo, após movimentos bruscos, como freadas e arrancadas;
  • Desgastes precoce dos equipamentos que compõem o veículo, como pneus e suspensão.

É possível comprar um bom amortecedor recondicionado?

Sim. Isso é possível. Mas um bom amortecedor recondicionado precisa passar por um profissional técnico e especializado nesse tipo de serviço. Só assim ele terá a garantia que está em plena condição de uso. Porém, isso pode não acontecer na maioria das lojas.

É necessário muito mais do que ter o seu óleo trocado e a peça pintada. A questão é que esse bom amortecedor recondicionado poderá custar caro, justamente por ter sido remanufaturado da maneira correta. Sendo assim, pode custar um valor bem próximo ao de uma peça nova.

Quanto tempo dura um amortecedor recondicionado?

Em geral, um amortecedor recondicionado tem seu tempo de vida de até seis meses. Isso porque não é possível garantir que com a renovação do óleo do equipamento a pressão necessária para o bom desempenho do amortecedor seja a mesma de antes.

Quem utiliza amortecedores recondicionados?

Se não há tantas vantagens, você deve estar se perguntando: quem então utiliza um amortecedor recondicionado?

Há um grupo de motoristas profissionais, como taxistas e de aplicativos, que já criaram um relacionamento com alguma loja. Assim, eles acabam confiando mais o seu veículo e a sua segurança nesse tipo de equipamento.

Jovens e pessoas que gostam de alterar o tipo de suspensão do veículo, de maneira inconsequente e apenas por algum tipo de status visual ou de performance, também são o grande público desse modelo.

Como escolher as peças certas para o carro?

Não é apenas o amortecedor que sofre com remanufaturas ou com peças falsas disponíveis nas lojas. Infelizmente, isso pode acontecer de maneira bem fácil. Por isso, faça a sua manutenção em locais confiáveis e escolha peças novas e com o selo do INMETRO, que é a sua garantia de procedência.

Vale a pena comprar o amortecedor recondicionado?

Como você deve estar avaliando, o amortecedor recondicionado não é sempre indicado. Afinal, nada substitui uma peça nova e original, que lhe dará mais segurança e não prejudicará o seu patrimônio, o seu veículo.

Mesmo que você ainda queira se responsabilizar por essa escolha, não esqueça de avaliar bem onde e que tipo de amortecedor recondicionado está comprando. Peça para entender melhor qual procedimento técnico foi realizado antes daquela peça voltar a ser vendida. Coloque na ponta do lápis se a relação custo e benefício está realmente de acordo ou valendo a pena.

Mas como funciona mesmo o amortecedor?

Se você já leu até aqui as informações sobre amortecedor recondicionado, mas ainda não tem certeza de como funcionam os amortecedores em geral, vamos te ajudar aqui.

Vamos relembrar que o amortecedor é aquela peça do seu veículo que tem como função manter a estabilidade e o conforto na hora de dirigir. Ele mantém constante o contato entre o solo e os pneus, e evitando trepidações.

Com o amortecedor, as peças de suspensão, como as buchas e os coxins, ficam mais preservadas, aumentando a sua durabilidade. Por isso, um amortecedor tem também a função de preservar outras peças do carro.   

Um amortecedor em atividade é capaz de de abrir e fechar mais de 2.600 vezes a cada quilômetro rodado, isso independente do tipo de solo que você está trafegando.

Isso quer dizer que essa peça é extremamente utilizada em um percurso. Por isso precisa de uma atenção especial não só para o desempenho e conforto do seu carro, mas também para a sua segurança.     

Seguro Auto

Você já está cansado de conhecer todas as precauções que você deve ter com a troca de equipamentos e manutenção do seu veículo. Mas lembre-se que ter um seguro auto te dá mais uma ferramenta de segurança e conforto para cuidar do seu carro e também de quem está nele.

Existem diferentes tipos de seguro que podem se encaixar no seu perfil como motorista e também nas suas condições financeiras. Faça uma cotação online.

 

 

Última atualização em 14/05/2019