Aquaplanagem: o que é, o que fazer e como evitar?

A aquaplanagem é um fenômeno que faz com que o pneu perca o contato com o solo ao passar por uma superfície com água acumulada. Este efeito faz com que o veículo flutue, saindo de sua trajetória, e se desloque independentemente da vontade do motorista.

Dirigir na chuva aquaplanagem

Portanto, o risco de acidentes causados por aquaplanagem pode ser grande. Mas existem formas de ficar mais preparado para esta situação. 

Ter atenção ao estado de conservação dos pneus é a dica de ouro para reduzir os impactos ao aquaplanar.

E quando a aquaplanagem acontece, o que dá para fazer? Quais os passos o motorista deve seguir em uma situação em que o carro perde a estabilidade?

Quer saber o que fazer em situação de pista molhada? Veja agora como agir e outras dicas!

Cotação Online de Seguro Auto

O que é Aquaplanagem? 

A temporada de chuvas traz consigo um alerta importante para os motoristas: cuidado com a aquaplanagem. Esse fenômeno acontece quando existe um acúmulo de água entre o solo e o pneu do carro. Essa intervenção reduz a aderência e faz com que o veículo fique fora de controle, “escapando” de sua trajetória. 

Não é preciso dizer que a aquaplanagem oferece grande risco de acidentes. Isso se intensifica ainda mais em vias de alta velocidade como estradas e rodovias. 

Cuidados para evitar a Aquaplanagem 

Alguns cuidados com o seu veículo podem minimizar os efeitos da aquaplanagem ou até mesmo evitar que você seja surpreendido por este fenômeno. 

Vamos ver agora quais cuidados são importantes:

  • Atenção à calibragem mais indicada para cada tipo de pneu: para não errar, siga a recomendação prevista no manual do seu carro. Cada montadora define as especificidades a partir da realização de inúmeros testes. Por isso, o mais seguro é seguir à risca essas orientações para identificar a calibragem ideal para o seu pneu e rodar sempre em boas condições. E não esqueça de calibrar o estepe também. 
  • Faça o alinhamento e balanceamento: eles atuam promovendo o equilíbrio e o ajuste dos ângulos do conjunto pneu/roda através de contra-pesos. Esse processo é vital para oferecer estabilidade ao carro em caso de aquaplanagem;
  • Faça o rodízio de pneus: a troca da posição dos pneus atua como uma forma de compensar a diferença de desgaste entre eles, já que isso não acontece de forma igual quando comparamos o conjunto da parte dianteira e traseira. Dessa forma, fazer a troca de posição contribui para uma maior estabilidade do veículo. 

Quando fazer? Especialistas recomendam que o rodízio seja feito após 5.000 km rodados, ou antes, caso haja um desgaste irregular. Esse prazo também pode variar de acordo com as condições das vias por onde o carro circula e até conforme o estilo de direção do motorista.

  • Troque os pneus regularmente: a troca é recomendada quando a altura da borracha fica em contato com o solo chega a 1,6mm. Porém, com 2mm a aderência do pneu já fica comprometida e aumenta o risco de aquaplanagem. 

Fique atento! O tipo de pneu que você usa é determinante para a segurança, durabilidade e dirigibilidade. Entenda mais sobre o pneu do seu carro

E a dica mais importante: estima-se que 20% dos acidentes em geral sejam causados por má conservação dos carros. Por isso, atenção à manutenção preventiva

Essa é a forma mais eficaz e econômica de manter seu veículo em bom estado

Aquaplanagem: o que fazer?

Se mesmo após os cuidados com o seu veículo e com o conjunto de pneus você se deparar com aquaplanagem à vista, siga algumas recomendações:

A primeira e mais importante é cuidado com excesso de velocidade. Este fator contribui para a perda da aderência do pneu com o solo, principalmente em situações em que pista apresenta acúmulo de água. 

Mas, se mesmo assim o veículo aquaplanar:

  • Tire o pé progressivamente do acelerador; 
  • Use os freios de forma lenta. Evite frear bruscamente, pois isso pode causar maior instabilidade;
  • Não vire o volante. Em casos de aquaplanagem isso fará com que o veículo rodopie na pista. O melhor a fazer é segurá-lo firmemente até que o carro volte a ter aderência com o solo. 

Gostou das dicas? Saiba também como dirigir na chuva com segurança

Época de chuvas, cuidado redobrado com o seu veículo

Outra dica importante nesta época de chuvas mais intensas é: cuidado com as enchentes. Elas se tornam ameaças constantes e oferecem perigo real à segurança de quem fica exposto à uma situação de alagamento. 

Nunca é uma boa ideia enfrentar a força da enxurrada e tentar transpor uma área inundada. Ao primeiro sinal de que a água está cobrindo mais que a metade da roda, os motoristas devem buscar um local seguro para se abrigar. Aguarde a chuva cessar antes de seguir o trajeto. 

Mas se não houver forma de fugir de um local alagado, a melhor dica é manter o veículo na primeira marcha e em aceleração baixa e constante. Se o carro “morrer”, não tente religá-lo para evitar danos maiores. 

E o principal: acione imediatamente o seu seguro.

Saiba tudo sobre como evitar danos causados por água no motor em enchentes

Ter seu carro seguro em qualquer situação é fundamental. Para isso, é preciso contratar seguro auto. Faça uma simulação de seguro auto online e dirija por aí ainda mais protegido.



Última atualização em 24/09/2019