COTAR SEGURO ONLINE

Quais são os tipos de Batida de Carro mais Comum?

Quais são os tipos de Batida de Carro mais Comum?

Não é segredo que os números de acidentes de trânsito no Brasil continuam alarmantes, sobretudo por causa do comportamento de quem dirige. De acordo com um estudo feito pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação, em 2018, a maioria dos acidentes de trânsito ocorre pela negligência ou imprudência do motorista. Mas você sabe, ao certo, os tipos de batida de carro mais comum? E como seria possível diminuir as chances dessas colisões? Para descobrir, acompanhe o nosso artigo!

Cotação online de Seguro Auto

Então, quais são os tipos de Batida de Carro mais Comum?

A partir de uma pesquisa realizada pelo Centro de Experimentação e Segurança Viária, o CESVI Brasil, foi constatada que os impactos frontais são os tipos de batida de carro mais comuns no Brasil. Para chegar nesse dado, houve uma análise de 270 mil casos de sinistro ocorridos em território nacional. 

Em números, os impactos frontais lideram a estatística com 67,35% dos casos. Mais da metade se comparado com as demais batidas listadas na pesquisa: 17,36% nos impactos traseiros e 15,29% nos impactos laterais. 

Tem mais: o estudo realizado avaliou também uma classificação de danos dos veículos, entre leves, médios e severos. Aqui, foram considerados mais de 23 mil sinistros, uma vez que nem todos casos de sinistros têm classificação de dano. 

Entre os impactos frontais, traseiros e laterais, os danos mais frequentes são os categoria leve, correspondendo a 49% do total. A seguir, estão os médios, com 30%, e aqueles considerados severos com 21%. Nos danos leves, a batida frontal é aquela que mais chama a atenção: reflete 36,12% do total dos sinistros. 

Importante esclarecer: o estudo da batida de carro mais comum é importante para o mercado do seguro conseguir precificar as batidas leves. Além disso, o tipo de batida também é levado em conta para as seguradoras. Isso porque batidas frontais apresentam um peso maior no valor de reparo (60%) do que danos traseiros (com valor de reparo em 25%). 

Quais os motivos que causam os tipos de Batida de Carro mais Comum? 

Ok, já entendemos quais são os tipos de batida de carro mais comum em nosso país. Mas o que costuma causar tantas batidas, ainda mais as frontais?

Disparado, o principal motivo é, basicamente, o fator humano. Sim, são falhas de quem está dirigindo e provocam colisões bastante evitáveis. Lembra do estudo do começo que classificou a negligência do motorista como a principal causa de acidentes? Dos 53,7% analisados como a imprudência a causa número 1, são 30,3% originados de desrespeito às leis de trânsito e 23,4% como falta de atenção do motorista. 

Para ficar claro, alguns motivos que levam a batidas de carro, são: 

Nota-se que a grande maioria das causas citadas acima são de responsabilidade do próprio motorista. À exceção dos animais na via e defeitos na pista, o restante tem como protagonista ou como contribuição o condutor do automóvel. 

+ Engavetamento: quem paga em caso de batida? 

Como diminuir a possibilidade de haver uma Batida de Carro?

É possível tomar algumas precauções para impedir o sinistro e, consequentemente, entrar na estatística entre os tipos de batida de carro mais comum no país.  

A batida, sobretudo a frontal, não somente pode levar a acidentes fatais, mas também a prejuízos no carro. Embora os prejuízos possam ser pequenos (lembre dos danos leves!), criam avarias no veículo que vão colocar a segurança de todos em risco. Como assim? O parachoque sofre com as consequências, mas pode atingir o radiador e condensador de ar-condicionado, o que afeta a dirigibilidade do carro. 

Como forma de evitar o pior, vamos a algumas dicas para reduzir as chances de haver uma batida: 

Faça uma manutenção preventiva 

Sim, cuidar do veículo é um item indispensável para não passar nenhum imprevisto. A ideia de se fazer a manutenção preventiva é se precaver a possíveis falhas e problemas que possam surgir pelo caminho. Não somente garante uma sensação de maior segurança, assim como é mais econômica, desde que realizada por um bom mecânico de sua confiança.  

Respeite as leis de trânsito 

Não adianta cuidar do automóvel se, durante o trajeto, o condutor desrespeita placas, a velocidade permitida na via ou faz ultrapassagens fora de hora e lugar. Isso vale também para aqueles apressados que costumam fazer mudanças repentinas de faixa. Isso pode ocasionar perigo no caso de não sinalizar corretamente ou não perceber outros veículos próximos. 

Seja responsável ao dirigir e respeite as leis de trânsito. Com isso, além de preservar o seu próprio bem-estar, você impede de arriscar a vida dos outros motoristas. 

Esqueça o celular ao dirigir

Isto é um risco assumido por muitos motoristas. Querer ler ou enviar mensagens rapidamente são segundos preciosos distraído e não olhando para a pista com a devida atenção. Já pensou precisar frear bruscamente? Talvez não dê tempo e, pronto, o estrago foi feito. Ignore o celular quando estiver dirigindo e apenas o use se acoplado no volante ou como GPS no painel. 

+ Conheça a tecnologia criada para impedir você dirigir com celular

Tenha certeza que está apto a pegar no volante

Está com sono para dirigir? Tomou umas bebidas acima do permitido? Não queira ser herói quando não precisa: descanse, tire o pé e saiba escutar o seu corpo e mente. É chover no molhado dizer que cansaço e álcool interfere no comportamento ao pegar no volante. Por não estar em condições apropriadas, tenha consciência que não vale a pena encarar esse risco, ok?

Certo, você sabe quais são os tipos de batida de carro mais comum, mas isso não é tudo: para estar sossegado em situações como essa, que tal garantir um seguros de carros? Faça uma simulação de seguro auto e encontre o melhor seguro de veículos para você! 

Conheça os tipos de batida de carro mais comuns através do infográfico da Bidu Corretora

 

 Última atualização em 04/02/2020