Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Seu seguro auto não cobre batida em carro de familiar

se você bater no carro de algum familiar, seu seguro não cobre

Seu seguro auto não cobre batida em carro de familiar

Você foi visitar seus pais no domingão, comeu aquela macarronada e foi sair com o carro para voltar pra casa… e bateu em cheio no veículo do seu irmão!

Claro que ele reclamou (como sempre) e agora quer que você arque com os prejuízos, pagando o conserto da lataria que amassou. Você lembra que tem um seguro com proteção contra danos a terceiros e já pensa em ligar logo para sua seguradora ou corretora de seguros para normalizar a situação e ainda conseguir ver o futebol no final do dia.

Mas é melhor prestar atenção: os familiares não estão categorizados como terceiros, e seu seguro auto não poderá te ajudar muito nessa situação. Conheças outras situações que não é necessário acionar o seguro auto.

O seguro de Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos (RCF-V), que cobre danos materiais e/ou corporais causados a terceiros, prevê o reembolso ao segurado em caso de qualquer indenização que o mesmo seja obrigado a pagar, em decorrência de um acidente causado por ele a outro carro.

O que complica nessa situação é que ascendentes (pai, mãe, avós…), descendentes (filhos, filhas, netos…), cônjuge e irmãos – além do próprio segurado – são excluídos da categoria de terceiros. Nessa exclusão também se encontra qualquer pessoa que resida com o segurado ou que dependa de qualquer forma econômica-financeira (como funcionários, por exemplo).

+ Devo informar na cotação os filhos ou dependentes?

Mas o porquê disso afinal?

Familiares e dependentes financeiros do segurado são principais interessados no seguro. Basicamente, as seguradoras eliminam o risco de haver fraudes no processo de sinistro – funcionando quase da mesma forma como nos juris, por exemplo, ninguém presente pode ter laços familiares ou afetivos uns com os outros.

Há casos onde familiares ou pessoas financeiramente dependentes do segurado pedem indenizações exorbitantes para, no final, dividir a quantia com o próprio segurado!

Agindo dessa forma, as seguradoras coíbem a prática de fraudes. Junto com isso, acabam reduzindo o valor geral do seguro – já que permite uma maior confiança entre seguradora e segurado.

Então, tome cuidado ao dirigir e, caso arranhe a lataria do seu irmão… bem, vocês estão entre família e temos certeza que conseguirão resolver esse problema da melhor maneira possível.

PS: vale lembrar também que, caso você tenha culpa no acidente causado, a seguradora também poderá recusar o pagamento do conserto do seu carro. Então, dirija com atenção!