Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Cambio automático: significado das letras

imagem de um homem dirigindo um carro com a legenda: Câmbio automático significado das letras

Cambio automático: significado das letras

Os carros com câmbio automático ocupam cada vez mais espaço  nas ruas e nas concessionárias de todo Brasil. Quem tem um, sabe o quanto facilita a vida.

A praticidade de dirigir sem precisar ficar trocando de marcha é realmente muito conveniente e são uma vantagem a mais entre para os motoristas que vivem em grandes centros urbanos.

O grande diferencial é que o carro troca as marchas sozinho e você não precisa fazer esforço nenhum além de pisar com o pé direito freio e acelerador para controlar a direção.

E não há embreagem, assim, o pé esquerdo também fica livre.

Além de funcional o câmbio automático ajuda a reduzir o estresse de quem passa horas no volante em congestionamentos.

Mas mesmo sendo teoricamente um item simples, o mau uso do câmbio pode causar alguns problemas para seu auto no futuro.

Aprenda a forma correta de usá-lo garanta mais segurança e durabilidade à caixa de câmbio automático.

Câmbio automático significado das letras

Cada uma das quatro letras presentes na caixa de câmbio possui uma função e requerem atenção na hora de dirigir:

  • P – park (parado, estacionado)
  • N – Neutral (neutro)
  • R – Reverse (ré)
  • D – drive (dirigindo)

Quando usar cada posição do câmbio?

P – Park: usado para estacionar, dá partida e desligar o veículo. Enquanto ativada, bloqueia as rodas de tração.

N – Neutral: é o famoso ponto morto. Esta posição é indicada tanto para dar partida quanto para desligar o carro. Também é usada quando o carro está parado, como em um momento rápido de embarque e desembarque. Não bloqueia as rodas de tração.

R – Reverse: é a conhecida marcha à ré. Ela é ativa com o ajuda do botão acoplado de câmbio e usada para quando for necessário dar ré no veículo.

D – Drive: Posição para quando o carro estiver em movimento. É a mais  utilizada do câmbio, pois o motorista necessita apenas acelerar e frear.

Caso o carro troque várias vezes de marcha e o motorista queira interromper essa troca,  ele deve posicionar as marchas dessa forma: 4 – 3 – 2 – 1 (L).

As marchas 1 e 2 são usadas para subi ou descer. A 1 é a marcha de maior força do automóvel, usada para subir ladeiras bastante inclinadas e com o carro muito carregado.

Enquanto a posição 2 é utilizado para controlar o carro em descidas como uma espécie de freio.

Ao dirigir um carro com câmbio automático é importante sempre pisar no freio ao usar a alavanca para escolher a posição, especialmente o D (Drive).

Também há singularidades ao engatar a marcha à ré. O carro deve estar totalmente parado e antes de acionar o comando R o motorista deve apertar o botão de travamento.

É um mecanismo de segurança para evitar acidentes.

Ainda na questão de segurança, nunca engate a posição P com o carro em movimento. Assim evitará que o sistema de transmissão dê trancos por conta do mau uso.