Você já ouviu falar em Carona Compartilhada?

Você já deve ter percebido que está cada dia mais difícil andar pelas grandes cidades. Seja de carro ou de transporte coletivo, as ruas e estradas estão cada vez mais cheias e os congestionamentos são inevitáveis. Sem contar a poluição do ar e sonora. Por isso, movimentos como o da carona compartilhada vem ganhando tanto espaço.

Foto de pessoa pedindo carona para texto sobre carona compartilhada

A carona compartilhada é mais uma forma de ajudarmos a melhorar o trânsito.

O pior de tudo é que a grande maioria dos carros que circulam pelas metrópoles leva somente o motorista. Ou seja, há espaço para mais três ou quatro pessoas ali, o que significaria três ou quatro carros a menos nas ruas. Esse é o principal objetivo da carona compartilhada!

Cotação Online de Seguro Auto

Polegar levantado

A carona não é novidade e existe desde que o mundo é mundo. Seja no lombo de um cavalo, dentro de uma carroça, na boleia de um caminhão ou no conforto de um carro, o ser humano sempre compartilhou o transporte. Era só levantar o polegar e movimentar a mão. 

Só que hoje temos a ajuda da tecnologia, o que acaba trazendo mais segurança para quem dá e para quem pega carona.

Impulsionada pelos aplicativos de celular, a modalidade de transporte ganha cada dia mais adeptos. Seja para deslocamentos dentro dos grandes centros ou para viagens mais longas entre cidades ou estados. Além de ajudar o trânsito e o meio ambiente, você ainda economiza dinheiro.

Carona Compartilhada no trabalho

No entanto, antes de apelar para os aplicativos, que tal olhar ao seu redor? No seu trabalho, por exemplo, por que não formar um grupo de pessoas que moram na mesma região e começar uma carona compartilhada? O mesmo vale para a faculdade, a escola dos filhos, a academia.

Se a ideia for mesmo utilizar um aplicativo, são várias opções, dos mais diferentes tipos, disponíveis para iOS ou Android.  Entretanto, separamos as duas mais bem avaliadas e conhecidas para que suas viagens sejam mais seguras.

BlaBlaCar

O mais antigo e conhecido é o BlaBlaCar, criado na França em 2006 e que já conta com mais de 20 milhões de usuários cadastrados no mundo todo. Funciona assim: você se cadastra e pode oferecer carona no seu carro toda vez que for fazer uma viagem ou procurar alguém que esteja indo para o mesmo lugar que você quando você estiver sem carro.

Quando você é o motorista, basta a informar a data, horário, destino e o valor da contribuição de cada passageiro. O usuário que for para o mesmo local faz uma reserva e o aplicativo disponibiliza um chat para troca de informações o local de partida. Quando você está de passageiro é só fazer uma busca pelo destino e horário que uma lista de motoristas aparece.

No BlaBlaCar O pagamento da carona compartilhada é feito em dinheiro. Existe um perfil de cada usuário e avaliações são atribuídas ao fim de cada carona. Conforme o tempo de utilização da plataforma e as avaliações recebidas, cada usuário tem um nível de experiência. Quanto mais experiente, mais tranquila é a viagem.

A navegação pelo BlaBlaCar é simples e totalmente intuitiva. No cadastro, o usuário deve enviar a foto de algum documento. São aceitos passaporte, carteira de habilitação ou RG. Também é possível adicionar a foto do próprio usuário, uma minibiografia e incluir preferências (se gosta de conversar ou ouvir música e se aceita fumantes ou animais).

Waze Carpool

Lançado em agosto de 2018, o Waze Carpool é o aplicativo de carona compartilhada da Google e está disponível no Brasil, Estados Unidos, Israel e México. 

Por meio do famoso aplicativo de navegação, o usuário se cadastra e coloca informações de sua rotina e trajetos. O perfil é completo e inclui nome, gênero, redes sociais, empresa onde trabalha, além de um breve histórico no próprio app, como a quantidade de caronas dadas e a classificação conforme as avaliações anteriores.

O Waze Carpool permite compartilhamento de viagens curtas ou longas e o cálculo do custo da viagem , bem como o pagamento, são feitos pelo próprio aplicativo. 

Os valores começam em R$ 4,00, para uma viagem de cinco quilômetros, até o máximo de R$ 25,00. Como no BlaBlaCar, há um chat para a troca de mensagens entre motorista e carona.  

A navegação pelo Carpool é semelhante a do navegador Waze. Quem está familiarizado não terá dificuldades.

Grupos em Redes Sociais

Por fim, o Facebook possui diversos grupos de carona compartilhada. O maior deles, Caronas pelo Brasil, existe desde 2011 e conta atualmente com mais de 36 mil membros.  Dentro dele há subgrupos divididos por regiões, o que facilita bastante a busca por uma carona compartilhada. Apesar de ser um grupo fechado, não há muitos requisitos de segurança.




Última atualização em 18/09/2019