Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Danos causados por água no motor em enchentes: como lidar?

Imagem de veículo passando na enchente para ilustrar post sobre danos causados por água no motor

Danos causados por água no motor em enchentes: como lidar?

As nuvens carregadas no horizonte podem anunciar mais do que o risco de uma tempestade iminente. Podem ser sinônimo de preocupação para os motoristas que rodam nas cidades suscetíveis às enchentes. Além de risco para a integridade física de condutores e passageiros, o problema pode causar sérios estragos a alguns componentes vitais dos automóveis. Os danos causados por água no motor, por exemplo, podem ser irreversíveis e gerar prejuízos significativos. Saiba como proteger o seu carro e as melhores práticas para encarar uma situação de chuva forte.

Meu carro ficou ilhado, o que fazer?

Ano após ano, a história se repete e motoristas são pegos de surpresa em ruas e avenidas, que se transformam em verdadeiros rios.

As enchentes são ameaças constantes e oferecem perigo real à segurança de quem fica exposto em meio a um alagamento. Por isso, nunca é uma boa ideia desafiar a força da enxurrada e tentar transpor uma área inundada. A correnteza pode distorcer a noção de profundidade e transformar qualquer veículo em uma embarcação sem rumo.

Se o volume da água estiver cobrindo mais que a metade do pneu, o motor está correndo o perigo de sofrer danos.

Isso acontece, pois o duto que capta o ar fica localizado em uma parte inferior. Se essa área estiver obstruída, o motor pode entrar em um processo de sucção e causar o chamado calço hidráulico.

A extensão desse prejuízo pode variar, chegando a fundir o motor. Por isso, os motoristas devem ficar atentos e buscar um local seguro para se abrigar.

O mais indicado é aguardar a chuva cessar antes de seguir o trajeto. Mas, para quem estiver em uma via que não ofereça chance de desvio, algumas dicas podem garantir que os danos causados por água no motor não sejam tão extensos:

  • Se estiver em movimento, mantenha o veículo na primeira marcha e em aceleração baixa e constante, para evitar que a água seja sugada para dentro do motor;
  • Se o motor do carro “morrer”, não tente religá-lo, pois pode agravar ainda mais a situação;
  • Para esse último caso, chame o reboque e leve o veículo para ser analisado em uma oficina mecânica;
  • Acione imediatamente o seu seguro.

Danos causados por água no motor e o seguro

Os veículos segurados com cobertura compreensiva, possuem proteções contra diversos riscos, entre eles, os danos causados em casos de alagamento.

No momento da contratação do seguro auto, verifique se na apólice consta a cobertura para esse tipo de sinistro. E se você foi surpreendido por uma inundação, a primeira coisa a fazer é acionar a corretora ou a seguradora.

Elas irão avaliar as extensões dos estragos e verificar a possibilidade de recuperação do veículo. Os danos parciais envolvem o motor, parte elétrica, funilaria e estofamento. Já quando as perdas ultrapassam 70% do valor do veículo, a indenização é igual a uma batida ou roubo.

E claro, o mais importante é ressaltar que vai além das questões que envolvem a segurança dos ocupantes do veículo. O motorista não deve se expor intencionalmente ao risco de tentar enfrentar uma área alagada. Em caso de comprovação dessas circunstâncias, o segurado pode não receber a indenização e ter de arcar com os prejuízos.

Temporada de chuvas exige checagem de equipamentos

Checar os itens de segurança é essencial para que o seu veículo tenha o melhor desempenho no momento de enfrentar uma situação de chuva. A manutenção preventiva é a melhor aliada para não deixar o motorista vulnerável em uma condição de risco. Confira um check list básico:

  • Alinhamento e balanceamento de pneus – vitais para manter a estabilidade do carro em caso de aquaplanagem;
  • Suspensão;
  • Sistema de frenagem;
  • Faróis e lanternas;
  • Palhetas;
  • Filtros de ar.

Aplicativos dão o alerta

Outra iniciativa que promete ser uma mão na roda para quem não quer ser surpreendido em caso de enchentes são os aplicativos de alerta para as áreas de risco.

São mantidos em parceria com a administração pública e a defesa civil e funcionam como uma ponte entre a população e as autoridades.

O objetivo é estabelecer uma comunicação mais efetiva sobre os riscos iminentes. Também propiciam o socorro urgente aos lugares mais atingidos.

No Brasil, apenas alguns municípios saíram à frente e já adotaram essa ferramenta. Verifique se na sua cidade essa tecnologia já está disponível. Além dessas dicas sobre os danos causados por água no motor, faça sua cotação para um seguro auto, e fica ainda mais protegido.