Você sabe quando é o Dia Nacional do Trânsito?

O Brasil celebra o Dia Nacional do Trânsito todo dia 25 de setembro. A data comemorativa está inserida na Semana Nacional do Trânsito, que acontece todos os anos entre os dias 18 e 25 de setembro e inclui o Dia Mundial Sem Carro, em 22 de setembro.

Imagem do trânsito para ilustrar post sobre Dia Nacional do Trânsito

O Dia Nacional do Trânsito faz parte da Semana Nacional do Trânsito, no mês de Setembro.

O principal objetivo da Semana Nacional do Trânsito é conscientizar motoristas e pedestres sobre os cuidados, obrigações e responsabilidades no trânsito. Todo ano, um tema diferente é escolhido pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito). Diversas atividades são realizadas pelo país, incluindo palestras, fóruns, gincanas infantis e ações nas estradas para caminhoneiros.

Cotação Online de Seguro Auto

Como surgiu o Dia Nacional do Trânsito?

A data escolhida para o Dia Nacional do Trânsito tem uma explicação. No dia 25 de setembro de 1997 foi promulgado o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) por meio da lei nº 9.503. O novo código substituiu o antigo, que era de 1966 e estava desatualizado. Mais moderno, o novo CTB tinha como principal objetivo reduzir o número de mortes no trânsito brasileiro.

Atualmente, graças ao aumento da fiscalização e das punições mais severas da Lei Seca (que proíbe dirigir após consumir bebidas alcoólicas), o Brasil está conseguindo reduzir a mortalidade no trânsito.

De acordo com dados mais recentes disponíveis no Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde, foram 37.345 mortes no trânsito em 2016, contra 43.870 em 2014, uma redução de 14,8%. 

Entretanto, apesar da queda geral, as regiões Norte e Nordeste apresentaram uma ligeira elevação e no Brasil ainda morrem mais pessoas no trânsito do que de câncer.

Apesar de representar apenas 27% da frota brasileira, a motocicleta é o veículo que mais mata no Brasil. Em 2016, 32% dos óbitos em acidentes de trânsito envolviam pelo menos uma moto. Os acidentes fatais com carros ficaram em segundo lugar, com 24% do total. 

Em 2017, as indenizações para motociclistas através do DPVAT (Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre) chegaram a 74% do total.

Dia Nacional do Trânsito – Reduzir índices de acidentes é fundamental

O Dia Nacional do Trânsito é uma ótima época para refletirmos sobre nosso comportamento no trânsito. 

Um trânsito mais humano e menos letal só depende de nós mesmos. Pequenas atitudes que não vão atrapalhar a rotina ou atrasar os compromissos só contribuem para melhorar o convívio entre carros, motocicletas, caminhões, ônibus, bicicletas e pedestres. Veja como é fácil.

Esqueça o celular

Os poucos segundos que você perde para ler uma mensagem são suficientes para causar uma tragédia. Evite até mesmo falar via Bluetooth, pois ao conversar com outra pessoa pelo telefone o motorista acaba se desligando do que acontece ao seu redor, mesmo que esteja com as duas mãos ao volante.

Respeite os limites

O excesso de velocidade está entre as principais causas de acidentes e mortes no trânsito brasileiro.

Nunca beba e dirija

O álcool tira os reflexos, retardando sua percepção e prejudicando sua coordenação motora.

Dê passagem aos outros motoristas

Dois segundos de espera não vão atrasar o seu dia. Além da cordialidade, você estará contribuindo para um trânsito com melhor fluidez.

Respeite os pedestres

Os menores e mais frágeis sempre têm preferência no trânsito. Respeite sempre essa ordem: pedestre, bicicleta, motocicleta, carro, ônibus e caminhão. De nada adianta toda a conscientização do Dia Nacional do Trânsito se não houver respeito aos pedestres.

Sinalize todas as suas manobras

É fundamental que os outros motoristas saibam o que você vai fazer.

Mantenha distância

Mantenha uma distância segura para o carro da frente. Com congestionamentos cada vez mais frequentes, as chances de um engavetamento são enormes quando os carros andam muito próximos entre si.

Cuidado com as motos

Em cidades com grande tráfego de motociclistas, ande o mais próximo possível do meio fio e evite ficar mudando de faixa. Os acidentes com motocicletas são os que mais matam no Brasil.

Use o cinto

Todos os ocupantes do veículo devem usar cinto de segurança. Uma das principais causas de morte nos acidentes é a falta do cinto no banco traseiro.

Criança na cadeirinha

Não precisamos nem estar no Dia Nacional do Trânsito para lembrar que crianças só no banco traseiro e com cadeirinha, não é mesmo?

Manutenção

Mantenha a manutenção do seu veículo em dia, principalmente os pneus, freios e as luzes.

Moto dentro do limite

Motociclista, respeite os limites de velocidade e evite trafegar entre os carros. Lembre-se da velha frase: “Na moto, o para-choque é o seu próprio corpo”. O risco de um acidente grave com uma motocicleta é cinco a dez vezes maior do que com um veículo de quatro rodas.

Pedestre só na faixa

Pedestre, atravesse somente na faixa de segurança.

Atenção ciclistas

Ciclista, evite vias com muito tráfego. Procure andar por ruas calmas por dentro dos bairros. Além de mais gostoso, é muito mais seguro. Sinalize sempre suas manobras, use capacete e luzes na bicicleta.

Seguro Auto

O Dia Nacional do Trânsito tem grande importância na conscientização dos motoristas para um trânsito mais seguro. Mas é sempre bom lembrar que contratar um seguro de veículo é fundamental. 

Se você ainda não tem um seguro, faça uma simulação online de seguro auto e compare. Escolha a melhor opção para você e dirija mais tranquilo. 

 

 

Última atualização em 23/09/2019