Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Veja o que você precisa saber para dirigir carro automático

imagem de uma rua com carro e casas coloridas com a legenda: dicas para dirigir carro automático

Veja o que você precisa saber para dirigir carro automático

Chegou a hora e a vez do carro automático. Quem tem um, sabe que facilita muito a vida. Inclusive, já falamos aqui como funciona o câmbio automático.

E ganha um ponto a mais entre aqueles que vivem nos grandes centros urbanos, pois o câmbio ajuda a reduzir o estresse de quem fica parado em meio aos congestionamentos.

No carro automático, a mudança de marcha ocorre de maneira distinta: ocorre segundo a velocidade do veículo e a rotação do motor. Não é necessário usar a alavanca manual.

Assim, o pé esquerdo também fica livre, uma vez que não é preciso operar a embreagem. Com o pé direito, o motorista controla freio e acelerador.

A comodidade é, então, um grande diferencial. O carro mesmo troca as marchas por você, sem nenhum esforço de sua parte.

Mas além da conveniência, da facilidade, do conforto, vale dizer que muitas vezes isso é uma questão também de utilidade, por exemplo, para pessoas com algum tipo de problema físico.

+ Vai dirigir pela primeira vez? Veja as dicas!

Outra curiosidade é que o carro automático nunca “morre”. Isso geralmente ocorre quando colocamos a marcha errada, e como aqui é o carro mesmo quem escolhe, isso não é um problema.

Esse mercado não para de crescer e vislumbramos lançamentos que já chegaram aos modelos populares.  Um Chevrolet Ônix LT, por exemplo, custa na faixa de R$ 56.000,00.

Entendendo a dirigir o carro automático

 P – Parking (estacionamento)

Essa é a posição acionada quando o carro está estacionado. Com o câmbio travando as rodas, o veículo não sai do lugar, ainda que o motor esteja funcionando.

N – Neutro (ponto morto)

Nesse caso, o carro se move, porém, com a inclinação do impulso. O motorista deve acionar o freio com o pé, ou com o freio de mão.

D – Drive

Na alavanca em D, o carro já pode acelerar para frente, mesmo sem o motorista acionar o acelerador. Por isso é importante manter o pé no freio e ir controlando os movimentos.

R – Reverse (Ré)

O condutor coloca a alavanca em R quando o carro deve se movimentar para trás (mesmo que o motorista não acelere o carro).

Se o carro troca várias vezes de marcha e o motorista quer bloquear essa troca, ele deve posicionar as marchas dessa forma: 4 – 3 – 2 – 1 (L).

As marchas 1 e 2 são usadas mais em caso de subidas, e a posição 2 é como se fosse um tipo de freio para descidas íngremes, sendo uma maneira de segurar um pouco o veículo.

Conheça mais sobre o assunto acessando nossa postagem sobre significado das letras do câmbio automático.

Cuidados

Busque treinar com o carro em locais seguros e com pouco movimento de outros motoristas, para ir praticando o câmbio automático.

Desvantagens do carro automático

Ainda assim, há muita gente que não gosta da ideia de dirigir um carro automático. Muitas vezes porque faz perder todo aquele “que” da coisa, ou seja, a aventura de dirigir um carro, trocar marchas, sentir mais o carro, como se estivesse em um vídeo game pilotando.

Outros, ignoram essa questão, mas descartam o carro automático por economia mesmo: Ele consome, em média, 15% a mais de combustível, e sua manutenção é bem mais cara também.

Veja também outras dicas da Bidu para você dirigir melhor:

+ Dicas para pegar a estrada pela primeira vez

+ Pode dirigir com fone de ouvido?