Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

O futuro já chegou: drones e carros autônomos

Imagem de uma miniatura de carro vermelho antigo em cima de uma mesa de madeira com a descrição: drones e carros autônomos

O futuro já chegou: drones e carros autônomos

Lembra de quando você fantasiava sobre como seriam as próximas décadas e assistia aqueles filmes futuristas com carros voadores, robôs e inteligência artificial? Pois é, o tempo passou e mesmo que você não tenha se dado conta, o futuro já chegou com os drones e carros autônomos.

Como você deve ter percebido, nós da Bidu somos fanáticos por carros autônomos, mesmo os engenheiros da Ford falando que dá sono e Economist falando que não é seguro. Porém, o carro autônomo pode trazer mais segurança e até Uber sem motorista.

Áreas como a saúde e a tecnologia evoluíram tanto que muitas práticas de poucos anos atrás já parecem completamente obsoleta. Você imagina a comunicação, por exemplo, do modo que é feita hoje? Percebe como os automóveis estão cada vez mais personalizados com as suas necessidades?

Pois é, muitos foram os avanços, porém na área automotiva o impacto tecnológico é tão rápido quanto surpreendente.

Veículos autônomo: uma realidade

Recentemente, o grupo Alphabet, dono da gigante Google, deu um importante passo rumo à automatização do transporte.

Já estão sendo realizado testes de qualidade com passageiros reais que experimentam os veículos autônomos, que dispensam motoristas e reconhecem, através de sensores avançados e computadores de bordo, os obstáculos da cidade.

Os testes foram feitos em algumas regiões dos Estados Unidos, mas a ideia é que as oportunidades sejam ampliadas para mais locais.

O objetivo é convencer as pessoas a viajarem em um automóvel sem condução humana, aprender a conversar com os seus veículos, além se quais informações e comando desejam no seu interior.

Porém o projeto de carros autônomos gerou uma polêmica entre gigantes. A Uber também já está fazendo testes com passageiros comuns para o aprimoramento de seus próprios veículos independentes. O projeto foi criticado e acusado pelo Google de roubo de patente.

Mesmo com toda a confusão, os testes já foram retomados nos EUA após um dos carros tombarem na pista e suspender o projeto por um tempo.

Carro voador

Já o problema do trânsito congestionado foi uma das razões para a Renault apostar em um projeto ambicioso: o carro que vem equipado com um drone.

A ideia original é que o veículo transmita imagens em tempo real para que o motorista possa evitar áreas de tráfego parado, possibilitando desvios.

O Renault Kwid Concept ainda está em fase de testes, mas já é uma promessa aguardada pelos entusiastas.

Já em 2016, a DJI, uma das maiores desenvolvedoras de drones e quadricópteros do mundo, propôs um desafio em parceria com a Ford e a ONU.

A empresa iria premiar com US$100 mil o projeto mais criativo e viável de um veículo voador, que deverá ser lançado a partir de um carro em movimento. A intenção é fomentar soluções de busca e resgate.

O concurso foi aberto a estudantes e desenvolvedores de todo o mundo, do qual as 15 times selecionadao para a segunda fase irão receber um drone Matrice 100, o SDK de plataforma aérea da DJI, e uma câmera Zenmuse X3 para ser usada em conjunto.

As 10 equipes finalistas poderão simular uma missão de busca e salvamento, decolando e pousando de um Ford-150 em movimento, além de transmitir e coletar dados em tempo real.

Falando em futuro, conheça mais sobre as novas tecnologias para carro.

Veja também:

+ Moto voadora? Sim!

+ Carro inteligente será norma até 2020