Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Precisa esquentar motor antes sair de carro no frio?

Imagem de motor de carro para ilustrar post sobre esquentar motor antes sair

Precisa esquentar motor antes sair de carro no frio?

Muitas pessoas acham que é importante aquecer o veículo antes de dirigir. É uma espécie de escolha dominante de pensamento vindo da época em que os automóveis tinham carburadores. Com isso, eles não respondiam adequadamente até atingir uma determinada temperatura de operação. E hoje em dia? Você precisa esquentar motor antes sair de carro no frio?

Será que esquentar motor antes sair é uma boa?

Hoje em dia não há necessidade de esquentar motor antes sair. Alguns segundos com a aceleração alta são suficientes para ter a pressão de óleo necessária para lubrificar e fazer todo o motor funcionar. Como faria em um dia de verão.

O rápido aquecimento foi possível graças à adoção global de sistemas eletrônicos de injeção de combustível. Eles são calibrados para fornecer uma mistura perfeitamente inflamável em todas as temperaturas. E também para fornecer a resposta normal do acelerador em todos os momentos.

Muitas pessoas falam que hoje em dia é possível sair dirigindo o carro logo em seguida da partida. Hoje em dia, você vai encontrar esses conselhos na maioria dos manuais dos proprietários de automóveis.

O manual dos carros diz isso porque hoje, o motor do carro precisa de muito pouco combustível para manter uma velocidade baixa. Por conta disso, não há muito calor a ser gerado.

Sem calor, o metal no motor não se expande rapidamente e o motor leva mais tempo para ficar “no ponto”. Isso é necessário para atingir o espaço ideal entre as peças móveis. O resultado disso é o que o motor frio andando experimenta um alto nível de mistura de combustível não queimada.

E no frio?

No frio, porém, a indicação é que você deixe sim o seu carro aquecendo por algum tempo antes de dirigir. Nessa situação, você pode querer calor dentro do carro. Juntamente com o ar quente de descongelamento, para limpar os pára-brisas. Assim, garante uma visibilidade boa e sua segurança. Nesse caso, o uso adicional de combustível e o risco de contaminação de lubrificantes podem valer a pena.

Especialistas indicam que em dias de frio os carros podem ficar ligados em ponto morto, um ou dois minutos antes de sair dirigindo. Quando as temperaturas caem para o congelamento, ou quando é frio o suficiente para que os pára-brisas se congelem, o óleo precisa se aquecer antes de poder se mover suavemente por todo o carro.

Nos dias de frio, os fluidos ficam mais espessos. Então, para funcionarem na sua melhor forma e lubrificar adequadamente, eles precisam de 60 a 120 segundos de ação após o funcionamento do motor.

Sair dirigindo como motor frio o coloca sob pressão. Com isso, muito mais combustível é necessário para impulsionar o que é, afinal, uma máquina muito pesada. Com mais combustível queimado em um curto espaço de tempo, os componentes do motor aquecem mais rapidamente. Eles se expandem e alcançam a tolerância de projeto.

Assim, você pode seguir no seu dia com qualidade e segurança sabendo que o motor do seu carro não vai te deixar na mão! Gostou? Confira mais dicas para dirigir melhor.

E para que não aconteça imprevistos ou sustos, nada melhor que um seguro auto.

Veja também nosso post sobre os as melhores dicas para não estragar o seu veículo e a lista com os carros com manutenção mais cara do Brasil.