Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Vômitos no carro: Ford quer que seus filhos parem de vomitar

Foto de duas crianças no carro. Escrito: como evitar vômitos?

Vômitos no carro: Ford quer que seus filhos parem de vomitar

A Ford não para. É uma invenção mais maluca que a outra. Quando se trata de desenvolver soluções tecnológicas, a empresa tem criado umas engenhocas que vão muito além de funções para um carro. Você tem acompanhado, aqui mesmo muitas curiosidades interessantíssimas. Por exemplo, o dispositivo que ajuda o motorista a ver o pedestre. Ou o carro sala de estar. É uma busca interminável para proporcionar mais conforto e conveniências aos seus clientes.

Agora, é a vez da Ford Motor Company mostrar uma inovação diferente. Ela busca reduzir os casos de vômito dentro do automóvel. Isso porque a empresa constatou que o problema aflige um grande número de passageiros de viagem.

No que diz respeito à limpeza de um carro, poucas coisas podem ser mais constrangedoras do que ter de limpar vômito. Dá trabalho retirar toda a sujeira dos estofados do banco. Pode ser um serviço de muitas horas, dependendo dos alimentos que estavam no estômago.

Como diminuir os vômitos?

Pensando nisso, a Ford colocou sua equipe alemã de pesquisa e desenvolvimento em uma missão diferente. tO objetivo é instalar uma solução tecnológica no carro que permita reduzir esses casos. Levou em conta que as crianças de hoje em dia estão sempre conectadas aos seus tablets ou telefones assistindo a algum filme da Pixar enquanto viajam sentadas no assento do carro. Mesmo nas viagens mais curtas, como uma ida ao supermercado.

Foram envolvidos especialistas em enjoo, a fim de realizar testes com as viagens e os movimentos dos carros. O que acontece quando as pessoas estão atentas às telas? Descobriu-se, por exemplo, que quando as telas estão fixadas um pouco mais altas, e a estrada à frente pode ser vista por ambos os lados, os voluntários do teste sentiram menos enjoo.

Outras experiências têm sido testadas para reduzir as náuseas e buscar maneiras de avisar o passageiro quando passam por estradas tortuosas, por exemplo.

Não se sabe, contudo, quando os testes estarão concluídos e quando as novas soluções estarão disponíveis. Isso causará um possível impacto no design e nos conteúdos dos veículos dos próximos anos.

De qualquer forma, ponto para a empresa que continua a investir em inovações.