Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Saiba como funciona a Garantia Zero km

Você sabe como funciona a garantia para carro zero km? Sabia que há dois tipos de garantia, com prazos e coberturas diferentes? Neste texto vamos falar tudo sobre garantia zero km.

Imagem de carro novo para ilustrar texto sobre Garantia Zero km

É importante sempre ler o contrato de garantia antes de fechar o negócio.

Dois tipos de garantia zero km

Quem compra um carro zero sempre tem direito a uma garantia legal. Isso é especificado pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC), instituído pela lei nº 8078.

Essa garantia é obrigatória, nos termos da lei. Ela cobre peças que venham com defeito de fabricação.

Há, contudo, outro tipo de garantia zero km. É a garantia oferecida pelas montadoras ou mesmo pelos revendedores. Ela deve estar estabelecida em um contrato firmado entre as partes.

Essa garantia abrange um período maior do que a garantia legal. Sua cobertura normalmente também apresenta uma extensão maior.

Qual é a vigência da garantia zero km?

A garantia legal obrigatória, com fundamento no CDC, tem vigência de 90 dias. É o mesmo prazo garantido por lei para a venda de qualquer produto por uma loja.

Já a garantia oferecida pelas montadoras tende a se estender por um prazo maior, pois elas sabem que isso constitui um atrativo extra para o comprador.

Assim, as montadoras costumam oferecer garantia zero km com vigência de um ano após a compra.

Porém, no intuito de atrair mais clientes, algumas marcas oferecem um prazo mais dilatado para essa garantia.

É o caso da Fiat e da Ford, cujos modelos premium possuem garantia de três anos. A montadora Kia oferece uma garantia de cinco anos.

A garantia zero km com vigência mais longa atualmente no mercado nacional é a praticada pela JAC Motors. A montadora de origem chinesa oferece garantia com validade de seis anos.

No entanto, podem ser encontrados na internet alguns casos de reclamação contra a JAC, referentes justamente à garantia zero km.

Quando começa a valer a garantia zero km das montadoras?

É preciso analisar caso a caso.

Para algumas montadoras, como a Ford, a BMW e a Chery, a garantia começa a valer quando da emissão da nota fiscal.

Isso significa que a garantia do seu carro zero pode estar valendo ainda antes de você colocar as mãos nele.

Contudo, a maioria dos fabricantes atualmente estipula para o início da garantia zero km a data de entrega do automóvel ao cliente.

Qual a cobertura da garantia zero km?

A cobertura legal abrange apenas defeitos de fábrica.

A garantia oferecida pelas montadoras, além de defeitos de fábrica, cobre também outros problemas que o veículo possa ter apresentado antes da venda.

Quais itens não estão cobertos pela garantia zero km?

A garantia zero km não cobre tudo.

Se você exceder o limite de carga do veículo ou abastecê-lo com combustível adulterado, por exemplo, poderá ter problemas que não serão cobertos.

Outros problemas, como pneus furados, também ficarão por sua conta, pois a garantia não cobre.

Em geral, problemas decorrentes de mau uso do veículo não são cobertos pela garantia zero km, assim como danos devidos a agentes externos.

Observações sobre a garantia zero km

Em primeiro lugar, convém estudar o contrato de garantia a ser celebrado com a montadora ou a concessionária. Assim, você conhece exatamente todos os termos e condições.

Algumas montadoras, ao oferecer a garantia zero km, exigem que todas as revisões obrigatórias sejam realizadas na concessionária com custo à parte para o cliente.

Entretanto, se a concessionária não resolver o problema do veículo em um prazo de 30 dias, o proprietário tem o direito de exigir a restituição da quantia paga.

Cuidados para não perder a garantia zero km

Algumas montadoras suspendem a garantia zero km quando o carro é levado a revisões fora da rede autorizada.

Além disso, se você comprar um modelo zero básico e posteriormente instalar outros itens, existe o risco de perder a garantia.

Para começar, se o item instalado não for original, homologado pela montadora, ela pode recusar o atendimento da garantia. Para evitar isso, adquira sempre itens homologados.

Algumas vezes, determinados itens são oferecidos “gratuitamente” ao cliente. No entanto, eles podem não ser originais, comprometendo a garantia.

Nesses casos, recomenda-se pedir uma nota fiscal para tais itens. Mesmo que, a princípio, eles tenham saído “grátis”.

De qualquer modo, é importante ter em mente que, ao instalar um item na concessionária, a garantia para esse item fica exclusivamente a cargo daquela concessionária, e não da montadora.

Isso significa que esse acessório instalado posteriormente ficará coberto por um ano e não mais. Mesmo que se trate de um veículo da Kia, que costuma oferecer garantia zero km por cinco anos.

Mas não esqueça que garantia não é seguro! Para ficar coberto contra acidentes, furtos e roubos, faça um seguro auto.

 

Última atualização em 11/03/2019