COTAR SEGURO ONLINE

Quais são os melhores carros da Chevrolet?

Quais são os melhores carros da Chevrolet?

Em 2018, a Chevrolet encerrou o ano líder de mercado, com 434.364 unidades emplacadas e 17,58% de participação nos segmentos de automóveis e comerciais leves. Mas quais foram considerados os melhores carros da Chevrolet?

O Onix foi o carro mais vendido do país e obteve 210.458 emplacamentos, o dobro do segundo colocado, o Hyundai HB20. O Prisma, versão sedã do Onix, também fechou o período na ponta do seu segmento e na quinta posição no ranking geral. O rival mais próximo, o Volkswagen Virtus, vendeu 80% a menos.

Diante deste sucesso incontestável, você poderia imaginar que em 2019 a fabricante apenas trabalharia na manutenção destes números com uma atualização aqui e outra ali na sua gama de veículos. Ledo engano. A Chevrolet pegou pesado e caprichou na renovação dos produtos. Confira abaixo as mudanças nos melhores carros da Chevrolet em 2019.

Cotação online de Seguro Auto

Melhores carros da Chevrolet em 2019

Onix, o queridinho

Carro mais vendido do Brasil desde 2015, o Onix caiu no gosto do consumidor com seu desenho agradável e (principalmente) seu sistema de entretenimento MyLink. Eele lidera a lista dos melhores carros da Chevrolet em 2019.

A  concorrência se mexeu com bons produtos – foram lançados Fiat Argo, Toyota Yaris e o novo Volkswagen Polo entre 2017 e 2018. Mas mesmo assim, o compacto continuou intocável no topo do pódio. O mesmo vale para seu irmão sedã, o Prisma. Chegaram Fiat Cronos, Toyota Yaris Sedan, Volkswagen Virtus e ele nem percebeu.

Entretanto, antes que seu cliente percebesse que a grama do vizinho é mais verde do que a dele, a Chevrolet pegou pesado e renovou por completo sua dupla de compactos. Quando dizemos completo é completo mesmo. Plataforma, motores, equipamentos e até o nome foi mudado na linha Onix 2020. O Prisma deixou de existir. A versão sedã do Onix agora é Onix Plus.

O Onix adota uma nova plataforma, a GEM (Global Emergent Markets), destinada a mercados emergentes da América Latina, Ásia, África e a Rússia. Maior, mais moderna, leve, rígida e resistente, permitiu que o modelo saltasse de três para cinco estrelas nos testes de impacto realizados pela Latin NCap, instituição que avalia a segurança dos veículos latino-americanos.

Mini Cruze

As linhas da nova família Onix são bonitas e equilibradas. Olhos mais treinados vão notar que a identidade foi mantida. O Onix Plus é quase uma miniatura do Cruze sedã, tamanha a semelhança entre os dois modelos. O Onix Hatch tem a mesma dianteira do sedã e traseira bem trabalhada, especialmente o para-choque.

A nova geração do Onix Hatch está 23 centímetros mais comprida e agora tem 4,16 metros. Ele ficou ainda três centímetros mais largo (com 1,73 m) e teve um crescimento de mais três centímetros na distância entre-eixos (2,56 m). A altura foi mantida em 1,48 m, bem como o porta-malas de 290 litros.

Onix Plus ou Prisma?

O Onix Plus cresceu tanto que não tinha como manter o nome Prisma. O comprimento total agora é de 4,47 metros (19,4 cm maior do que o antecessor). A distância entre-eixos também teve um aumento considerável e foi de 2,52 m para 2,60 m. Ironicamente, o porta-malas perdeu tamanho. São 469 litros no Onix Plus, conta 500 litros do Prisma.

O interior também teve grande evolução. O painel tem linhas bem atuais, com a tela do sistema multimídia em posição destacada e elevada, facilitando sua visualização. O velocímetro digital foi abandonado. Onix e Onix Plus passam a adotar mostradores analógicos. Os novos bancos inteiriços remetem aos Chevrolet do começo da década de 1980, como Chevette, Monza e Opala.

Mudança de motores na linha Onix

Os motores da linha Onix eram os quatro cilindros 1.0 e 1.4, projetos da década de 1970 que foram recebendo melhorias com o passar dos anos e já não conseguiam esconder a idade. Para o lugar deles, a Chevrolet se rendeu aos propulsores de três cilindros 1.0 Ecotec em versão aspirada ou turbo.

O motor 1.0 aspirado tem apenas a opção de câmbio manual de seis marchas. Produz 78/82 cv de potência (gasolina/etanol) e 9,5/10,6 mkgf de torque. Já o 1.0 turbo desenvolve 116 cv e 16,3/16,8 mkgf e tem tanto o câmbio manual quanto o automático, sempre com seis marchas. De acordo com dados do Inmetro, o 1.0 Turbo automático faz 10,9 km/l na estrada e 8,6 km/l na cidade, com etanol. Com gasolina, são 15,7 km/l e 12 km/l, respectivamente. Sua aceleração de 0 a 100 km/h acontece em 9,7 segundos.

Equipamento que não acaba mais

Liderando a lista dos melhores carros da Chevrolet, os novos Onix e Onix Plus capricharam foi nos itens de série. Desde a versão mais barata, a dupla tem:

  • Ar-condicionado;
  • Seis airbags;
  • Controle de estabilidade e tração;
  • Assistente de partida em rampas;
  • Direção elétrica progressiva;
  • Isofix;
  • Travas elétricas;
  • Vidros elétricos com função one-touch;
  • Rádio com Bluetooth;
  • Volante multifuncional;
  • Computador de bordo;
  • Chave canivete;
  • Portas USB dianteira e traseira,;
  • Desembaçador traseiro;
  • Banco traseiro bipartido;
  • Lanterna de neblina.

Conforme a versão, há um novo sistema multimídia My Link, com tela de sete polegadas de alta resolução, conexões Apple CarPlay e Android Auto e internet  4G fornecida pela operadora Claro. O sistema de monitoramento e concierge On Star também está presente.

Pensa que acabou? O novo Onix, liderando a lista dos melhores carros da Chevrolet, tem ainda:

  • Carregador de celular por indução (dispensa cabos);
  • Alerta de ponto cego;
  • Sensores de estacionamento dianteiro, lateral e traseiro;
  • Sistema de estacionamento automático;
  • Abertura da porta e partida do motor sem chave;
  • Acendimento automático dos faróis;
  • Câmera de ré, entre outros.

O melhor custo-benefício disparado

Você deve estar pensando que o carro ficou caríssimo, certo? Errado! A Chevrolet conseguiu manter a linha Onix extremamente competitiva. Os preços vão dos R$ 49.690 da versão de entrada Onix 1.0 MT6 até os R$ 79.740 do sedã topo de linha Onix Plus Premier com o pacote R8R. Nenhum concorrente oferece tanto por um preço menor.

A mudança radical dos melhores carros da Chevrolet já surtiu efeito. Onix e Onix Plus foram os dois carros mais vendidos do mercado brasileiro em dezembro de 2019 e janeiro de 2020. Vale lembrar que a primeira geração do Onix, rebatizada apenas Chevrolet Joy, entra na contabilidade. Já o Prisma, que passou a ser chamado de Joy Plus, ainda é classificado com o nome antigo e não entra na contagem do Onix Plus.

Última atualização em 12/02/2020