COTAR SEGURO ONLINE

Como escolher os Melhores Seguros para Uber?

Como escolher os Melhores Seguros para Uber?

Rodar 300 quilômetros por dia, em sua maioria dentro do trânsito louco das grandes cidades. Levar entre 20 e 30 passageiros diariamente e circular pelos mais diferentes bairros. Estas são apenas três características de uso de um motorista de aplicativo. Tem como ficar sem seguro do carro com um perfil de alto risco destes? Nem pensar! Por isso é fundamental conhecer os melhores seguros para Uber.

A boa notícia é que as seguradoras sabem disso e já possuem produtos especiais para motoristas de aplicativo. Afinal, são mais de 600 mil motoristas de aplicativo no Brasil e aproximadamente 200 mil usam o próprio carro para trabalhar. É um mercado imenso para explorar. Mas, afinal, quais os melhores seguros para Uber?

Cotação online de Seguro para Uber

Melhores Seguros para Uber – o que precisa ter

A primeira atitude a se tomar é informar na apólice que o carro tem uso profissional ou transporte de pessoas por aplicativo, seja em um endosso, uma renovação ou um seguro novo. A omissão desta importante informação é considerada fraude, pode gerar cancelamento da apólice ou uma negativa de indenização no caso de sinistro.

Quando este item é adicionado à apólice, o cálculo no valor do seguro muda, pois o veículo entra em uma faixa de risco maior. O aumento é de cerca de 20%. E as seguradoras têm várias ferramentas para checar se o carro sinistrado fazia transporte por aplicativo ou não. Uma simples consulta da placa do carro nas prefeituras das cidades onde o serviço é regulamentado já entrega a fraude.

A cobertura compreensiva – que inclui indenização em casos de colisão, incêndio, roubo ou furto – é a que mais onera o preço do seguro. E não há como reduzir seu valor. O seguro para Uber é um pouco mais caro do que o de táxis. Como os táxis custam mais barato porque possuem isenção de impostos como o IPI (Impostos sobre Produtos Industrializados) e o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), em caso de indenização o valor é menor do que o da tabela FIPE. Assim, o preço do seguro cai.

O barato sai caro

Outro detalhe importante ao escolher entre os melhores seguros para Uber é relativo às coberturas de Danos Materiais, Danos Corporais e vidros, faróis, lanternas e retrovisores. É muito comum colocar o valor mínimo permitido pela companhia de seguros nos dois primeiros itens. Entretanto, lembre-se que os carros estão cada vez mais caros no Brasil e muitos já ultrapassam os R$ 100.000. Caso você seja culpado e dê perda total no carro de um terceiro, a diferença entre a sua cobertura e o valor total da indenização sairá do seu bolso. Nos danos corporais, siga o mesmo valor dos danos materiais.

No seguro para Uber, não deixe de contratar cobertura para vidros, faróis, lanternas e espelhos retrovisores. São partes expostas e bastante suscetíveis a danos durante a circulação dentro das grandes cidades, especialmente os retrovisores, comumente atingidos por motociclistas.

Não fique na estrada

Além disso, não se esqueça de adicionar assistência 24 horas com guincho e carro reserva na apólice. Panes são mais comuns em carros que rodam muito e passam o dia todo com motor em funcionamento. E, em caso de colisão, não você não poderá trabalhar durante o conserto se não tiver carro reserva. As três coberturas não aumentam tanto o preço do seguro e ajudam muito na hora que acontece um imprevisto.

Atualmente não é mais necessário contratar cobertura de Acidente Pessoal Passageiro para morte ou invalidez. Isso porque os aplicativos de transporte já oferecem este tipo de seguro aos motoristas e usuários em caso de acidentes durante as viagens. Outras coberturas, como Danos Morais, Acessórios, Despesas Extraordinárias também são dispensáveis. Caso o seu carro tenha kit gás, vale a pena incluí-lo na apólice. Em caso de perda total, o valor do kit é adicionado na indenização.

Vale o investimento ao escolher os Melhores Seguros para Uber

O custo do seguro para um Uber não é baixo, mas se diluído na alta quilometragem que o carro roda anualmente, não pesa tanto. Na ponta do lápis, equivale ao que se gasta para trocar o óleo do carro durante um ano. Vale lembrar que no caso de um furto ou roubo – que infelizmente são bastante comuns entre os motoristas desta modalidade de serviço – o prejuízo será muito maior.

 

Última atualização em 15/12/2019