Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Conheças as novas tecnologias para carros

Carro do filme "De volta para o Futuro"

Carro DeLorean DMC-12 dos filmes de de ficção científica De volta para o Futuro

Imagine que você e sua família estão a caminho da praia em um feriado. É possível ver informações do tempo e sobre a estrada no para-brisa em realidade aumentada. O carro inteligente sintoniza de forma automática a rádio que vocês costumam ouvir. No engarrafamento à frente, vocês viram os bancos e jogam uma partida de Banco Imobiliário.

O carro anda sozinho, identificando os obstáculos à frente, muda de faixa, evita buracos, lê sua mente, está conectado a internet e faz manobras automáticas. Como os veículos se comunicam, um acidente é evitado no cruzamento seguinte. Ao chegar ao destino, as baterias são carregadas sem cabos após passar sobre uma placa que transmite energia.

Essa cena pode ser uma realidade daqui a alguns anos. Pelo menos as montadoras e empresas de tecnologia estão trabalhando para que isso ocorra o mais rápido possível.

Você sabe como estão se encaminhando estas tecnologias? Continue lendo e saiba as novidades que estão por vir.

 

As tecnologias de hoje

Aqui na Bidu já falamos sobre carros tecnológicos que estão sendo pensamos para ajudar as nossas vidas no trânsito. Tudo bem que a tecnologia que temos hoje não é igual a imaginada pela General Motors em 1956, com carros autônomos ou estradas inteligentes, mas com certeza há uma evolução evidente no modo de dirigir.

 

Airbag diminui o impacto

Apesar da  tecnologia do airbag, uma bolsa de ar que infla em caso de colisão, ter sido criada em 1952 pelo americano John W. Hetrick, ela só foi utilizada nos automóveis americanos nos anos 70 e na Europa em 90. A sua padronização somente viria a acontecer a partir dos anos 2000.

Ela protege a cabeça e o toráx do motorista e passageiros impedindo que eles entrem em contato direto com as partes rígidas. Ela é ativada através de um sensor que identifica quando há uma mudança brusca de velocidade. A bolsa é inflada por uma reação química, e em seguida  ela se esvazia para amortecer ainda mais o impacto.

 

Carro que freia sozinho

Em engarramentos como os da cidade de São Paulo, pode acontece do motorista não prestar muita atenção no tráfego, podendo errar o ponto de uma freada mais brusca, causando um acidente. O Novo Focus Hatch 2016 da Ford possui um sistema que freia automaticamente o carro ao perceber a possibilidade de colisão.

Este equipamento é chamado de assistente de frenagem autônomo. Ele funciona através de um sensor instalado no para-brisa. Se ele perceber que o carro está se aproximando do veículo da frente com muita velocidade, reduzindo a distância radicalmente, os freios são acionados. No painel, é indicado se o sistema de freios automáticos está ligado e, caso o motorista veja necessidade, é possível desligá-lo. Com esse sistema, em velocidades de até 20 km/h ele é capaz de evitar a colisão. Já em uma velocidade de até 50 km/h ele reduz a gravidade do acidente. Aproveite e veja como funciona os freios.

 

Carro que estaciona sozinho

imagem de um painel de de carro mostrando o Park Assist

Estacionar o carro será fácil com Park Assist: Ele faz o trabalho duro pra você!

Estacionar o carro é um monstro de sete cabeças para muitos motoristas e se deparar com uma única vaga estreita é um dos piores pesadelos. Para quem se identificou, saiba que há um sistema chamado Park Assist que estaciona seu carro automaticamente!

Ele funciona com câmeras instaladas no para-choque e sensores. Basta o motorista colocar o carro ao lado da vaga que deseja estacionar e o sistema faz a leitura. Ele precisa somente controlar a velocidade e mudar de marcha, seguindo as orientações da tela de bordo. Enquanto isso, o volante gira sozinho para estacionar o carro perfeitamente, com o sistema coordenando toda manobra.

Uma pena que esse recurso está disponível somente para carros mais caros, como o Ford Fusion Hybrid que custa a partir de R$149.000 e Range Rover Evoque a partir de R$166.819.

 

Chama o SAMU

Aconteceu um acidente e é necessário atendimento rápido. O carro entra em cena e liga para o SAMU. Isso mesmo! O carro, não as pessoas ao redor. Em situações como essa, cada segundo é decisivo.

O carro Ford Ka+ foi o primeiro do país a apresentar esta função de Assistência de Emergência. O sistema requer que um celular esteja conectado ao sistema SNYC – assistente pessoal da Ford que permite realizar várias funções só pelo comando de voz – via Bluetooth. Caso o airbag seja ativado ou haja o corte do combustível, o sistema realiza uma ligação através do celular para o 192. Uma mensagem de voz é transmitida comunicando que houve um acidente e as coordenadas de localização, obtidas pelo GPS. A linha é aberta para que o atendente possa falar com os ocupantes que estejam conscientes.

Esse sistema é disponibilizado durante toda vida útil do automóvel, sem cobrança de nenhuma taxa. Para evitar chamadas falsas, não é possível ativação manual desse sistema.

Saiba mais sobre o seguro do Ford Ka

 

Carro com Android

Como já visto aqui na Bidu já é possível entrar no seu carro, conferir sua caixa de e-mail, o resultado da partida de futebol e saber quais são as melhores cafeterias perto de você. Tudo isso apenas com o comando de voz, utilizando o painel do seu carro.

Em abril desse ano, o Android Auto foi liberado no Brasil. Com essa plataforma, você pode utilizar no seu carro as funções que utiliza no seu celular. A grande vantagem de utilizá-la é que os aplicativos são adaptados para o uso dentro do auto, isto é, com o comando de voz é possível realizar as solicitações. Outro ponto positivo é poder utilizar as funções do celular através da central multimídia por comando de voz, sem precisar tocar no celular, o que evita acidentes.

Para essa tecnologia, é necessário ter um veículo e um celular compatíveis com aplicativo Android Auto no Google Play. Depois disso, é só conectar o celular na porta USB do seu carro e utilizar as funções disponibilizadas. Confira mais na página do Android Auto.

 

Carro com IOS

A gigante Apple não poderia ficar de fora desta tecnologia. Com o Apple CarPlay é possível utilizar o IPhone conectado ao carro e, assim como o Android, controlar funções no painel.

Para usar é necessário ter um carro e um IPhone compatíveis com a tecnologia. Além de acessar os mapas e mensagens, é possível utilizar o Spotify e Audible. Clique aqui e veja os modelos em que o sistema está disponível.

 

Tecnologia de amanhã

Entre as tecnologias que você verá abaixo, nada chega perto do encontrado no filme De Volta para o Futuro 2 (1989) por Marty e Doc Brown ao viajar no tempo para 2015. Porém, coisas surpreendentes como carro que anda sozinho, não tem volante e lê mente já estão sendo produzidas para teste. Os mais confiantes dizem que já na próxima década essas tecnologias serão produzidas em série para um Carro do Futuro.

 

Carro do Google – Self-Driving Car

Imagem do carro do Google que anda sozinho. Ele possui dois lugares e nenhum volante ou pedal

O Carro do Google tem essa carinha simpática que transporta dois passageiros

Imagine um carro sem volante, sem acelerador, sem pedal de freio e totalmente autônomo. Esse veículo é o Self-Driving Car, um protótipo construído pelo Google que funciona em conjunto com um computador que recebe dados de sensores. Eles são capazes de detectar objetos a uma distância de dois campos de futebol em todas as direções, isto é, com uma visão 360 graus. Se algo parecer errado, os passageiros podem acionar um botão que para o veículo.

Por segurança, ele está limitado a uma velocidade de 40 km/h. Sua frente é construída com espuma e o para-brisa flexível para amortecer o impacto caso aconteça um acidente.

Neste ano  Google, Uber e Ford se uniram para negociar com o legislativo americano e a  entrada dos carros autônomos no mercado. O objetivo é criar um  norma federal clara para a fabricação desse tipo de veículo. Os testes ocorrem nos Estados Unidos, onde fica a sede de tecnologia automotiva da empresa.

 

Carro sala de estar

Imagine poder virar os bancos do carro enquanto ele dirige sozinho e usar o tempo livre para tirar uma soneca ou ler um livro em uma viagem longa? Sendo um sonho distante ou não, a Ford pensou nisso e já registrou uma patente do projeto em agosto do ano passado. Nela está registrado um carro onde os bancos podem ser configurados de diversas maneiras.

 

Tecnologias da Land Rover

Três imagens da tecnologias da Land Rover. Um dirigindo o carro com o celular, outra um carro vermelho indicando os buracos e a ultima com um carro de capô transparente

A Land Rover irá te surpreender com essas tecnologias que estão em desenvolvimentos

Por ter tantas novas tecnologias, tivemos que criar um tópico especialmente para a fabricante de veículos Land Rover. Entre as novidades, estão: capô transparente, detector de buracos e até um carro que lê mentes!

 

Capô transparente

Quem viaja sabe  quão difícil é conseguir enxergar estradas de terra. Já pensou em um capô transparente que possibilita ver por onde o veículo trafega? Isso será possível, segundo a Land Rover. Um protótipo da empresa possui câmeras instaladas na grade dianteira com projeção das imagens em tempo real. O condutor  consegue enxergar tudo o que se passa embaixo do capô dianteiro. Esta tecnologia facilita a locomoção em terrenos mais íngremes e o posicionamento das rodas, evitando, quem sabe, que o carro fique preso na lama.

 

Detector de buracos

Buracos são uma triste realidade nas ruas e estradas brasileiras. Além de serem um incômodo, eles podem desbalancear seu veículo e causar outros danos. Para isso, a Land Rover desenvolveu um sistema que identifica as rachaduras, falhas, bueiros e trincheiras por onde o veículo passa. Tudo isso através da tecnologia Pothole Alert que utiliza sensores para detectar a dimensão do buraco e avisa as autoridades a localização para possíveis providências.

A parte mais interessante desse sistema é que ele armazena as informações em uma plataforma colaborativa. Os dados coletados são transmitidos para os outros veículos que ainda não passaram por ali, para avisar que em determinada localização há um buraco que pode danificar o carro.

 

Carro que lê mentes

Conversar enquanto se dirige ou pensar em qual restaurante ir almoçar são distrações pequenas que podem causar um acidente de trânsito. A tecnologia Mind Sense (em inglês) promete ler a mente do condutor e lembrá-lo de prestar atenção no transito e parar de pensar na morte da bezerra.

Essa tecnologia funciona através de sensores no volante que leem a atividade cerebral do condutor,identificando quando ele está distraído. Se esse “sensor do cérebro” perceber essa falta de concentração, o volante ou pedais vibram levemente. Se mesmo assim não funcionar, sinais sonoros ou luminosos são emitidos.

A fabricante também trabalha em um sistema que possa identificar movimentos do condutor, e com apenas gestos seja possível mudar de música ou fazer uma ligação.

 

Mover o carro com controle remoto

Ter um carrinho de controle remoto foi o sonho de muitas crianças, mas imagine poder dirigir um carro de quatro metros pelo celular. A Land Rover tem um protótipo desta tecnologia. Com um aplicativo de celular é possível mover o veículo deslizando os dedos pela tela, a 10 metros de distância e a uma velocidade de até 6,5 km/h. O principal uso seria para estacionar o carro em vagas apertadas. Será que rola uma corrida com esses gigantes?

 

Desafios para as novas tecnologias

Imagem de dedos digitando em um teclado

Há muitos desafios para colocar nas ruas de todo o mundo essas tecnologias

Como visto, já é possível acessar a internet através do veículo e daqui pouco tempo, os carros irão andar sozinhos. Mas quais riscos estão reservados para essa evolução?

 

1 – Faixas

O carro autônomo identifica as faixas pintadas no asfalto para trafegar corretamente pelas vias. Porém, no Brasil, onde só 13% das vias são pavimentadas, esse carro teria uma grande dificuldade. Além do trabalho de transitar por ruas com os diversos buracos e bueiros abertos.

2 – Conexão com a internet

Para um bom funcionamento dos veículos autônomos e os carros com internet já existentes, é fundamental uma conexão estável. Porém no Brasil 75% dos usuários de internet móvel utilizam 2G e 3G, e além disso, ela é 30% menor do que a média mundial. Mais um obstáculo!

3 – Vírus

Antivírus para os carros que possuem essa tecnologia será quase indispensável para evitar hackers. Se um garoto de 14 anos conseguiu invadir um sistema de carro gastando apenas 15 dólares, o que pode se esperar de quadrilhas especializadas nesse tipo de crime?

4 – Poder de decisão

Em um cruzamento um pedestre tropeça na faixa, porém não há tempo do carro parar. O carro autônomo vai continuar a rota ou desviare provavelmente bater, colocando em perigo a vida do passageiro? Essa é uma pergunta que intriga muitos especialistas.

Em uma matéria do Popular Mechanics (em inglês) são explicados aspectos morais e dilemas sociais tirados de uma pesquisa realizada com americanos. A maioria informou que em um acidente com o carro, eles preferiam que o carro fosse sacrificado para salvar outras pessoas.

5 – Legislação

No mundo todo, a legislação para a circulação do veículo autônomo é um desafio. Em caso de acidente de trânsito, ainda não há como culpar o proprietário ou a fabricante. No Brasil, uma reforma no Código de Trânsito deve ser feita para colocar dentro da lei esses carros sem motorista.

Carros que conheçam o Código de Trânsito do país em que trafega também é importante, porém um desafio já que essas regras mudam de país para país.

Enquanto esperamos um consenso entre autoridades, fabricantes, empresas de tecnologia e consumidores, continue acompanhando e tirando suas dúvidas aqui mesmo sobre carros autônomos no site da Bidu.

Veja também:

+ Perigos de mexer no celular enquanto dirige

+ Como funciona o GPS?

+ Máquina gigante de carros

+ Cuidados na instalação de kit multimídia