Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Dê passagem à ambulância: Você não será multado por isso!

Dê passagem à ambulância

Dê passagem à ambulância: Você não será multado por isso!

Sempre tem aquele motorista que não arreda o pé por nada. Vem carro de ambulância, de bombeiro, sirenes tocando, e nada do motorista abrir passagem. Há quem pense que ir para a faixa de pedestre, por exemplo, para dar passagem a um serviço de emergência, pode acabar gerando uma multa. O medo de levar uma penalidade atrapalha até o bom senso. É bem comum presenciar esse dilema nas grandes cidades.

Outra cena bastante frequente é aquela: em meio a um congestionamento, uma sirene causa apreensão em todos. Para onde ir? Como abrir passagem? Às vezes, o motorista não sai do lugar porque realmente não sabe para onde ir. Vale avançar nas faixas de pedestres? Sim!!!

Se é para abrir caminho à passagem da Polícia, Ambulância ou Corpo de Bombeiros, não há problema em cometer uma infração. Muitas vezes, questões de segundos definem a vida de uma pessoa que poderia ser socorrida um pouco antes.  Alguns estudos mostram que quando os motoristas não abrem passagem, as ambulâncias geralmente perdem dois semáforos abertos, o que contribui para o atraso até à vítima ou até o hospital.

Dar passagem, nesses casos, não gera multa.

Se por acaso chegar acontecer de uma multa ser emitida, basta entrar com recurso. Normalmente, a fiscalização eletrônica registra as fotos de ambulância ou bombeiros e é por isso que a multa nem chega ao condutor, pois ali está identificado o acontecimento.

É importante, porém ficar atento a uma questão bem relevante. Você apenas dará passagem, nesses casos, se os dispositivos de emergência estiverem ligados. É preciso que a situação seja realmente uma emergência. E o que identifica o sinal de urgência é a sirene e o sistema luminoso.

Conclusão: se você estiver parado no sinal vermelho e uma ambulância, ou Corpo de Bombeiros, ou mesmo a Polícia,  pede passagem, ainda que existe um radar, você será multado. Se for, você recorre na justiça. Porque está agindo certo.

Combinado?