Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Polimento automotivo funciona mesmo? Por que fazer?

O sonho do carro próprio traz consigo demandas e cuidados importantes para você ter sempre seu patrimônio em ótimo estado. E não é apenas a manutenção do freio ou dos itens mecânicos que estão em questão. A aparência do seu veículo também faz muita diferença e o polimento automotivo é uma dessas técnicas estéticas que minimiza manchas e arranhões.

imagem de carro ilustrando texto sobre polimento automotivo

O polimento automotivo poder deixar o seu carro esteticamente impecável.

Vamos contar aqui um pouco sobre a importância do polimento automotivo.

O que é polimento automotivo?

O polimento automotivo é um método que uniformiza e dá acabamento a pintura do veículo, reativando o brilho e eliminando imperfeições, como riscos e manchas.

Sua técnica envolve uma ferramenta elétrica de rápida rotação conhecida como polideira (ou politriz ou polidora) e também massas que lustram e uniformizam o verniz do veículo.

Em alguns casos, é necessária uma higienização e remoção de resíduos antes de aplicar a técnica do polimento automotivo. Por isso, e também pela escolha do melhor tipo de produto para o seu carro, a importância de uma avaliação profissional antes de realizar o procedimento.

+ O que é polimento cristalizado

Por que fazer?

Listamos algumas vantagens do porque você deve investir no polimento automotivo:

– Brilho e revitalização da pintura;

– Conservação da aparência original da pintura;

– Eliminação de manchas e riscos superficiais;

– Proteção do carro contra novos arranhões;

– Barreira contra raios ultravioletas;

– Remoção de pintura oxidada;

– Valorização do seu veículo para troca e venda.

+ 12 dicas para não estragar seu carro

Não tente isso em casa!

Sabemos que um bom polimento automotivo, dependendo do estado do seu carro, custa em média R$ 300. Sabemos também que você pode até tentar fazer o procedimento em casa, seguindo tutoriais específicos na internet e comprando os melhores produtos. Porém, especialistas garantem que não é uma boa ideia e a economia poderá ser em vão.

Entre alguns motivos, o mais recorrente talvez seja o tempo de aplicação do produto em cada parte do seu carro. Dependendo do tempo, pode prejudicar e até remover a tinta e o verniz da lataria.

Ou seja, alguns segundos a mais com a massa polidora, que é extremamente abrasiva, em um local específico do seu auto, e o fundo branco poderá aparecer.  

Mas se você quiser arriscar e tentar em casa, também te damos algumas dicas de como fazer o polimento.

Enceramento e Cristalização

Outras técnicas também são indicadas para os cuidados com o seu veículo, como o enceramento e a cristalização. Por isso, veja as especificações e escolha qual a melhor opção para o seu carro.

Enceramento

Indicado para todos os veículos e, em especial, os mais novos ou que foram repintados. O enceramento é um jeito mais simples e barato (em média R$ 100) de proteger e embelezar o carro.

Entretanto, não possui a mesma capacidade do polimento automotivo na remoção de manchas e riscos. Além disso, necessita de produtos de alta qualidade para ter o seu resultado durando mais tempo.

Cristalização ou espelhamento

Indicada para carros com mais anos de uso e tem custo médio de R$ 350. A técnica utiliza resina para proteger a pintura e o verniz de pequenas agressões, riscos e manchas.

Assim como a cera, a resina tem efeito mais brando e não reage quimicamente com a disposição molecular da tinta ou do verniz do seu carro. Ainda assim, garante melhores resultados e durabilidade do que a técnica de enceramento.

Dicas!

– Aprecie com moderação: durante toda vida útil do seu automóvel, você deve polir no máximo três vezes. Isso porque a cada procedimento o revestimento de tinta e verniz são perdidos;  

– Atenção especial: riscos e manchas aparentes são mais visíveis em carros com cores escuras, como preto e azul marinho;

– Mais brilho: dê preferência a lavagens com água pura ou com uso de detergente neutro e utilize cera protetora a cada 30 dias, isso ajuda a manter o brilho.

Leia mais sobre como proteger e conservar o seu carro:

+  Lavagem a seco: o que é e como fazer?

Verdades e mentiras sobre o mundo automotivo