Seguro Mensal: isso existe? Como funciona?

Imagem de billboard da página. Ao fundo um homem dirigindo e na frente um letreiro com dizeres "Seguro Auto Mensal: isso existe?"

Seguro Mensal existe? Entenda mais sobre o assunto com a Bidu

Proteger o seu carro com um seguro auto é fundamental para seu conforto e sossego. Mas em sua grande maioria, esses contratos têm duração de um ano.

No entanto, em alguns casos, você pode estar interessado em contratar um seguro por um período mais curto. Por exemplo, você pode precisar de coberturas mais completas para uma viagem longa ou sabe que vai vender o carro em breve.

Para esses casos, um Seguro Mensal poderia ser mais apropriado. Mas isso existe? Vamos te mostrar mais sobre assunto.

 

Seguro Auto Mensal atualmente não existe no mercado

 

Infelizmente, esse tipo de produto ainda não existe no mercado. Atualmente, nenhuma seguradora cobre riscos por períodos de vigência mensais.

O que existem são seguros parcelados em 12 vezes, que em alguns momentos podem ser chamados de seguros mensais. Contudo, sua vigência, isto é, o prazo no qual o seu carro está coberto contra os riscos contratados, continua sendo de 1 ano inteiro.

 

Posso fazer um seguro anual e cancelar depois de um mês?

 

Sim. Assim como qualquer outro serviço, você pode cancelar o seu seguro em qualquer momento na vigência.

No entanto, na maioria dos casos você teria que efetuar o pagamento de um valor no ato do cancelamento. Isso porque, mesmo no pagamento em 12 vezes, uma parcela não corresponde necessariamente a um mês de risco.

Por exemplo, no caso de um mês de 30 dias, esse período corresponderia a 20% do prêmio total do seguro.

Esse cálculo é baseado na Tabela de Prazo Curto. Lá, fica definido quanto cada faixa de tempo se refere a qual porcentagem do prêmio total, de acordo com os cálculos feitos pelos especialistas da Susep, órgão que regula o mercado de seguros.

Existem seguros mensais no exterior?

 

Sim, de forma até comum.

Por exemplo, sites comparadores de seguros (como a Bidu 🙂 ) de países como a Inglaterra tem serviços de comparação de produtos desse tipo, como o Money.co.uk e a Confused.com.

No entanto, esses produtos são pensados para situações muito emergenciais, já que o custo por dia nesses seguros é mais caro do que num seguro de longo prazo.

Já nos Estados Unidos, a situação é semelhante a do Brasil, como explica o site The Zebra: os seguros são por prazos maiores, mas podem ser cancelados antes. Entretanto, isso tem repercussões tanto financeiras quanto na hora de contratar novos seguros, que podem ter problema de aceitação das seguradoras.