Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Categorias de Motos

As motos, assim como carros, também possuem diversas categorias que as diferenciam uma das outras. Geralmente menos conhecidas, as categorias agrupam melhor os modelos de motos do que cilindradas – uma forma bastante habitual de se fazer isso. Isso porque podem haver diversas cilindradas em uma mesma categoria, por exemplo.

Veja abaixo quais são as categorias de motocicletas, de acordo com a nomenclatura adotada pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).


Categoria City

Honda CG 150 categoria CityConhecidas também como Street, as motos da categoria City são desenhadas para utilização nas cidades, com posição de pilotagem sentada, lugar para garupa, sem muitos acessórios e utilização facilitada em vias urbanas – permitindo inclusive a utilização dos corredores no trânsito das cidades.

Geralmente são motos com motores entre 125 a 500 cilindradas, garantindo velocidades máximas entre 110 a 160 quilômetros por hora.

Uma marca bastante conhecida de motos nessa categoria é a Honda, com suas CG 160 e CG 150, muito utilizadas para serviços de entrega, por exemplo.

A Honda CG 160 é a moto que mais vende no Brasil, de acordo com dados da Fenabrave. O indicador semestral até junho de 2016 indica que mais de 103 mil motos desse modelo foram emplacadas em todo o país.

Saiba mais sobre a Categoria City


Categoria Custom

Harley Davidson XL883 categoria custom

A categoria custom tem motos com design mais voltado ao conforto, para quem curte pegar a estrada. Elas geralmente possuem um banco mais baixo (o que melhora o conforto na hora de pilotar) com apoio para garupa – conhecido popularmente como sissy bar – e garfos dianteiros (parte da motocicleta onde se encontra a roda dianteira e conjunto de freios) longos, com manoplas elevadas.

Geralmente são as motos que mais fazem parte do imaginário popular por conta de filmes, músicas e fotografias famosas que mostram essas motos em ação. Também são as mais populares na maioria dos motoclubes nacionais e internacionais, compondo o ideal de motoqueiro junto com bandanas, coletes e botas de couro. É bastante conhecida por causa da marca de motocicletas Harley-Davidson.

As custom costumam ter cilindradas mais elevadas, que podem variar de 500 até 1200 cilindradas (como é o caso da Harley Davidson XL 1200).

Essa categoria pode ser dividida em outras várias subcategorias:

Bobber

motocicleta da categoria bobber

Motos que surgiram no final da Segunda Guerra Mundial. Após o retorno dos soldados, muitos deles começaram a participar de competições com as motocicletas remanescentes  do período de guerra.

Em essência, uma bobber é uma custom onde todo material supérfluo é retirado, fazendo com que a moto fique mais leve para as competições. Peças como pára lamas, luzes indicadoras e equipamentos de proteções eram dispensados, o que acabava deixando  a moto mais “crua”.

Diz-se que seu nome surgiu através do termo “bobbing”, muito utilizado em corridas de cavalo onde os treinadores cortavam o rabo de um cavalo para garantir maior rapidez nas corridas.

Chopper

Motocicleta da categoria chopper customSão motos custom com visual bastante despojado e agressivo, com garfo dianteiro com comprimento exagerado, o que garante a ela um visual único e totalmente diferente da custom padrão.

Começaram a fazer sucesso nos anos 60. As Choppers tinham visual menos moderado do que suas irmãs Bobbers, com cores mais psicodélicas, cromados por toda a lataria e metais e adereços elaborados nos bancos e guidões.

Ficaram um tempo apagadas do gosto popular, ressurgindo recentemente através dos programas de TV em torno da categoria de motos. Entre eles o mais famoso é o “American Chopper”, onde pai e filho constroem choppers modificadas de acordo com a escolha dos clientes.

Podemos ainda incluir na categoria custom as Café Racers, motos modificadas para uma pilotagem mais veloz, com guidões baixos e pedaleiras recuadas, dando origem para as motos superesportivas atuais; e as Scrambler, motos que eram modificadas para utilização em trilhas, com modificações como pneus adaptados para terra e terreno pedregoso, escapamento mais alto e guidão mais largo com barra na parte superior.


Trail / Fun

Motocicleta da categoria Trail / FunOriginadas das antigas motos Scrambler, as trail são conhecidas pela boa utilização tanto dentro como fora da estrada (conhecidas também como on-off road).

A Yamaha foi a empresa que investiu na criação dessa categoria, com o lançamento de uma linha de uso duplo, asfalto e terra, chamadas de Trail. São motos mais leves, com suspensão de curso longo e para-lamas altos, fazendo com que os modelos sejam adaptados para enfrentar qualquer desafio.

Já as motos da categoria Fun são utilizadas também no asfalto ou na terra. No entanto, as fun bikes costumam possuir motores de média a alta cilindrada. Exemplos dessas motocicletas são as Honda Falcon e Yamaha TDM.


Maxitrailmotocicleta da categoria maxitrail

Essa categoria surgiu das Trails, descritas anteriormente. Diferente das anteriores, no entanto, as maxitrails contam com mais potência, cilindradas e performance, sendo bastante utilizadas para longos percursos acidentados.

Conhecidas também como Big-trails, essas motos prometem versatilidade e capacidade de transpor qualquer tipo de obstáculo. A mãe de todas as maxitrails é a Yamaha XT 500, moto que ganhou o primeiro rali Paris-Dakar em 1979.


Naked / Roadster

motocicleta da categoria nakedDo inglês, naked significa “pelado”. Esse tipo de moto é vendida sem carenagem (ou pelada) e vem sendo cada vez mais conhecida no Brasil.

Considerada a melhor motocicleta para uso diário urbano, as naked são vendidas com motores de cilindrada média, o que garante maior leveza e praticidade na condução em vias urbanas e estradas asfaltadas.

Seus modelos mais conhecidos no país são a Honda CB 600 (mais conhecida como Hornet) e a Suzuki Bandit.

Ainda temos as subcategorias Roadster e Streetfighter dentro das motos naked.

Roadster

Motocicleta da categoria roadsterPossuem mais cilindradas do que a naked padrão, com foco na aceleração e maneabilidade. Por alcançarem altas velocidades, geralmente as roadsters possuem uma ligeira proteção contra correntes de vento, o que a torna mais adaptada para grandes trajetos.

Streetfighter

Nasceram como motocicletas customizadas para disputas de rachas em centros urbanos. Elas possuem um estilo mais agressivo do que as nakeds e roadsters.

Diz-se que o nome surgiu a partir de apostas com motos superpotentes, que geralmente eram superesportivas sem o peso das carenagens, o que fazia a corrida ser uma verdadeira briga de rua.

A Ducati foi a primeira marca a criar uma linha de motos no estilo Streetfighter, com sua Ducati Monster. Posteriormente, a Triumph também lançou a Daytona Streetfighter.


Scooter / Cubmotocicleta da categoria cub

São motocicletas de baixa cilindrada (geralmente entre 50 a 150), posição de pilotagem sentado e escudo frontal para proteção contra o vento, sendo preferida por pilotos que buscam maior conforto.

Uma diferença básica entre as scooters e as cubs é o tamanho das rodas: as da primeira categoria são menores do que as da segunda. Além disso, a maioria das motos do tipo cub não disponibilizam de transmissão automática como vemos nas scooter, que possuem transmissão tipo CVT.

Uma moto Cub bem conhecida no mercado brasileiro é a Honda Biz. Já no setor de scooters, podemos citar a Suzuki Burgman 125 e a famosa Vespa da Piaggio.


Sport

motocicleta da categoria sport

As motos de categoria esportiva são feitas a partir de design aerodinâmico e mecânica de alto desempenho. Geralmente são as motocicletas que mais participam em campeonatos de alta velocidade, com motores que podem ultrapassar facilmente as 1200 cilindradas.

São motos pouco recomendadas para uso na cidade, tanto por seu tamanho como pela posição de pilotagem geralmente desconfortável e, em alguns casos, monolugares.

Dentro desta categoria encontra-se também a Big Biker, tendo como principal característica o motor de grande deslocamento e cilindradas de até 1400cc. São maiores e mais pesadas que as motos sport.


Touring

motocicleta da categoria touringÉ o mais perto que temos de um carro. As motos da categoria touring possuem grande capacidade de carga, motores potentes, grande torque, tanque de combustível com grande capacidade e maior conforto na pilotagem. São bastante aconselhadas para grandes viagens, onde passa-se horas na estrada.

Elas podem ser conhecidas também como Bagger, Dresser ou Grã-Turismo (GT).

 


 

Faça uma cotação de seguro de moto »