Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

8 dicas para escolher o melhor Seguro de Moto

Imagem de uma miniatura de pessoa em cima de uma moto com a legenda: como escolher o melhor seguro de moto

8 dicas para escolher o melhor Seguro de Moto

Imagem de uma miniatura de pessoa em cima de uma moto com a legenda: como escolher o melhor seguro de moto

Procurando o melhor seguro para sua moto? Veja nossas dicas!

João sempre foi um apaixonado por motos desde pequeno. Na lista dos melhores filmes que assistiu, certamente tinha todas as opções dos 7 melhores filmes de motos. Após juntar uma graninha todos os meses, comprou a sua primeira moto, realizando assim um grande sonho.

Sabendo que a cidade é perigosa, resolveu procurar mais informações sobre como contratar o melhor seguro de moto. Mas, no meio da pesquisa, apareceram diversos nomes desconhecidos: franquia, assistência, seguro compreensivo, seguro não-compreensivo e ele quase caiu na armadilha do seguro pirata!

Se identificou com João? Continue a ler nosso texto que a gente explica direitinho como você pode contratar o melhor seguro de moto.

Como escolher o melhor seguro de moto

O seguro de moto é uma proteção com diversas coberturas e assistências. Porém, isso depende do tipo de seguro que você contratar: compreensivo ou não-compreensivo.

O seguro compreensivo contempla diversas coberturas em uma única apólice, como proteção contra colisão, incêndio, roubo/furto e outras conforme contratado.

De uma forma geral, esse tipo de seguro tem a cobertura para danos totais e parciais. Isto é, mesmo se os danos a sua moto forem maiores ou menores do que 75% do valor do veículo, você será ressarcido: conserto com pagamento de franquia ou indenização no valor da tabela FIPE.

O seguro não-compreensivo é uma proteção simplificada, que engloba apenas algumas poucas coberturas. Um exemplo é um seguro de moto com cobertura apenas em caso de roubo e furto.

Normalmente esse seguro só faz a cobertura em caso de perda total do veículo, isto é, quando há danos maiores que 75%. Devido a este fato, o seguro não-compreensivo costuma ser mais barato do que o compreensivo, pois não há pagamento de franquia e não dá avaliação do perfil.

1 – Qual seguro de moto escolher?

O primeiro ponto que você deve decidir na contratação do seguro de moto é qual o melhor tipo para você: o compreensivo ou não-compreensivo. Essa questão muda de pessoa para pessoa, já que a necessidade de ter o seguro também.

Se você quer a proteção primordial de roubo/furto e não se importa em ter outras coberturas, o seguro não compreensivo é para você. Também é para aqueles que o seguro tradicional fica com um valor mais alto (como moto de uso comercial e jovens de até 24 anos), pois geralmente eles tem um perfil considerado de risco pelas seguradoras.. Assim você não sai desprotegido com a sua moto.

No caso de você estar procurando um seguro mais completo que vai além da proteção de roubo/furto, a melhor escolha é o compreensivo. Isto porque ele tem diversas coberturas, com as quais você fica protegido contra vários acidentes e imprevistos. Geralmente esta opção oferece cobertura de terceiros, contra colisão, incêndio e muito mais.

Saber escolher qual o tipo de seguro atende melhor suas necessidades é a melhor forma de aproveitar da proteção contratada. Faça uma cotação e veja nossas opções de Seguro.

2 – Conhecendo e escolhendo as coberturas

No caso de escolher o seguro compreensivo, você deve escolher bem as coberturas. Já imaginou contratar as coberturas mais caras e na hora do acidente nenhuma cobrir a situação?!

Para isso, verifique bem as coberturas que são disponibilizadas por cada seguradora, pesquise bem o que cada uma oferece e tire todas as suas dúvidas com a sua corretora, antes de fechar o seguro.

Por exemplo, no caso de você viajar muito com a sua moto, é interessante contratar uma cobertura de extensão de reboque da motocicleta. Assim, se você estiver no meio do nada e precisar de reboque, ele conseguirá levar a sua moto para uma oficina, sem maiores problemas e sem faltar quilometragem.

Não deixe de acessar o nosso conteúdo sobre coberturas do seguro de moto.

3 – Moto de uso comercial

Fique atento, pois algumas seguradoras não fazem coberturas para motos usadas pra fins comerciais, por exemplo, motos que são usadas por motoboys.

Isto acontece porque as motos usadas para fins comerciais, andam bem mais do que uma moto para lazer. Com isso, não há como prever quais os endereços que ela circula e os perigos que ela está passando.

Outro motivo também é que a moto usada para trabalhar corre muito mais risco de precisar do seguro do que uma moto que é usada somente para lazer.

Dica importante: sempre informe no caso da sua moto ser usada para fins comerciais. A omissão de qualquer informação pode levar a seguradora recusar o pagamento da indenização em caso de sinistro.

4 – Escolha uma boa assistência 24 horas

A maioria dos seguro de moto oferecem a assistência 24 horas: um pacote de serviços que ajudam você e sua moto em casos de imprevistos.

Entre eles, há o serviço de guincho em caso de pane seca, pane elétrica e chaveiro. Algumas seguradoras oferecem até serviços para a sua residência, como serviços hidráulicos e elétricos.

Porém fique atento na hora da contratação! Algumas seguradoras oferecem vários tipos de planos com serviços diferentes: quanto mais serviços, maior o preço.

motor de moto

5 – O valor da franquia

Para os seguros compreensivos que cobrem perda parcial (quando o veículo tem perdas menores de 75% do valor do veículo), o segurado deve pagar a franquia, que nada mais é o pagamento de uma parte do conserto do veículo sinistrado.

Há vários tipos de franquia: básica, ampliada, reduzida e isenta. Quanto maior a franquia que você deve pagar em caso de sinistro, menor será o preço do seguro e vice-versa.

Conheça bem os tipos de franquia e quais a seguradora oferece, para isso informe com a sua corretora de seguros.

+ Conheça mais sobre a franquia do seguro

6 – Cuidado com o seguro pirata!

Ao procurar seguro de carro ou de moto, você deve ter encontrado algumas empresas que oferecem uma espécie de proteção, porém com o nome de“cooperativa”, “associação”, “proteção veicular” e muitos outros.

O chamado seguro pirata são aqueles que oferecem um produto parecido com o seguro, porém eles não são fiscalizados pela Superintendência de Seguros Privados (Susep). Sendo assim, eles disponibilizam “seguros” por conta própria, podendo lesar consumidores e não cumprir com o que foi prometido.

Com as seguradoras e corretoras não há essa possibilidade, pois ao ser cadastrado na SUSEP, há uma fiscalização e regulamento, garantindo com que o segurado seja ressarcido. A Bidu Corretora está devidamente cadastrada Susep sob o número 10.0227943, então fique tranquilo ao fazer a sua cotação e ser um dos nossos clientes.

+ Saiba mais sobre o seguro pirata

7 – Conheça o seguro de moto contratado

A apólice e condições gerais são o seu balde de informações sobre o seu seguro. Todas as condições, itens cobertos e excluídos, forma de pagamento e dados sobre o seu seguro vão estar lá.

Pode ser cansativo e tedioso ler várias e várias páginas do seu seguro, porém é importante saber as informações sobre aquilo que você contratou.

Vamos imaginar a seguinte situação: você seguiu todas as nossas dicas, prestando atenção no tipo de seguro, assistência 24 horas, valor da franquia e tudo mais. Porém, não prestou atenção na apólice e nem nas condições gerais do seguro.

Em um certo dia, roubaram a sua moto e você abriu um pedido de sinistro para receber a indenização. Ao receber o valor, você percebe que lá não estava incluso a indenização do GPS e nem rastreador.

Se você tivesse lido as condições gerais do seguro contratado, teria visto que em caso de roubo ou furto, as seguradoras não fazem a indenização de acessórios do veículo.

8 – Compare em diversas seguradoras

Comparar o preço e benefícios dos seguros é a melhor forma de conseguir a melhor proteção para a sua moto.

Aqui na Bidu Corretora basta você preencher o formulário com os dados e um de nossos consultores entratá em contato com você para falar sobre as opções do seguro de moto e tirar todas as suas dúvidas.

+ Você conhece o seguro de moto?