Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Seguro popular: o seguro fica mais barato com a Lei do Desmanche?

O seguro popular pode ser uma opção mais econômica para você

Seguro popular: o seguro fica mais barato com a Lei do Desmanche?

Está em vigor desde janeiro desse ano, em todo o Estado de São Paulo, a lei que regulamenta a atividade de desmonte e reciclagem de veículos, que possibilita a venda de peças usadas – os famosos “desmanches” (quem nunca passou por um lugar com vários carros desmontados?). Com isso, as empresas do ramo tem até 6 meses para aplicarem as devidas regularizações, sob pena de terem os estabelecimentos multados, descredenciados e até lacrados. Se por um lado alguns dos empresários do setor estão reclamando… por outro as seguradoras estão vendo a regra com bons olhos!

Com a Lei do Desmanche será possível a adoção do Seguro Popular, o que pode beneficiar milhares de pessoas que ainda não possuem seguro de carro, principalmente por questões financeiras. Ou seja, será mais fácil as pessoas terem cobertura securitária em seus carros.

Como funciona o Seguro Popular?

O seguro popular é uma forma de seguro em que temos coberturas específicas, geralmente dispensando outras tradicionais como proteção contra incêndio, danos a terceiros e indenização integral em caso de perda total, presentes em outras modalidades de seguros privados. Por esse motivo, o seguro popular acaba sendo um plano de seguro mais barato, que pode se adaptar ao bolso de grande parcela da população, ou seja, abre caminho para mais adesão de carros com seguro. Uma das principais metas da implantação dessa modalidade de seguro é que este seja o primeiro seguro da pessoa, que geralmente está entrando na classe média e passando a fazer parte do mercado consumidor desse tipo de serviço.

A nova lei, no entanto, vai possibilitar um barateamento maior do seguro popular de carros, por permitir o uso de peças usadas, restauradas e recicladas em conserto de veículos com avarias. Por esse motivo, além de baratear o conserto, as empresas vão permitir que veículos com mais tempo de mercado sejam segurados, por aumento de peças usadas para reposição.

Saindo do mercado de seguros automotivos, outras modalidades também encaram bem a regulamentação: os mercados de seguros de saúde e vida, por exemplo, acreditam que, com a regularização dos desmanches, o número de roubos e latrocínios (roubo seguido de morte), de certa forma sustentados por desmanches ilegais, irão diminuir.

E você, o que pensa sobre a nova regra? Faria um Seguro Popular para o seu automóvel?

+ Saiba mais sobre as coberturas do seguro auto popular