Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Dia mundial sem carro

dia mundial sem carro

Dia mundial sem carro

Você consegue imaginar que há um pouco mais de um século os carros não existiam? Pois essa é a intenção do dia 22 de setembro, no qual “celebramos” o Dia Mundial sem Carro. Sim, é digno de uma celebração. Se ao menos um dia você conseguir dispensar seu carro como meio de locomoção, estará colaborando com a diminuição na emissão de gases tóxicos, a redução de acidentes no trânsito, brigas por estresse, multas, sedentarismo entre tantas outras desvantagens de ser dependente das quatro rodas.

Uso consciente do seu carro

E é disso que falamos, da dependência do automóvel, o uso às vezes nem tão necessário. É pra isso que foi instituído o Dia Mundial sem Carro, para tirar as mãos do volante e refletir sobre o uso do seu carro de forma mais humana.

O carro é um dos grandes avanços tecnológicos produzidos pelo homem. E o que vemos agora é o esforço para não só torná-lo mais rápido, mais potente, mas também mais sustentável. Seja repensando o consumo, seja repensando a sua relação com o meio.

Um futuro com menos combustível é possível

Aqui no Brasil, prefeituras de algumas cidades já estimulam o uso de meios de transporte alternativos com a criação e expansão de ciclovias, aluguel de bicicletas públicas e transportes coletivos de qualidade.

Em outros países, algumas cidades já estão implementando projetos que proíbem o uso total ou parcial de carro em certos pontos e ruas. No centro de Madrid, por exemplo, existem áreas que já estão restritas somente a pedestres. Já em Paris, o número de condutores começa a cair desde que a prefeitura adotou rigorosas restrições para a diminuição da poluição atmosférica. Inclusive, até 2020 a capital francesa promete duplicar suas ciclovias.

China sempre à frente

Com um projeto ousado, a China se destaca exibindo um plano de cidade modelo: as ruas serão projetadas de modo que qualquer local possa ser alcançado em 15 minutos a pé.

Experimentar ficar sem carro

O uso consciente não significa abandonar o carro e pegar um trem lotado às 6h da manhã porque assim estará salvando o planeta. Não, a intenção é fazer pequenos ajustes no nosso dia a dia, com algumas mudanças de hábitos, planejar melhor os deslocamentos. Ao invés de carro todos os dias, pense em, pelo menos 2x por semana, arrumar uma carona, ir de bicicleta, pegar um busão (yes, we can!), e o metrô também!

Pra você que dirige todos os dias, sinta como é bom não precisar procurar vaga pra estacionar, voltar pra casa em meia hora ao invés de duas, beber uma cervejinha e não pensar se pode dirigir ou não. Reforçando: se beber não dirija!

Experiente fazer o percurso até seu destino ouvindo aquela playlist, tranquilo, como se estivesse sentado no seu possante, só que agora com motorista. Tudo depende do seu ponto de vista. E acredite, do jeito que anda nosso trânsito, se você provar outras formas de se deslocar, corre o sério risco de gostar e querer sair mais sem carro.

Bom, tudo pode acontecer se entendermos de que estamos cuidando de nós mesmos, mas o planeta agradece. E isso não nos tira aquele prazer clássico de cuidar da nossa “lata velha” todo sábado de manhã, com aquele carinho e cera de brilho de sempre!