COTAR SEGURO ONLINE

Sem Parar ou C6 Taggy: Qual é o melhor?

Sem Parar ou C6 Taggy: Qual é o melhor?

Que o sistema de cobrança automática funciona, isso não há dúvidas. Mas agora a dúvida é outra. Antes, não havia muita escolha na hora de decidir contratar o serviço. Porém, agora, já não é mais assim. Novas empresas entraram no mercado e, por isso, é preciso avaliar vários aspectos antes de escolher o melhor serviço para você. Para te ajudar, neste texto falaremos sobre Sem Parar ou C6 Taggy, o que vale mais a pena?

Cotação Online de Seguro Auto

Cobrança automática já é maioria

Tudo começou no ano 2000 na Rodovia Presidente Castello Branco, que liga São Paulo ao interior do estado. Foi na praça de pedágio logo na saída da cidade de Barueri, na região metropolitana da capital paulista, que foi inaugurada a primeira cobrança automática no Brasil. Filas para pagar, necessidade de troco ou moedas? Nunca mais! 

Após quase 20 anos, 57% das cobranças de pedágio nas rodovias paulistas – as mais pedagiadas do país – são automáticas, segundo dados da Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo). E a Sem Parar, a primeira empresa a explorar o serviço, tem vários concorrentes, incluindo bancos como o C6 Bank e o seu produto C6 Taggy. E aí, qual a melhor opção: Sem Parar ou C6 Taggy?

Qual é melhor: Sem Parar ou C6 Taggy?

Vamos então falar um pouquinho sobre essas empresas, além de apresentar algumas outras opções no mercado. Aí você poder decidir o que vale mais a pena para você, Sem Parar ou C6 Taggy.

Sem Parar até na lanchonete

A Sem Parar se tornou tão popular que até hoje dá nome ao serviço todo, uma figura de linguagem da Língua Portuguesa chamada metonímia. Já reparou que poucas pessoas dizem “tenho cobrança automática de pedágio no meu carro.”? A maioria fala “tenho Sem Parar”.

Além de pedágios, a Sem Parar também abre cancelas de estacionamentos de shoppings e aeroportos e pode ser usada para abastecer o carro, em lava-rápidos e até no McDonald’s. 

Existem dois tipos de assinatura, com mensalidades de R$ 14,90 e R$ 27,90, e pagamento pelo cartão de crédito ou débito em conta. Também há opções pré-pagas com créditos de R$ 50, R$ 100, R$ 150, R$ 200 ou R$ 250.

As “outras Sem Parar”

A ConectCar está em operação desde 2012 e pertence à rede de postos de combustíveis Ipiranga e ao Itaú. Como o Sem Parar, é aceito em todas as praças de pedágio do Brasil e em mais de 250 estabelecimentos e dá 5% de desconto nos postos Ipiranga. Há planos com mensalidades entre R$ 9,50 e R$ 26,90, sempre com cobrança pelo cartão de crédito.

A Move Mais trabalha desde 2015 apenas com pedágios e também cobre toda a malha viária pedagiada do Brasil. Cobra R$ 39,90 de adesão e você pode colocar créditos quando quiser ou de maneira automática através do cartão de crédito.

A Veloe começou a oferecer seus serviços em 2018. Como a Sem Parar e a ConectCar, é aceita em diversos estabelecimentos. Não cobra adesão e tem dois planos, com mensalidades de R$ 14,90 ou R$ 18,90. Os créditos são debitados automaticamente do cartão de crédito. Pertence a Alelo, empresa controlada por Bradesco e Banco do Brasil que comanda os cartões Elo e o programa de pontos Livelo.

Bancos virtuais e fintechs na briga

Depois de conhecer um pouco das quatro empresas de cobrança automática, chega a hora de saber como funciona o Taggy para ver se vale a pena contratar Sem Parar ou C6 Taggy. 

Basicamente ela funciona é da mesma maneira que as outras, porém com cobrança um pouco diferente. Desenvolvido pela empresa Greenpass, o Taggy é uma plataforma que conecta bancos e fintechs com os sistemas automáticos de cobrança de pedágios.

Sem taxa de adesão ou mensalidades

O primeiro a oferecer o serviço é o C6 Bank. O C6 Taggy está disponível para todos os correntistas da fintech. Ao aderir, você recebe um adesivo para colar no para-brisa do carro, como nas empresas convencionais. 

A diferença é que você não paga adesão, mensalidade ou precisa colocar créditos para utilizar. A cobrança é debitada automaticamente da conta corrente toda vez que você passa por uma praça de pedágio. Seria como pagar em dinheiro, mas de forma automática.

O Taggy está disponível em todo o território nacional e  presente em 62 das 68 concessionárias de rodovia do país, com 100% de cobertura em estados como:

  • São Paulo;
  • Rio de Janeiro;
  • Minas Gerais;
  • Paraná;
  • Santa Catarina;
  • Rio Grande do Sul;
  • Bahia;
  • Pernambuco. 

O serviço está restrito aos pedágios, porém será estendido a estacionamentos em breve. O C6 Bank é o pioneiro, porém outras fintechs devem aderir ao serviço Taggy em um futuro próximo.

A desvantagem é que o C6 Taggy obriga que você abra uma conta no C6 Bank. A boa notícia é que o banco e não cobra taxas ou tarifas por movimentações, transferências ou saques, tampouco anuidade de seus cartões de crédito. Os saques são feitos pela rede de caixas automáticos 24 Horas.

A hora da decisão: Sem Parar ou C6 Taggy?

E aí, decidiu? Prefere o tradicional Sem Parar ou C6 Taggy e suas inovações? Se você utiliza a cobrança automática para outros serviços além do pedágio, as empresas tradicionais por enquanto são mais práticas. Agora, se a sua tag é só para transitar em estradas, o C6 Taggy é disparada a opção mais vantajosa, pois não cobra nada por sua utilização. Basta ter saldo na conta corrente do banco que a opera.

Seguro Auto

Seja Sem Parar ou C6 Taggy, além de contratar o serviço de pedágio automático, é fundamental que você tenha um seguro de veículo. Não ande por aí, especialmente em estradas, sem seguro de carros. Faça uma simulação online de seguro auto e encontre a melhor opção para você. 



Última atualização em 22/10/2019