Reboque e Semi Reboque: quais as diferenças?

Imagem de semi reboque

Reboque e Semi Reboque: quais as diferenças?

O que é um semi reboque? Você sabe a diferença entre semi reboque e reboque? 

Imagem de semi reboque

Um semi reboque é uma utilidade de carga independente

Embora com nomes parecidos, ambos possuem características e funções distintas no transporte de cargas

Uma das principais diferenças é que o reboque fica apenas engatado no veículo automotor – que pode ser um carro ou um caminhão, por exemplo. Já o semi reboque, além de ser engatado, também fica apoiado na carroceria do veículo – que pode ser um utilitário ou um caminhão. 

Este é o jeito mais simples de entender as diferenças entre reboque e semi reboque. Mas é claro que também é preciso conhecer suas utilidades. Afinal, quando usar um reboque ou um semi reboque? E a resposta certa é que tudo vai depender do tipo de carga e do peso que será carregado. 

Quer saber mais? Vamos explicar todos os detalhes que você precisa entender a seguir.

Cotação Online de Seguro Auto

O que é um Reboque? 

Antes de tudo, vamos entender melhor o que é um reboque. Reboque é uma unidade independente, que funciona como um transportador de carga quando está engatado em um veículo motor.

Embora não possua motorização, é capaz de se equilibrar sozinho em virtude de sua composição padrão de dois ou mais eixos. 

Um reboque é articulado por um veículo que pode ser um carro – as chamadas carretinhas são as mais conhecidas – , por um caminhão, ou, caminhão trator. Essa unidade de carga também pode ser engatada na parte traseira de um semi reboque, funcionalidade mais usada na área rural.

O que é um Semi Reboque?

Já um semi reboque, semi-reboque ou semirreboque (as três possibilidades de escritas são encontradas), também é uma unidade de carga independente. Entretanto, o semi reboque deve ser acoplado a um veículo utilitário ou caminhão, pois além de ser engatado, ele também fica apoiado sobre o veículo de transporte.

O semi reboque possui de um a três eixos e, por isso, não possui equilíbrio próprio. 

Qual a diferença entre Reboque e Semi Reboque?

Como vimos acima, tanto o reboque, como o semi reboque são consideradas unidades de cargas independentes, que precisam de um veículo motor para serem articuladas. 

A principal diferença entre eles está na forma como ficam acoplados no veículo:

  • Reboque fica apenas engatado ao veículo motor;
  • Semi reboque fica engatado e apoiado ao veículo motor. 

Para que servem os Reboques e Semi Reboques? 

Existem diversos tipos de reboques e semi reboques. De modo geral, é possível entendê-los da seguinte forma: 

  • Reboque – como ele é acoplado ao veículo motor apenas por um engate, suporta menos peso. Em contrapartida, oferece uma maior mobilidade e menos impacto à carga;
  • Semi reboque – como essa unidade mantém um maior contato com o veículo motor, sua capacidade de movimentação fica mais limitada. Entretanto, é capaz de transportar cargas mais pesadas. 

Quais as diferenças entre tipos de Reboque e Semi Reboques:

O semi reboque pode ser encontrado adaptado para diversas funcionalidades e perfis de cargas. Alguns tipos de semi reboques são: 

  • Aberto: utilizado no transporte de cargas que não precisam de proteção, sendo este o tipo mais comum;
  • Fechado: tipo de um container, que oferece proteção às ações ambientais;
  • Frigorífico: tipo de container que oferece controle de temperatura, além de vedação; 
  • Basculante: empregado no transporte de cargas como grãos e demais produtos que são descarregados por despejo;
  • Tanque: ideal para o transporte de líquidos;
  • Cegonheira: simples ou duplas, servem para transportar veículos;
  • Porta-containers: para transporte de containers; 
  • Carga Zorra: para transporte de peças pesadas, como tratores, hélices eólicas ou peças de avião. 

Carretinha é Reboque ou Semi Reboque?

As chamadas “carretinhas” são unidades acopladas aos veículos de passeio ou utilitários. Elas são opções funcionais para quem precisa transportar um volume de carga que excede a capacidade do bagageiro

Antes de engatá-las, é preciso verificar no manual do proprietário se o fabricante do modelo faz alguma recomendação ou especificação quanto ao engate de trailers, carretinhas ou qualquer outro tipo de reboque. 

O motorista também deve observar se o peso da carga é condizente com a capacidade máxima do seu veículo. Não esqueça que o número de passageiros também deve ser considerado. 

Outro cuidado no uso da carretinha – ou qualquer outro tipo de reboque – é que o peso será absorvido no eixo traseiro do veículo, deixando a parte da frente mais instável. Isso significa que o motorista precisa ter atenção redobrada na direção, freando de maneira progressiva, para evitar qualquer acidente entre o veículo motor e a unidade de carga. 

Além disso, o veículo que está puxando um reboque ou carretinha é considerado como um veículo pesado – essa regra também vale para os semi reboques. Isso significa que os limites de velocidade tolerados ficam abaixo dos carros de passeio. 

O que diz a lei sobre o Reboque

Existem algumas regras de trânsito específicas para o uso de reboques e carretinhas. Apesar de não possuir motor próprio, eles devem receber emplacamento e documentação uma vez que são considerados como unidades independentes. 

Embora estejam livres do pagamento de IPVA, reboques e carretinhas precisam ser licenciados

Os reboque e carretinhas também devem receber equipamentos como:

  • Para-choque; 
  • Para-lama, 
  • Lanternas, 
  • Setas, 
  • Faixas sinalizadoras reflexivas, 
  • Freios de estacionamento; 
  • Estepe (facultativo);
  • Engate com ligação de energia para conectar o sistema de sinalização. 

Para poder dirigir um veículo com reboque, o motorista precisa de uma CNH de categoria B.

Entretanto, se o peso bruto do veículo com reboque exceder 3500 kg, a categoria de CNH exigida passa a ser a C.

Já no caso dos condutores de veículos com semi reboques – com mais de 6 mil Kg – e traillers acoplados, precisam estar habilitados na categoria E. 

Fique atento: caso o motorista não siga essas regras, pode ter o veículo apreendido em caso de fiscalização e receber multa grave. 

Seguro Semi Reboque: como funciona?

Já vimos neste texto as diferenças entre reboques e semi reboques. E na hora de fazer um seguro, o que o motorista precisa saber?

Quem é proprietário de carreta deve ficar atento com relação à contratação de seguro para o semi reboque. Isso porque ele não é coberto no seguro do cavalo mecânico, sendo considerado à parte.

Contudo, algumas seguradoras estendem a Responsabilidade Civil Facultativa Veículos (RCF-V) do rebocador aos semi reboques atrelados a ele. Isso significa que em caso de um acidente causado por um rebocador e no qual a colisão ocorrer em um dos semi reboques causando danos a terceiros, a apólice a ser acionada será a do rebocador.

Entretanto, existem algumas outras questões sobre coberturas e serviços que precisam ser checados no momento da contratação para um seguro para semi reboque. 

  • Assistência 24 horas – a maioria das seguradoras não oferecem cobertura; 
  • Para semi reboque ou reboque a contratação é apenas de casco, sem cobertura para a carga que será transportada; 
  • Se o acidente for causado por mal acondicionamento de carga, a seguradora pode fazer a negativa do processo.

Seguro automotivo 

O seguro auto é fundamental para quem não dispensa andar com proteção no seu veículo. Para entender os tipos de seguros e coberturas, peça uma cotação online de seguro aulo, para comprar os melhores preços e contratar sem nenhuma complicação. 



Última atualização em 15/08/2019