Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Como tirar a carteira de motorista?

Imagem de teste de direção para post sobre como tirar carteira de motorista

Como tirar a carteira de motorista?

Dirigir é o sonho de quem, finalmente, completa 18 anos. Ligar o carro e engatar a primeira é a meta de quem sofre de pânico de direção. Passear sem destino é o objetivo de quem conseguiu comprar seu primeiro carro. E se você está em um desses times, parabéns! Agora, vamos te contar tudo o que você precisa saber para tirar carteira de motorista. O documento necessário que autoriza o cidadão brasileiro a dirigir um carro, moto ou qualquer outro veículo.

Imagem de teste de direção para post sobre como tirar carteira de motorista

Tirar sua CNH exige que você siga alguns passos como exames médicos e teste prático.

Primeiros passos para tirar habilitação

O primeiro passo é saber que o processo para tirar carteira de motorista não é simples. Ele pode levar até 12 meses para ser finalizado. E para ter a sua habilitação, é preciso preencher alguns requisitos como: ter 18 anos completos, saber ler e escrever; possuir RG e CPF.

O segundo passo é dirigir-se até o Detran (Departamento Estadual de Trânsito) da sua cidade e realizar seu cadastramento biométrico.

Se na sua cidade não houver sede do Detran, procure pela Ciretran, que é uma espécie de representação regional do órgão, ou uma unidade do Poupatempo. O cadastro precisa ser feito pelo próprio candidato, já que irá registrar suas impressões digitais para futuros documentos.

Concluído o cadastro, o candidato passa a ser autorizado para realizar exames médicos e psicotécnicos.

+ Com quantos pontos perde a CNH

Exames necessários para tirar carteira de motorista

Feito o cadastramento biométrico, o candidato poderá realizar exames médicos e psicotécnicos. No site do Detran de cada cidade existe uma lista de clínicas autorizadas. Escolha a sua e já separe uma graninha para os exames. Geralmente, cada exame fica em torno de R$45, variando de cidade para cidade.

O exame médico irá atestar que o candidato está apto para dirigir do ponto de vista de saúde. Serão verificados itens como condições de visão e audição, pressão arterial e eficiência motora.

Caso haja alguma condição de saúde que represente perigo ao volante, como doenças neurológicas, desmaios e convulsões, o médico poderá reprovar o candidato, que nem partirá para as próximas etapas.

Já o exame psicotécnico para tirar carteira de motorista será aplicado por psicólogos para avaliar a aptidão mental do candidato.

O teste é simples, porém muitos chegam a reprovar por questões de nervosismo ou ansiedade na hora da prova. Em casos assim, basta marcar novo teste, sem precisar pagar pela nova avaliação.

+ Diferenças entre CNH cassada e CNH suspensa

Centro de Formação de Condutores e Autoescola

Depois de todas as etapas anteriores concluídas com sucesso, é hora de procurar por um CFC – Centro de Formação de Condutores para a realização do curso teórico de direção.

Atualmente, são obrigatórias 45 horas/aula do curso teórico para tirar carteira de motorista. Cada empresa cobra um valor específico, porém, gira em torno de R$250. Nas aulas, são abordados temas como direção defensiva, significado das placas de trânsito, legislação e primeiros socorros.

Ao final, um teste será aplicado e, com a aprovação, o candidato poderá partir para as aulas práticas. Em caso de reprovação, um novo exame deverá ser marcado gratuitamente após 15 dias.  
Já o curso prático prevê 25 aulas obrigatórias (com quatro delas em período noturno) que podem ser contratadas em autoescolas credenciadas. O candidato deverá optar pela categoria:

A: Motos
B: Carros de passeio
C: Caminhões
D: Ônibus e vans (com passageiros)
E: Veículos com unidades acopladas(carretas)

O valor, como no caso do curso teórico, também varia bastante, mas gira em torno de R$1.300,00 para uma categoria.

Importante: a primeira CNH só poderá ser retirada nas categorias A ou B, sendo possível retirar o documento nas duas categorias simultaneamente. Neste caso, é preciso completar mais 25 horas/aula no curso prático.

Há alguns anos, as autoescolas podem realizar oito destas aulas através de um simulador, que não é obrigatório e sim apenas um diferencial.  

Após finalizadas a carga das aulas práticas, a autoescola emite um certificado que autoriza o aluno a marcar seu exame prático, cuja data deve ser escolhida pelo mesmo. Se o candidato for aprovado, pronto! Se foi reprovado, é só remarcar outro exame prático e boa sorte!

CNH Social: o que é?

Poucas pessoas sabem, mas existe um programa do governo que, desde 2011, possibilita que pessoas com baixa renda econômica possam conquistar sua CNH de forma gratuita.

O programa CNH Social (também conhecido como CNH Popular), vem ajudando pessoas sem condições a conquistarem sua primeira carteira de habilitação e a incluírem nova categoria no documento corrente.

O projeto tem vagas limitadas e são distribuídas em três situações distintas: Primeira Habilitação; Adição de categoria e Mudança de categoria.

Para se inscrever no programa CNH Social, é preciso preencher alguns requisitos como:

  • Ser maior de 18 anos;
  • Saber ler e escrever;
  • Ter renda familiar bruta de até 2 salários mínimos;
  • Estar desempregado há mais de 1 ano;
  • Ser beneficiário de programas sociais como o Bolsa Família e outros
  • Ser estudante de rede pública com bom desempenho;
  • Estar inscrito no CadÚnico.

A inscrição para o programa pode ser feita via internet, através do site do Detran do seu Estado ou o site do Sest / Senat. Depois de realizar o seu cadastro, seus dados serão analisados para confirmar se você se encaixa nos requisitos do programa. O resultado dos selecionados é divulgado no próprio site do Detran na data especificada no edital de cada programa.

Para saber sobre datas e aberturas de editais, acesse o site do Detran do seu Estado!

E aí, restou ainda alguma dúvida sobre como tirar a sua carteira de motorista?

+ Tudo sobre renovação de CNH

+ CNH digital já é uma realidade

Cotação online de Seguro Auto