Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Pode acreditar: o trânsito em SP está ficando cada vez mais rápido!

Trânsito de sp está mais rápido

Pode acreditar: o trânsito em SP está ficando cada vez mais rápido!

A cidade de São Paulo é famosa pelos seus pontos turísticos como o Parque do Ibirapuera, MASP e a Avenida Paulista, pela vida noturna agitada, pela instalação de grandes empresas e pelo trânsito cheio e caótico. Quem anda de carro ou ônibus do transporte público na cidade sabe que não é fácil. Algumas ruas simplesmente travam e você pode passar horas para chegar em casa ou no trabalho. É, realmente enfrentar esses longos congestionamentos do trânsito em sp não é fácil.

Mas esse panorama assustador parece estar mudando. E quem diz isso são duas fontes diferentes.
Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a lentidão no trânsito em horários de pico diminui em 2015 em relação com 2014. Os números são notáveis: entre as 17 e 20 horas a redução foi de 16,6%, já pela manhã das 7 às 10hrs a redução foi de 6,6%. No primeiro horário, a média foi de 95km de lentidão ante 114km do ano anterior. No outro horário, de 75km em 2014 foi para 70km em 2015.

A pesquisa TomTom Trafic Index, o mais importante ranking mundial de medição de congestionamentos, também revela números positivos em relação ao trânsito de São Paulo. Em 2013, a cidade estava em 7º lugar, ou seja, no topo do ranking das cidades que possuem um trânsito caótico – nada positivo. Porém, em 2015 a cidade caiu para a 58º posição, uma grande mudança! O ranking é feito com 295 metrópoles que possui mais de 800 mil habitantes em 38 países diferentes.

E está muito enganado quem pensa que São Paulo é a cidade brasileira com o trânsito mais lento: o Rio de Janeiro é o destaque do país, ficando no 4º lugar. Quem acompanha a cidade maravilhosa no pódio é a campeã Cidade do México, seguida por Bangkok e Istambul.

Para compor o ranking, a TomTom, fabricante de sistemas de navegação para automóveis, analisa o tempo que o condutor gasta dentro de um veículo de transporte individual em trajetos determinados nos horários de pico comparado com o tempo gasto sem congestionamento. Ou seja, o fator tempo é importante para fazer o ranking, quesito que os paulistanos reclamam bastante! Em São Paulo, que é uma cidade grande, você pode demorar mais de duas horas para ir de casa até o trabalho.

Vale lembrar que no ano passado, em 2015, a Prefeitura de São Paulo fez algumas alterações importantes no tráfego da cidade. As vias arteriais tiveram sua velocidade máxima diminuída para 50 km/h. O resultado, segundo dados da CET, é uma queda notável no índice de mortalidade no trânsito e mais fluência na mobilidade veicular. Além disso, o tempo médio gasto nas locomoções feitas de carro pelos paulistanos diminuiu.

O trânsito da capital ainda tem muito o que melhorar! Porém, de pouco em pouco, o tempo gasto dentro dos carros está diminuindo. Além, claro, do menor número de acidentes envolvendo veículos. E vale lembrar: quanto menores forem os riscos que o seu carro corre, menor é o preço do seu seguro auto! Ou seja, quanto mais melhorias no trânsito, melhor.

Mortes no trânsito em sp caem 21%

As últimas notícias sobre o trânsito tem sido positivas para os paulistanos. Um levantamento realizado pela Folha de São Paulo, com base em dados divulgados pelo Infosiga (Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo), mostrou que 2016 teve menos mortes no trânsito no primeiro semestre do que no ano anterior.

Em 2015, até o final do mês de junho, o trânsito fez 599 vítimas fatais. Já neste ano, foram 476 mortos. O número é maior entre pedestres e motociclistas, que ainda são as categorias mais vulneráveis em sp. Agora, em 2016, foram 182 mortes de pedestres e 155 de motociclistas. Além disso, infelizmente, foram 70 mortos em acidentes de automóveis e 12 ciclistas que morreram no trânsito.

A Folha de São Paulo também concluiu que, das 476 vítimas, 380 eram homens, aproximadamente 80% do total. E mais de um quarto dos acidentes envolveu pessoas entre 18 e 29 anos.

Suspensão temporária da inspeção veicular ambiental

A inspeção veicular ambiental, que era obrigatória na cidade com um dos piores trânsitos do Brasil, foi suspendida temporariamente em 2014. Isso aconteceu pois o contrato com a empresa responsável pelo serviço venceu e, desde então, a Prefeitura não contratou outra companhia para fazer o serviço.

Na vistoria, os técnicos verificavam os níveis de emissão de poluentes (como monóxido de carbono, que é bastante prejudicial ao meio ambiente) e de ruído estavam de acordo com os limiteis aceitáveis. Porém, muita gente não concordava com a maneira como ela era feita, já que carros mais antigos não passavam pela vistoria (e para muitos, são eles quem mais poluem e causam danos ao meio ambiente).

Mesmo sem a vistoria, é importante você fazer uma manutenção periódica no seu veículo. Além de diminuir os impactos negativos causados por ele (e são muitos!) você evita passar por dores de cabeça por má manutenção.  Separamos algumas dicas para você fazer a revisão veicular.

 

E agora, qual será a próxima boa notícia que veremos sobre o trânsito em SP?

+ Veja aqui quais são as ruas em São Paulo com mais furto de carro