Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Tudo sobre GPS

Imagem de roda de carros na estrada com a descrição "Tudo sobre GPS"

Saiba tudo sobre essa tecnologia que facilita a nossa vida.

Durante muitos séculos, a maneira mais comum de se localizar era utilizar bússolas, sendo no mar em grandes navegações ou na terra para explorar um novo território. Com o passar do tempo e a chegada da era tecnológica, já não é mais necessário uma bússola, nem um livro com mapas de várias cidades: o GPS ajuda você a se localizar em qualquer lugar do planeta. Acompanhe o nosso post e conheça esta tecnologia que ajuda  você a não se perder.

O que é GPS?

A sigla GPS significa “sistema de posicionamento global”. O aparelho receptor do sinal de GPS (que pode ser seu celular, aparelho específico ou até sua câmera digital) é capaz de localizar a sua posição utilizando satélites que ficam posicionados na órbita da Terra.

 

Origem

Este sistema foi criado em 1978 pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos e até hoje é mantido por eles. Para continuar com o monopólio dessa tecnologia, os militares em 1989 fizeram uma distinção do recebimento do sinal: civis recebiam com um erro de 100 metros de erro da localização e militares com 10 metros.

A primeira vez que o GPS foi usado em uma batalha foi na Guerra do Golfo (1990-1991), porém o numero de receptores que recebia o sinal melhor não era o suficiente para todos os militares, assim eles foram obrigados a usar o receptor civil com sinal ruim. O resultado foi que o Departamento de Defesa liberou o sinal mais potente para todos, a fim de não prejudicar seus soldados. Ao fim da guerra, o sinal foi novamente restrito e só liberado em 2000. Porém, eles desenvolveram um GPS mais eficiente que tem uma margem de erro apenas de 3 metros.

 

Como funciona

O GPS funciona através de uma constelação de 24 satélites que circundam a órbita da Terra, controlados pelo Departamento de Defesa americano.

São utilizados quatro satélites: três para determinar a localização na terra e um para informar a altitude em relação com o nível do mar. Este processo é chamado de triangulação, no qual o receptor calcula quanto tempo cada sinal demorou para chegar nele e consegue estimar a distância.

O receptor de sinal de GPS capta ondas de rádios dos satélites e cruzam as informações para dar a localização aproximada, velocidade, sentido, rota, altitude em relação ao mar e estimativa sobre o tempo para chegar ao percurso.

Como este processo é complexo, um exemplo para facilitar

exemplo de funcionamento do GPS

Veja que somente a distância do Theatro Municipal a localização fica muito ampla. Somada com a distância do Museu Catavento ainda há uma área no meio dos dois círculos muio grande. Agora, com a terceira informação do metrô Sé,a localização é definida quase sem erros.

Vamos supor que você está totalmente perdido em algum lugar de São Paulo e seu destino é a casa da sua sogra.

Para descobrir a sua localização, você pergunta em um estabelecimento onde está, e a resposta é: “você está a 2km do Theatro Municipal”. Um belo fato, mas não necessariamente útil por si só. Você poderia estar em qualquer lugar dentro desse raio de 2km.

Você pergunta para uma segunda pessoa onde está e ela responde “você está a 2,5km do Museu Catavento”. Agora você tem duas informações que quando cruzadas, formam dois círculos com uma área possível da sua localização.

Uma terceira pessoa diz que você está a 1,9km do metrô Sé. Assim, o círculo das informações de distância irá cruzar em só um lugar com os outros, informando a sua localização. Agora você sabe que está na Rua Boa Vista, no centro da cidade.

O GPS funciona dessa maneira, só que os dados que são cruzados são dos satélites. Quando calculados pelo receptor, ele informa qual a sua localização. O quarto satélite do processo funciona para determinar a sua altitude com o nível do mar. Tudo isso ocorre continuamente e em três dimensões.

Pronto, agora que o GPS juntou as informações dos satélites, você pode calcular a rota para chegar a tempo no aniversário da sogra.

 

Tipos de GPS

Atualmente o uso de GPS é eficaz para traçar uma rota na cidade, fazer uma trilha dentro da mata ou andar de bicicleta no interior. Veja quais os tipos mais conhecidos de receptores.

GPS automotivo

O receptor de sinal de GPS mais comum é o automotivo. Com ele é possível traçar percursos e rotas facilmente, utilizando mapas das cidades e locais próximos ao qual o condutor está trafegando. A maioria deles funcionam por comando de voz, para que o motorista não deixe de prestar atenção na estrada para mexer no aparelho. Alguns modelos oferecem TV Digital, câmera de ré, detector de radar e reprodutor de vídeos e músicas.

GPS náutico

Se você quer navegar pelo mar, este GPS é indicado. Este tipo de aparelho se difere do anterior, já que precisam possuir cartas náuticas, ser flutuável e à prova d’água. Eles custam mais caros, já que são mais complexos.  

GPS outdoor

Este receptor possui uma bateria com maior duração, indicado para quem precisa utilizar o aparelho durante longos períodos. Geralmente possui gravação de rota, armazenamento do caminho percorrido, resistente a poeira e a água.

GPS para moto

Ele é mais compacto e mais eficiente do que o GPS automotivo. Indicado para os condutores de motos, que precisam de um aparelho mais sensível ao toque com luvas, adaptação a motocicleta e a prova d’água.

 

Atualização do GPS

imagem de GPS preso no para-brisas com frase "atualização do GPS"

Não fique perdido devido as mudanças de trânsito, ruas ou estradas. Faça a atualização do seu GPS.

Se você usa o GPS com frequência, fazer a atualização dos mapas pelo uma vez por semana evita um erro de rota. É importante realizar este procedimento e deixar seu aparelho sincronizado com uma nova construção, mudança de nome de uma rua ou outros pontos de interesse.

Como atualizar

A atualização é feita através da internet, pelos próprios fabricantes do aparelho ou por pacote de arquivo contendo o novo sistema.

Para realizar o processo, você deve baixar o arquivo em um computador e transferir via cabo USB para o seu GPS. Quando ligar o aparelho, clique duas vezes em cima do arquivo e ele será instalado automaticamente.

Cada fabricante define em quanto tempo será feita a atualização (trimestral, semestral, anual…) e se ela vai ser paga ou não.

Benefícios de atualizar seu GPS

Poupar o tempo: É mais rápido traçar e chegar ao destino com as informações atualizadas.

Rota: Como é indicado a rota mais ágil que evita trânsitos, poupa-se combustível.

Segurança: A atualização permite mais segurança, já que é possível evitar caminhos perigosos

Pontos de interesse: Com os mapas atuais é possível saber onde abriu um restaurante novo ou localizar um caixa eletrônico.

 

Como fazer a melhor compra

Imagem do topo de uma montanha com duas pessoas observando a paisagem com a legenda "Faça a melhor compra de GPS"

Qual os aspectos que devem ser levados em conta para comprar o GPS? Confira!

Escolher um GPS que tenha vários recursos que se adaptam às suas necessidades é uma aposta inteligente

Entrada USB para atualização: Além da atualização, outros pontos são também são importantes, como a entrada USB no aparelho GPS. Ela geralmente é feita através da transferência de arquivos de um computador para o aparelho. Veja se o fabricante disponibiliza a atualização no site deles ou se é cobrado algum tipo de assinatura para isso.

Tamanho: O tamanho da tela deve ser levado em consideração. Se você for usar o GPS para andar de bicicleta, telas grandes não compensam, pois afetarão a visualização do chão. Mas para um carro, este tipo de tela é melhor, já que quanto maior a tela, maior a localização.

Mapas: Verifique se o GPS que você vai comprar possui mapeadas as cidades onde você costuma usar ou pretende viajar.

Adicionais: Compre conforme a sua necessidade. Um GPS para a moto tem que ser a prova d’água. Para quem faz trilha, uma bateria de longa duração é essencial para conseguir se guiar por períodos extensos. Comando de voz é necessário para não perder a estrada de vista. Se a utilização do aparelho é diária, aparelhos que têm funções extras como controle de velocidade média ou identificador de radas é uma boa escolha.

 

Futuro do GPS

Em um futuro não tão distante carros autônomos que lêem mente do condutor não serão coisas de filme de ficção cientifica.

A MicroVision, empresa especializada em tecnologia de display, há alguns anos vem desenvolvendo um sistema que exibe o GPS diretamente no para-brisa dos carros. Com isto, o motorista não precisaria olhar para baixo para o monitor do aparelho, já que tudo estaria sendo exibido à frente dos olhos do motorista.

A Bosch Car Multimedia, empresa de engenharia e eletrônica, desenvolve para a BMW um equipamento parecido com o anterior, chamado Head Up Display. Ele também indica as rotas no para-brisa do carro, porém com realidade aumentada. Setas são projetadas indicando para onde o motorista deve ir. Além de sinalizar situações anormais, como uma bola na estrada, lembrando que o motorista deve ficar atento.

Algo parecido com este sistema foi lançado pela empresa Skully Systems, mas para motociclistas: um capacete inteligente. Com ele é possível controlar a transparência do visor, ter visão traseira através de uma câmera, ouvir música direto com o aparelho e fazer ligação. Tudo isso com uma bateria de 9 horas que pode ser carregada na tomada.

 

Aplicativo e aparelho GPS

Imagem de um celular na estrada mostrando o caminho através do GPS com a descrição "Aplicativo x aparelho GPS"

O aplicativo ou o próprio aparelho GPS? Veja qual é o melhor para seu perfil

Os aplicativos de celular ou tablet que exercem função parecida com o aparelho GPS são chamados de GPS assistido ou apenas A-GPS. Eles utilizam servidores para obter a localização dos satélites e a rede de dados móveis (Por exemplo, 3G ou 4G) para obter a localização. Como o sinal dos satélites pode ser afetado pelas  construções, a rede móvel consegue dar conta do serviço.

Usar o aplicativo ou o próprio aparelho GPS depende muito da função. Para quem utiliza no dia a dia apenas para ir ou voltar do trabalho, um aplicativo pode compensar mais. Mas já para aqueles que utilizam em trilhas ou em motos, um GPS é mais confiável, pois o aparelho é destinado exatamente a esse uso.

Vejas alguns pontos dos dois usos e faça a melhor escolha.

Aplicativos

Vantagens

  • Mapas estão sempre atualizados, já que a fonte é a internet;
  • Troca de aplicativo quantas vezes for necessária;
  • Pontos de interesse sempre atualizados;

Desvantagens

  • Ligação pode interromper a navegação;
  • Tela geralmente menor;
  • Uso de dados móveis, o que desconta na franquia de internet;

GPS

Vantagens

  • Funções adicionais, como TV, câmera de ré, detector de radar e reprodutor de vídeos e músicas;
  • Sincronização rápida e facilidade para traçar rotas;
  • Existem modelos que possuem uma bateria mais longa ou são a prova d’água;

Desvantagens

  • Atualização manual;
  • Geralmente não tem integração com a internet;
  • Utilização somente para o veículo escolhido (carro, moto, bicicleta…);

 

Aplicativos

imagem de pessoa dentro do carro com frase "aplicativos com GPS"

Qual é o melhor aplicativo GPS para meu uso? Veja nossas dicas.

Google Maps

Este aplicativo oficial do Google é excelente para encontrar qualquer localização do mundo. A navegação por GPS no aplicativo é através de rotas, utilizando meios de transporte publico, carro ou a pé. Também é possível ver informações sobre o transito e avaliações de pontos de interesse ao vivo, já que ele mostra os estabelecimentos de determinada região.

O Street View é possível ver quase todas as cidades do mundo em 360°, com fotos tiradas pelo Google  para criar mapas panorâmicos.

Disponível na web, para Android e IOS.

Waze

O Waze é um aplicativo de navegação de trânsito que agrupa as informações dos outros usuários sobre ocorrências de engarrafamento, acidente e outros acontecimentos que podem afetar a circulação pela cidade. Tudo isso, em tempo real e no mundo todo.

O aplicativo, a partir das ocorrências, indica a melhor rota para chegar ao destino, além de obter informações dos estabelecimentos durante o percurso. O usuário pode integrar a sua conta do Facebook com o aplicativo, assim quando ele e um amigo cruzarem o mesmo caminho, eles são notificados do ocorrido.

Disponível para Android e IOS.

Moovit

O Moovit é um aplicativo para quem usa o transporte público de mais de 800 cidades. Nele é possível traçar rotas, baseando com informações em tempo real. Com um banco de dados que constantemente é atualizado, ele indica quais ônibus mudaram de rota ou horário.

O aplicativo é possível compartilhar seu trajeto e conversar com outros usuários. Além de poder enviar informações de atrasos do transporte, lotação ou classificar o motorista, ele alerta ponto em que você precisa descer.

Disponível para Android e IOS.

Drivemode

O Drivemode é um aplicativo para Android que facilita a utilização do aparelho celular como GPS. O ponto mais importante é que ele funciona através da voz: os comandos e as respostas. Com isso, o motorista permanece maior tempo com o olho na estrada e evita acidentes. Você também pode responder mensagem de texto e whatsapp com a voz e sem sair da navegação.

Disponível para Android.