Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Documentação para conduzir um veículo estrangeiro no Brasil

Veículo estrangeiro no Brasil

Documentação para conduzir um veículo estrangeiro no Brasil

Se você vive nas grandes capitais do país ou em uma cidade litorânea ou que, simplesmente, atrai bastante turista, já deve ter observado a quantidade de sul-americanos que estão circulando pelo nosso Brasil. Muitos deles, chegam com os próprios carros. A pergunta é: será que todos sabem como funciona a questão da documentação por aqui?

Por vezes, algumas confusões ocorrem, como não entender nossas leis de trânsito ou a sinalização. E tão importante quanto, é conhecer a documentação obrigatória em território brasileiro.

De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), quem já possui habilitação em seu país de origem deverá realizar um pedido de registro e reconhecimento de habilitação estrangeiro em alguma unidade do Detran. (Para saber qual a unidade mais próxima, basta acessar o site oficial do Denatran: www.denatran.gov.br).

Os documentos que você precisa apresentar são esses:

  • Carteira de Habilitação (original e cópia) do país de origem;
  • Comprovação de entrada e permanência legal no Brasil;
  • Carteira de Habilitação traduzida por um tradutor público juramentado ou pelo consulado do país de origem;
  • Comprovante de residência (original e cópia) emitido com no máximo três meses de antecedência.

É importante mencionar que cada documento apresentado deverá estar dentro da data de validade, incluindo Passaporte.

Ao dirigir pelo país

No Código de Trânsito Brasileiro é possível encontrar todas as regulamentações para quem dirige em território brasileiro.

No geral, não há tanta diferença entre as normas daqui em comparação a outros países da América do Sul. Talvez por isso mesmo, é necessário ficar bastante atento ao comportamento do brasileiro como condutor e pedestre.

Nós costumamos dizer que temos de dirigir pelo outro, isto é, estar atento a cada atitude dos outros motoristas para evitar acidentes. Isso muda de cidade para cidade.

Nas rodovias, pode ser estranho se deparar com tantos caminhões, como transporte de carga. Por esse motivo, atenção dobrada.

Outra dica é adquirir um GPS, até porque não são tantas as cidades com excelente sinalização. Você compreenderá melhor a sinalização e ainda reduz as chances de ficar perdido por aí.

Por fim, aproveite a viagem! Com toda a documentação em mãos, não perca a oportunidade de se deslumbrar com as paisagens e com as pessoas. Curta essa experiência.