Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Saiba porque a vida útil do motor é medida em quilômetros

Imagem de um motor com a legenda "por que a vida útil do motor é medida em quilômetros"

Saiba porque a vida útil do motor é medida em quilômetros

Diferentemente das aeronaves e de outros veículos pesados, a vida útil do motor dos automóveis não depende das horas de uso e sim dos quilômetros rodados.

Isso acontece porque os carros não são utilizados em velocidades constantes na maior parte do tempo, como os aviões.

O anda-e-para no trânsito é um elemento que dificulta a compreensão do desgaste do motor, por isso, os quilômetros percorridos são uma medida mais assertiva e eficiente.

O caso dos tratores, por exemplo, é diferente. Como eles percorrem poucas distâncias, porém trabalham durante muitas horas, sua vida útil é medida por horas de esforço através de um dispositivo chamado horímetro.

Os veículos de passeio estão entre esses dois casos. Graças à variedade de condições, estabeleceu-se a distância como medida para identificar quando é necessária a próxima revisão. Esta é uma medida que facilita e dá mais segurança à vida do motorista.

Uso severo do automóvel e a vida útil do motor

É considerado uso severo de um veículo a sua utilização com motor frio. Isso significa que mesmo que você transite apenas cinco ou seis quilômetros por dia, seu motor sofrerá uso severo porque neste trajeto o motor não atinge a temperatura ideal para rodar.

Esta situação poderia ser contornada se o condutor deixasse o carro “esquentando” na garagem por um tempo, o que não é indicado pelo gasto de combustível desnecessário e pela poluição gratuita.

O grande problema em circular com o motor frio, é a contaminação do óleo do motor pelo combustível. Se o motor está quente o suficiente, a contaminação é eliminada através do sistema de recirculação dos gases no motor.

Freios e câmbios também precisam atingir uma temperatura adequada para funcionarem com o máximo de desempenho.

Para saber quando o motor atinge a temperatura ideal para rodar, preste atenção no ruído da ventoinha. Quando a ventoinha for acionada pela segunda vez, o carro está na temperatura correta e sai da margem considerada de “uso severo” do motor.

Já falamos aqui como você pode descobrir o problema do carro através do barulho do motor.

A dica de ouro é sempre consultar o manual do seu veículo. Nele deverá constar quais os intervalos ideais para revisão em caso de uso severo do motor. Fique de olho na troca das pastilhas também.

A vida útil do motor e a importância do óleo

Uma forma inteligente de lidar com as necessidades do motor do seu carro é programar trocas de óleo alternadamente com as revisões do seu veículo.

Principalmente se o condutor enfrenta constantemente grandes engarrafamentos a menos de 10km por hora ou se suas viagens diárias são de 5 ou menos quilômetros.

Óleos de má qualidade e gasolina adulterada vão reduzir o espaçamento entre uma revisão e outra, fazendo com que o proprietário gaste mais do que deveria com manutenção. Neste post, falamos mais sobre as diferenças entre óleos automotivos e como escolher o melhor para seu veículo.

Tem alguma dúvida? Escreva pra gente nos comentários!

Veja também:

+ Veja as novas regras para a suspensão da CNH

+ Revisões pre-pagas valem a pena?