Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

O que é Seguro de Acidentes Pessoais de Passageiros?

Essa é uma modalidade de seguro comercializada juntamente com o seguro de automóveis, garantindo cobertura para todos os ocupantes do veículo segurado.

Ele prevê indenização em acidentes onde haja morte e/ou invalidez (total ou parcial), além de outros demais riscos causados única e exclusivamente de forma acidental.

Isso significa que caso você sofra um acidente e algum passageiro venha a falecer ou sofrer invalidez de algum membro, você pode indenizá-lo ou à sua família com essa cobertura adicional. Algumas seguradoras também indenizam as despesas médico-hospitalares que incorram sobre o passageiro, no limite da indenização.

As indenizações do seguro auto com cobertura para Acidentes Pessoais de Passageiros são baseadas a partir de tabela criada pela Susep (Superintendência de Seguros Privados). Na tabela consta os tipos de invalidez que podem ocorrer em acidentes e estipula uma porcentagem que deve ser utilizada no pagamento da indenização. Essa porcentagem é aplicada sobre a importância segurada.

Por exemplo: se o segurado contratar um seguro com proteção à passageiros no valor de 50 mil reais, e esse mesmo passageiro sofrer um acidente no carro onde sofra surdez total sem cura, o valor a ser pago de indenização seria 10 mil reais – já que a porcentagem definida para esse tipo de invalidez é de 20% sobre os 50 mil segurados. Veja aqui as dúvidas sobre seguro de acidentes pessoais.

Confira a tabela abaixo com os dados e porcentagens relativas a cada tipo de invalidez:

Cálculo de Danos em Acidentes Pessoais
 Danos Corporais Totais Percentual da Perda
Perda completa de ambos os membros superiores ou inferiores (membro ou funcionalidade) 100%
Perda completa de ambas as mãos ou de ambos os pés (membro ou funcionalidade) 100%
Perda completa de um membro superior e de um membro inferior (membro ou funcionalidade) 100%
Perda completa de visão em ambos os olhos 100%

Lesões neurológicas que levem aos seguintes quadros

  • dano cognitivo-comportamental alienante;
  • impedimento do senso de orientação espacial e/ou do livre deslocamento corporal;
  • perda total do controle esfincteriano;
  • comprometimento de função vital.
100%
Lesões em órgãos e/ou estruturas crânio-faciais, cervicais, torácicas, abdominais, pélvicas ou retro-peritonais em que haja perda de funções físicas ou comprometimento das funções vitais  100%
Danos Corporais Segmentares Parciais Percentual de Perda
Perda de um dos membros superiores e/ou de uma das mãos (membro ou funcionalidade) 70%
Perda de um dos membros inferiores e/ou um dos pés (membro ou funcionalidade) 50%
Perda total de mobilidade de um dos ombros, cotovelos, punhos, dedo polegar, quadril, joelho ou tornozelo 25%
Perda de um dos dedos da mão ou do pé (membro ou funcionalidade) 10%
Surdez completa, mudez completa ou perda da visão de um olho 50%
Perda total da mobilidade de um único segmento da coluna vertebral – exceto Sacral (anterior ao Coccix) 25%
Perda integral do baço por intermédio de retirada cirúrgica 10%