Plano de Saúde ou Seguro de Vida: qual devo escolher?

imagem de equipamentos médicos para texto sobre doenças preexistentes no seguro de vida e seguro de vida ou plano de saúde

Plano de Saúde ou Seguro de Vida: qual devo escolher?

Pensar em saúde não é brincadeira. Existem vários fatores que devem ser considerados na tentativa de garantir para a sua família um futuro de qualidade e  com tranquilidade. Nesse cenário, você já pode ter considerado adquirir uma das duas opções mais comuns de produtos na área: o seguro de vida ou o plano de saúde. A escolha muitas vezes emperra no valor de ambos e muita gente fica sem saber por qual dos serviços optar.

Em primeiro lugar, é preciso entender qual a diferença entre os dois. Nesta publicação vamos traçar as principais diferenças entre esses produtos. Vamos também analisar os benefícios de cada um, bem como as obrigações que eles demandam ao longo do tempo.

+ Diferenças entre plano de saúde e seguro saúde

Seguro de Vida ou Plano de Saúde: diferentes produtos, diferentes propósitos

O ideal, claramente, é poder usufruir de ambos os serviços, pois eles têm propósitos distintos, no fim das contas. Por outro lado, o investimento necessário para manter ambos pode ser bem alto mês a mês, dependendo de quantas pessoas deverão ser incluídas como beneficiários, da extensão da cobertura e assistência, do valor do prêmio etc.

O problema é que muitos pensam em substituir simplesmente um serviço pelo outro. Vamos mostrar que não é tão simples assim escolher entre seguro de vida ou plano de saúde.

Tanto o seguro de vida quanto o plano de saúde são serviços que oferecem assistência em casos de emergências de saúde. A diferença principal, porém, está no momento de uso e função de cada um deles.

Com o plano de saúde, você e seus dependentes podem utilizar serviços de saúde dos mais variados, desde exames preventivos a atendimento hospitalar. Cada vez que você utiliza um desses serviços, o plano faz a cobertura para você. Por isso, um valor mensal é cobrado para que você tenha acesso aos benefícios pré-determinados. 

No seguro de vida, você ou seus familiares têm apoio financeiro no momento em que alguma emergência de saúde, geralmente grave, ocorre. O seguro é acionado somente mediante o que as seguradoras chamam de “sinistro”. O sinistro é definido na apólice, bem como o valor da indenização e quando usar. 

A boa notícia é que o mercado de seguros de vida e de planos de saúde, hoje, oferece uma grande variedade de opções que se adequam a qualquer bolso e às mais diversas necessidades. Por isso, quanto mais você entender sobre o funcionamento e particularidades de cada um, mais condições terá para decidir o que é melhor para você e para seus familiares.

Como funciona o Plano de Saúde?

O plano de saúde é um serviço no qual empresas privadas e operadoras credenciadas fornecem assistência médica e hospitalar. Os planos podem ser contratados nas modalidades: individual, familiar ou coletiva. Outra versão bastante comum do plano de saúde é a empresarial, em que o contratante oferece aos seus empregados o plano como um benefício além do salário.

Cotação online de Planos de Saúde

Todas as instituições que oferecem planos de saúde devem seguir as regras estabelecidas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), vinculada ao Ministério da Saúde. É este também o órgão para o qual você deve enviar reclamações ou denunciar possíveis abusos praticados contra você pelas operadoras de plano de saúde.

Em caso particular (individual ou familiar), o plano de saúde é contratado diretamente com a operadora. Por isso, preste bem atenção ao tipo de cobertura e assistência que está sendo contratado.

As coberturas podem variar de um único município para estadual, vários estados e até todo o território nacional.

Após escolher a cobertura, o próximo passo é verificar os tipos de assistência:

  • Ambulatorial (só para consultas, exames e terapias);
  • Hospitalar, para os casos de interação. Neste podem ainda incluir ou não cobertura para partos; exclusivamente odontológicas;
  • E a combinação de um ou mais elementos citados. 

As empresas são obrigadas a detalhar todas as coberturas e assistências de cada plano em seus respectivos websites. Quanto mais completa, mais caro pode ser o plano de saúde. 

Você também pode encontrar opções no mercado de planos de saúde com coparticipação, no qual o usuário paga apenas uma parcela do valor dos exames e consultas. Nessa modalidade, geralmente a mensalidade é menor pois depende da frequência do uso. 

Como funciona o Seguro de Vida?

Continuando a falar das diferenças entre seguro de vida ou plano de saúde, vamos focar mais do seguro de vida. 

Cotação online de Seguro de Vida

Diferente do plano de saúde, que oferece assistência médica e hospitalar, o seguro de vida é um produto feito para garantir a sua estabilidade financeira e de quem você ama, mediante uma emergência grave.

Muitas vezes falar sobre seguro de vida pode ser um tabu. Algumas pessoas ainda veem o produto como algo negativo, mas na realidade ele deve ser encarado como um planejamento financeiro para a ocorrência de imprevistos graves.

Diferente do que muitas pessoas pensam, o seguro de vida não se resume à cobertura de morte acidental ou natural. O seguro de vida pode também pode ser contratado para o caso de uma doença grave ou invalidez permanente.

Qualquer pessoa pode contratar o seguro de vida. O cálculo dos valores da apólice, documento que vai reger todas as regras do seguro, é mais flexível do que os valores das mensalidades dos planos de saúde.

Como é feito esse cálculo? O prêmio é o montante que será pago como indenização para as pessoas que você escolher, podem ser familiares, filhos e até amigos. Com base no valor do prêmio, será o valor das parcelas a serem pagas. Logo, quanto maior a cobertura oferecida pela indenização, maior será o valor das mensalidades do seguro.

No caso da cobertura de uma doença grave ou por invalidez (parcial ou permanente) você pode acionar o seguro para receber a indenização após o diagnóstico, para tratar determinada doença, ou a partir da ocorrência que causou a incapacitação da pessoa de forma temporária ou permanente. Fique atento apenas no momento da contratação. Avalie junto à sua corretora quais doenças estão cobertas, bem como quais os riscos excluídos.

Com essas explicações deu para entender por que é difícil optar por contratar seguro de vida ou plano de saúde? Se possível, conte com os dois. 

Veja também: