Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Contratar um Seguro de Vida Vale a Pena?

imagem de um bebe e uma criança deitados na cama com a legenda: o seguro de vida vale a pena?

Contratar um Seguro de Vida Vale a Pena?

imagem de um bebe e uma criança deitados na cama com a legenda: o seguro de vida vale a pena?

O seguro de vida vale a pena? Veja aqui!

Muitos pensam que o seguro de vida é útil apenas em caso de morte. Mas não se engane: esse seguro vai muito além. Você pode escolher outras diversas coberturas que melhor se encaixam com a sua vida. Mas mesmo com tantas opções de proteção que esse seguro oferece, será que o seguro de vida vale a pena? Vamos falar um pouco mais sobre isso e como as coberturas podem te ajudar no momento de aperto.

Quais proteções o seguro de vida oferece?

O seguro de vida tem a principal função de proteger você ou quem você ama contra instabilidade financeira. Isso acontece porque em diversas situações, você e seus dependentes poderão ser indenizados. Veja abaixo algumas das coberturas disponíveis.

Morte acidental ou natural – Esta é a cobertura mais conhecida do seguro de vida, porém não é a única. Com ela, os beneficiários recebem o valor estipulado na apólice no caso de morte do segurado.

Assistência funeral individual ou familiar – Muitas vezes, o funeral de um familiar pode causar a instabilidade financeira. Com essa cobertura, o segurado recebe indenização para o pagamento das despesas funerárias, tanto para o seu próprio ou de cônjuges e filhos menores de 18 anos.

Invalidez permanente total ou parcial por acidente – Contratando essa proteção, o segurado recebe indenização no caso de redução ou perda definitiva da função de algum órgão ou membro de forma total ou parcial.

Doenças graves – Com essa proteção, o segurado garante indenização no caso de doença grave coberta para realizar o tratamento. Entre as doenças cobertas estão o câncer e  o acidente vascular encefálico.

Cobertura de despesas médicas – Com essa cobertura na sua apólice, você garante o reembolso dos valores gastos com despesas odontológicas e médico-hospitalares causadas por acidentes cobertos.

Diária por incapacidade temporária – Essa cobertura é indicada para pessoas que trabalham por conta própria. Por receberem de acordo com o quanto trabalham, um acidente que impeça de realizar as suas atividades pode causar instabilidade financeira. Para evitar isso, essa cobertura garante indenização das diárias em situações que precise de afastamento temporário do emprego devido acidentes previsto na apólice.

Mas afinal, o seguro de vida vale a pena?

Assim como qualquer seguro, contratamos com a intenção de não precisar usar, porém se for necessário, temos a proteção para aquela situação. Por isso, é preciso pensar no seguro de vida com certa frieza, a fim de contratar as melhores opções para você e sua família.

Qual o preço do seguro de vida?

Certamente a proteção e estabilidade financeira da sua família não tem preço. Esse é um dos motivos pelo qual o seguro de vida vale a pena, principalmente se você é responsável pela renda familiar.

Muitas pessoas veem o custo do valor desse seguro como apenas mais uma conta a pagar, porém ele deve ser visto como um investimento para a sua família. Um exemplo disso é que muitas famílias pagam um alto custo do seguro de carro, mas não investe 1/10 do valor no seguro de vida.

+ Preciso de seguro de vida se eu já tiver o seguro de vida da empresa?

Vamos imaginar que você trabalha como contador no seu próprio escritório. Um certo dia, você cai da escada e quebra a perna, precisando ficar em casa com o membro imobilizado.

Nessa situação, certamente esse repouso impede de receber pelo seu trabalho, o que pode causar instabilidade financeira. Ou seja, faltar dinheiro dentro de casa.

Então, você que tem filhos ou dependentes que necessitam da sua ajuda, é interessante pensar com carinho em contratar um seguro de vida para garantir que na sua ausência haja recursos para blindar a sua família contra dificuldades financeiras.

Ficou interessado em saber quanto custa o seguro de vida? Veja a nossa postagem especial sobre o assunto.

E para quem não tem dependentes e filhos?

Se você é mais jovem, deve estar se perguntando o porquê contratar um seguro de vida nos seus vinte e poucos anos.

No caso de ainda não ter dependentes ou cônjuge, o seguro de vida pode não ser a melhor opção para você.

Porém, se nessa mesma situação você é um profissional liberal, a cobertura de diária por incapacidade temporária ou invalidez permanente majorada pode ajudar você contra acidentes. Assim como a cobertura de despesas médicas e doença grave.

Enfim, mesmo que você não tenha construído a sua própria família, o seguro de vida pode ajudar você a não ficar dependendo da sorte.

+ Melhores coberturas do seguro de vida para médico

Custo benefício do seguro de vida

Como visto anteriormente, o seguro de vida tem diversas coberturas para diversas situações da sua vida.

Saber escolher cada uma delas para incluir na sua apólice pode garantir a proteção correta.

Você trabalha em um ambiente de risco, como na linha de produção de uma fábrica? A cobertura de invalidez permanente é indicada para você.

No caso da sua família ter um histórico de certas doenças, como câncer, é apropriado incluir na apólice a cobertura de doenças graves.

Agora, se você não possui nenhum tipo de convênio médico, contratar a cobertura de despesas médicas pode ser uma boa para você.

No momento da contratação, é importante conhecer quais são as coberturas e quais se encaixam melhor na sua vida. Para isso, sempre converse com a sua corretora de seguros, que vai te auxiliar na escolha do melhor seguro para você.

Veja também como o seguro de vida resgatável pode ajudar você em imprevistos.

Faça agora mesmo uma cotação de seguro de vida e veja como é fácil proteger quem você ama.