Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Agora só mais uma selfie… para o seguro de vida

imagem: duas mulheres tirando uma selfie com o celular. escrito: selfie e o seguro de vida

Agora só mais uma selfie… para o seguro de vida

Você tira uma foto estilo “selfie” e o resultado demonstra se você está num bom dia, se as expressões faciais estão ok, se o seu cabelo está de bem com você. Mas não só isso. Hoje existem tecnologias que te mostram se você está envelhecendo bem.

Como assim?

Pois é. Uma análise fácil é capaz de revelar vários fatores, inclusive, expectativa de vida!!!

Seus contornos faciais e manchas no rosto contam uma história. Alguns seguros de vida vêm agora trabalhando com algumas tecnologias e utilizam dados para estimar expectativa de vida. Com esses dados em mão, é que tomam decisões sobre os preços. Seria o fim do exame médico do seguro de vida?

Os dados estão começando a ser utilizados

Há muitas empresas no mundo utilizando tais dados e estudando novos modelos estatísticos e de inteligência artificial para a tomada de decisões, a fim de aumentar as vendas de seguro de vida. Até porque, o consumidor, no geral, não gosta do processo de espera tradicional que implica uma série de processos que leva semanas, ou meses, e, em algumas ocasiões, requer exame médico.

Mas uma coisa é certa: para topar tirar essa foto e se deixar ser analisado de tal modo, você precisa estar se sentindo muito confortável. Existe muita diferença entre tirar uma foto de perfil para postar na página do seu Facebook e tirar uma foto para entregar a uma seguradora que utilizará tecnologias avançadas para te analisar, checar sua idade, massa corporal, se envelhece com mais rapidez do que outras pessoas da sua idade, e até verificar sua expectativa de vida.

Mas os erros podem existir, e você acabar pagando por um plano que não condiz com a realidade. A maioria das tecnologias conseguem detectar maquiagem, porém, não identificam cirurgia plástica, por exemplo.

Para as seguradoras, vale a pena, porque no geral os consumidores compram os planos de forma instantânea, enquanto que podem levar ao menos um mês caso seja necessário um exame médico. E eles geralmente não têm paciência de esperar – exatamente por isso, muitas vezes, estão comprando pela internet, por exemplo.

Algumas pesquisas de mercado realizadas por seguradoras nos Estados Unidos demonstraram que os consumidores até topam enviar a foto se isso significa contratar a cobertura rapidamente. Se fazer isso facilita a vida, no sentido de economia de tempo, então tudo bem.

Qual a sua opinião sobre isso? Você pode contar pra gente, logo abaixo, nos comentários.