Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Planejamento financeiro empresarial: como fazer

Assim como ter um bom planejamento financeiro pessoal, cuidar da vida financeira de uma empresa com um bom planejamento financeiro empresarial tem importância ímpar. Ele e é parte imprescindível para o sucesso da sua empresa.

Imagem de pessoa analisando gráficos para ilustrar Guia sobre planejamento financeiro empresarial

Fazer um bom planejamento financeiro da sua empresa é fundamental em tempos de crise.

Segundo os especialistas, uma boa organização financeira empresarial é medida primordial para as empresas. Ela contribui para as tomadas de decisões em momentos difíceis e também para o seu crescimento. Até mesmo quando a instabilidade econômica entra em cena.

Já apresentamos informações para aqueles que desejam mergulhar de cabeça em um eficiente planejamento financeiro pessoal. Mas agora chegou a hora de dedicar atenção ao planejamento financeiro empresarial.

Afinal, quando se tem uma empresa para administrar, pensar em inovações, lançamentos e estratégias de marketing ou de vendas não são os únicos temas que devem entrar na pauta.

É preciso ter um planejamento financeiro muito bem arquitetado. Assim, a empresa poderá prosperar e ter sempre uma saúde econômica adequada, evitando contratempos ou medidas drásticas como, até mesmo, demissões.

+ Principais riscos para donos de negócios 

O que é preciso para realizar um planejamento financeiro empresarial nota dez?

De acordo com os especialistas, está aí um assunto que merece atenção constante do empreendedor.

Para início de conversa, um bom planejamento financeiro empresarial vai além da análise geral de todas as receitas e despesas obtidas. Ele requer acompanhamento diário (caso não seja possível, é recomendado o acompanhamento semanal) para atualização das informações e controle do que foi planejado. Assim, você fará uso do seu dinheiro de forma mais adequada.

Como se vê, trata-se de um assunto que tem começo e meio, mas nunca tem fim. É preciso estar sempre atento às contas.

Para que isso ocorra, muitas empresas contam com a ajuda de profissionais especializados no assunto, como os contadores, por exemplo.

Mas o mais importante, tendo ou não uma colaboração técnica, é estar atento a alguns pontos que trazem equilíbrio ao planejamento financeiro empresarial.

Selecionamos algumas dicas para você conferir agora mesmo e transformar o planejamento financeiro da sua empresa em sucesso.

E saiba que planejar as finanças do seu negócio pode ser mais simples do que você imagina. Leve em conta a sua dedicação, disciplina e atenção para chegar lá!

Mais motivos para tratar desse assunto ainda hoje mesmo? Estamos no início do ano, época propícia para falar sobre o tema, é tempo de colocar tudo em ordem!

Afinal, não ter um planejamento financeiro empresarial completo é sinônimo de dificuldade para realizar o que você tanto deseja. Ou mesmo reconhecer as melhores oportunidades para o seu negócio.

Preparado? Vamos lá?

+ O que é CNPJ?

+ O que é MEI

Confira dicas essenciais para o sucesso do planejamento financeiro da sua empresa

Orçamento anual

O primeiro passo é fazer um orçamento anual. Calcule, com base em sua estimativa, o quanto receberá e também o quanto gastará no decorrer do ano, sinalizando os períodos. É claro que são previsões. Mas conte sempre com suas referências práticas e também esteja apoiado em um cenário econômico bem realista. É importante incluir um seguro empresarial no seu orçamento. Ele pode proteger o seu patrimônio de imprevistos.

Gastos e lucros detalhados

Nas previsões que você deve fazer, pense sempre nos gastos e lucros que integram todas as etapas de todos os processos produtivos da sua empresa. Com base nisso, você poderá traçar as metas que deseja alcançar.

Pequenas despesas

Além dos grandes gastos como, por exemplo, o pagamento do aluguel do espaço, dos impostos e dos salários, não deixe de contabilizar também as despesas mais modestas. Entre elas estão, por exemplo, material de escritório, internet, etc. Tudo deve entrar na conta, pois cada detalhe deve ser contabilizado.

Atenção constante

Como já foi dito, é imprescindível registrar e acompanhar a movimentação feita – o que entra e o que sai – bem de perto. Trata-se de uma operação constante, diária. Outro ponto essencial: esteja atento aos prazos de pagamento das contas e dos valores a receber.

Controles

Organize um sistema que mostre o controle financeiro semanal e mensal da sua empresa. Assim, será possível saber quais são os períodos de mais rentabilidade. Com esse controle será possível também reconhecer os períodos de menos lucro, permitindo que se prepare para esse momento de baixa.

Não aos juros

Assim como na vida financeira pessoal, sempre é válido negociar descontos para pagamentos à vista com os seus fornecedores, economizando. Isso é essencial para seu planejamento financeiro empresarial.

Parcelas

Caso ocorram compras parceladas, lembre-se de anotar todas as parcelas no planejamento mensal. Elas serão descontadas e precisam ser contabilizadas.

Sem desperdícios

Há itens considerados supérfluos na sua empresa? Corte-os! Diminuir ou mesmo acabar com gastos desnecessários pode ser uma excelente iniciativa em favor do futuro financeiro da sua empresa.

Caixas separados

Mantenha sempre separados os valores destinados aos sócios. Nunca misture a conta pessoal com a conta empresarial. É um erro achar, por exemplo, que por ser o dono da empresa as contas podem ser misturadas. Mantenha bem separado o seu planejamento financeiro empresarial e pessoal.

Reserva financeira e capital de giro

Tenha sempre uma reserva financeira para imprevistos, evitando empréstimos. Além de ter uma quantia reservada para dar mais tranquilidade para tocar o negócio é importante saber administrá-la. Esse capital deve ser usado em compromissos imediatos ou mesmo com problemas de última hora.

Empréstimos

Nem é preciso dizer que o ideal é evitar os empréstimos. Mas, caso sejam necessários, é preciso estar atento às condições de pagamento como juros e taxas de administração impostos pelos bancos. Pesquise bem antes de tomar a decisão final.

Auxílio especializado

Caso acredite que não tenha condições de controlar ou mesmo traçar o planejamento financeiro empresarial sozinho, considere o auxílio de um profissional como um consultor ou contador.

Lembre-se também de contar com a tecnologia a seu favor. Novos softwares que estão à disposição no mercado permitem o gerenciamento financeiro das empresas com rapidez e eficiência.

E mais: há softwares gerenciais personalizados, que atendem às necessidades de cada tipo de negócio.

Faça uma pesquisa e avalie as opções! É possível, por exemplo, acompanhar em tempo real as contas a pagar e a receber. Assim como analisar se o negócio está dando lucro ou não.

Com preços acessíveis, essas ferramentas podem ser o seu braço direito. Descomplicando o que o impede de ir em busca de uma organização que só trará benefícios para a sua empresa e consequentemente para o seu bolso.

Conheça alguns seguros empresariais no mercado:

+ Seguro empresarial Itaú

+ Seguro empresarial Caixa

+ Seguro empresarial Porto Seguro