Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Castrar cachorro e gato: veja qual é a melhor hora

Castrar animais: veja quando

Castrar cachorro e gato: veja qual é a melhor hora

Com o aumento da população de cães e gatos nas ruas, a castração tem-se mostrado como uma alternativa que ajuda, e muito, a reduzir a superpopulação de filhotes sem lar. Mas não é só isso. De acordo com especialistas, o procedimento previne doenças, como câncer de mama e de próstata, infecções uterinas, e até aumenta a expectativa de vida dos bichinhos.

Entre outros pontos que devem ser levados em conta para essa tomada de decisão, que nem sempre é fácil para os donos, está o comportamento animal: fêmeas e machos castrados tendem a se tornarem menos agressivos e mais pacientes com os donos. E não se engane: no caso dos cães, eles continuam sendo bons guardiões da casa. Eles param de fugir atrás de cadelas e de se envolverem em brigas com outros machos por elas. Em relação aos gatinhos, uma mudança facilmente observada é que esses também diminuem o hábito de fazer xixi por todo lado para demarcação de território. Quer saber mais? Confira.

A idade certa

Embora não exista uma idade considerada ideal, há um consenso entre os veterinários de quando o animal de estimação terá uma recuperação pós-operatória mais rápida. Desse modo, o mais indicado é que a cirurgia seja realizada por volta dos seis meses de idade, ou seja, antes do primeiro cio das fêmeas e quando os animais já tomaram todas as vacinas. Contudo, mesmo que seu pet já seja adulto, não deixe de castrá-lo, porque a cirurgia poderá garantir a ele mais tempo de vida. E nem precisa se preocupar com o procedimento, que além de simples, conta com anestesia geral. Seu animalzinho não vai sentir dor.

Como funciona

Para as cadelas e gatas, o que ocorre é a retirada dos ovários, do útero e das tubas uterinas. A partir da cirurgia, não entrarão mais no cio e, com isso, também se livram dos riscos de câncer de mama.  Neles, o que ocorre com o procedimento cirúrgico é a extração dos testículos.

Castrar gato ou cachorro: saiba mais

Não, ele não ficará mais tristes, até porque não sabe que foi castrado. E comumente não engorda por causa da cirurgia, a não ser que tenha problemas hormonais. Em alguns casos, pode haver aumento do apetite, mas o que muitas vezes ocorre é que, com a redução do interesse sexual, torna-se sedentário.  Assim, cabe a você controlar a dieta do bichinho e sua atividade física.

Muita gente fica na indecisão sobre castrar ou não o seu pet, mas na maioria das vezes esse é um procedimento necessário e que traz muitas vantagens para o bichinho.

Atente-se se o bichinho tomou todas as vacinas necessárias e se tem algum problema que pode comprometer a cirurgia. Um seguro pet pode ser bastante útil, já que funciona como um plano de saúde para seu animal, com vacinas, consultas veterinárias e emergência.

Veja também:

+ Como dar banho em gato?

+ Quais as raças mais inteligentes de cachorro?

+ Conheça o sensor de presença pet