Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Como deixar a casa segura para idosos

Casa segura para idosos

Como deixar a casa segura para idosos

Você tem um vovô ou uma vovó morando com você? Se sim, já sabe que todo cuidado é pouco e que os idosos precisam de cuidados específicos para terem uma boa qualidade de vida. Por exemplo, aqui no Blog já falamos em como o seguro residencial pode ajudar o idoso no dia a dia, como o seguro auto é importante para maiores de 60 anos e quando um idoso deve parar de dirigir.

De acordo com o levantamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2013, o Brasil tinha cerca de 15 milhões de idosos. A estimativa é que em 2060 esse número salte para 56 milhões. A perspectiva, portanto, é que o país envelheça cada vez mais e que a expectativa de vida aumente ao longo das próximas décadas.

Para cuidar bem de um idoso é preciso tomar algumas ações em prol do seu conforto e da sua segurança. Abaixo, listamos algumas mudanças que você pode fazer em casa para evitar acidentes domésticos, responsáveis por mais de 70% das quedas e internações de brasileiros e brasileiras acima de 60 anos.

E nada é tão complicado. Veja que pequenas mudanças podem fazer toda a diferença!

1- Cuidados no banheiro

O banheiro é um dos cômodos onde mais ocorrem acidentes envolvendo idosos. Por isso, é importante adotar certas modificações:

– aposte em tapetes de box antiderrapantes. Isso evitará quedas durante o banho.

– deixe shampoos e sabonetes a uma altura confortável para o idoso, de modo que ele não precise esticar muito o braço, ficar na ponta dos pés ou ainda se abaixar para alcançá-los.

2- Libere espaço para circulação

Retire móveis dos espaços de circulação da casa e libere espaço para que o idoso possa transitar sem interferência. Mesinhas baixas, objetos de decoração pontiagudos e móveis que “estrangulam” o espaço de trânsito são obstáculos perigosos que podem causar ferimentos neles.

3- Cuidado com escadas

Se a casa possuir escadas e não for possível instalar elevadores, opte por corrimãos para que o idoso possa se apoiar com segurança e minimizar os riscos de queda.

4- Retire os tapetes

Tapetes podem ser os grandes vilões nas casas de idosos. Evite ao máximo a utilização de tapetes para que o idoso evite tropeçar. Quanto menos obstáculos no caminho, mais seguro será o ambiente.

5- Faça adequações de camas

Deitar e levantar da cama pode se tornar uma tarefa árdua para os idosos. Providencie uma readequação de altura e de acordo com as necessidades da pessoa para que ela minimize todos os esforços nessa situação. O colchão também pode ser adaptado, sendo trocado por outro de maior altura ou densidade.

Se o idoso precisa passar muito tempo de repouso ou está impossibilitado de sair da cama, aposte no colchão “casca de ovo”, que evita escaras por longo tempo de permanência na mesma posição. Também existem camas com automação dos pé e da cabeceira que facilitam a movimentação do idoso e melhoram a sua qualidade de vida.

6- Conserte pisos quebrados

Piso frio e tacos de madeira fora do lugar podem ser perigosos para idosos com problemas de locomoção. Quedas e ferimentos são recorrentes e podem ser evitados com uma pequena reforma no piso.

O Seguro Residencial pode ajudar

Com essas dicas, seu lar vai ficar mais seguro para os moradores e visitantes com mais de 60 anos. Além disso, você pode contratar um seguro residencial. Ele tem coberturas e assistências que podem ser bastante úteis para esse público.

Por exemplo, algumas seguradoras oferecem um check up para idosos, que realiza vistoria em itens de segurança e locomoção.

Faça uma cotação de seguro para o seu lar e fique mais protegido!