Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Oito dicas para economizar na construção de sua casa

Como economizar na construção da casa?

Oito dicas para economizar na construção de sua casa

Construir a casa própria é um sonho para muitas famílias. É motivo de alegria e de orgulho. Levantar as paredes do zero e tomar decisões importantes, como a disposição dos cômodos, de quem é o quarto maior, o espaço das crianças, a casinha do cachorro, se vai dar pra colocar churrasqueira, piscina ou jardim, tudo isso se torna uma gratificação. Nenhum morador viveu ali antes, tudo é escolhido nos mínimos detalhes e um novo lar nasce.

Mas nem tudo é tão bonito. Se não for bem planejado, você pode gastar um dinheirão. Em termos de economia, culturalmente, o brasileiro não tem se saído muito bem: compras a prestações, pagamentos de juros altos, aquisição de materiais sem ter dinheiro para o investimento todo. Aquela velha história. Para não passar aperto, use as nossas dicas e saiba o que fazer para caber tudinho em seu orçamento.

Defina prioridades

É preciso colocar gesso na casa toda neste momento? É importante aplicar o mármore agora? E quanto às luminárias? O que dá pra esperar?

O azulejo precisa seguir até o teto?

Não tenha medo de fazer perguntas. Busque compreender a necessidade de cada item dentro do projeto e assinale aqueles dos quais você não pode abrir mão.  Corte o desnecessário e o supérfluo.

Construa na vertical

O que também pode ser útil saber é sobre a necessidade de construir uma casa grande. Se sim, você pode baratear os serviços com um sobrado. Por exemplo, você usa o mesmo tipo de fundação e o mesmo telhado.

Esqueça as paredes

Para que tantas paredes se vivemos em 2016? Você pode conjugar os ambientes e se tornar referência, moderninho. A cozinha pode dar espaço para a sala de jantar. Deixe que os móveis definam cada ambiente.

Use o poder da barganha

Negocie com fornecedores. Visite diferentes lojas para a compra dos materiais de construção e veja quem te oferece os melhores preços e condições de pagamento. Se possível, compre todos os materiais necessários de uma única vez, para conseguir descontos. Invista tempo nessa pesquisa. Exaustivamente. Poupe dinheiro com a melhor negociação, mas não com os materiais, que precisam ser de boa qualidade, para a manutenção da casa e para que tudo dure ainda muitos anos. É a sua casa, é o seu sonho!

Escolha os materiais

Verifique tudo o que você pode comprar sem precisar ir a uma loja de construção. Em uma distribuidora de aço, talvez consiga os ferros. São muitos os tipos de tijolos e telhas, por isso você encontrará as opções mais em conta. Tijolos com oito furos costumam ser mais baratos do que aqueles de nove. Depois, confira se tudo o que você comprou foi entregue. Sim,  quer dizer calcular até a quantidade de tijolos. No acabamento, fuja daqueles materiais da moda, que está todo mundo adquirindo, seja no vaso sanitário, box do chuveiro ou para escolher torneiras. Eles são mais caros. Por fim, cuidado com o estoque de materiais. Proteja-os da chuva e da deterioração. Você não vai querer comprar tudo de novo.

Lidere a sua construção

Você terá de acompanhar de perto o projeto, comandar algumas atividades, verificar a perfeita execução do trabalho de pedreiros, eletricistas, engenheiro, arquiteto. O sacrifício vale a pena se você quiser poupar dinheiro com a contratação de alguém para fazer essa mediação entre os profissionais de diferentes habilitações.

Aprenda a pintar

Não é difícil, se houver um prévio preparo, tanto para garantir sua segurança, quanto para não acabar desperdiçando e gastando demais. Pode ser até divertido. Convide seus familiares e amigos mais próximos para ajudar a pintar a sua casa.

Desperte voluntários. Tem filhos pequenos? Ajude-os a escolher a cor da parede do quarto e use a ajuda divertida deles! Mobilize-os em direção ao seu objetivo. Você economiza com mão de obra e todos participam deste seu momento histórico.

E se ainda não tiver onde construir a casa, veja algumas dicas para escolher o terreno.