Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Evite incêndios domésticos

Evite incêndios na sua casa

Evite incêndios domésticos

Ninguém gosta de pensar, mas infelizmente imprevistos ruins acontecem dentro da nossa casa. Por mais protegido que você pareça estar, a residência pode passar por situações nada agradáveis, como roubo ou furto, alagamentos, curto-circuito e outras que irão causar uma grande dor de cabeça, além de perdas financeiras e de objetos que possuem um valor emocional para você (não seria nada legal ter a sua mesinha de centro que foi passada de geração em geração na sua família danificada em um alagamento).

Uma das principais ocorrências de acidentes domésticos são os incêndios. Eles ocorrem por diversas causas e podem destruir boa parte dos bens materiais que estão dentro da residência e a própria estrutura física dela, tornando sua permanência na casa bastante perigosa. Uma complicação de incêndios é que eles causam uma reação em cadeia, que pode alastrar o fogo pela casa inteira, destruindo o que estiver pela frente. Os danos ocorridos por incêndio são grandes e, geralmente, muito caros de serem restituídos, afinal de contas não é nada barato reconstituir uma casa com danos estruturais.

+ Seguro Residencial cobre incêndio criminoso?

A melhor maneira de prevenir um incêndio em casa é tomar cuidado com algumas coisas simples.  Confira algumas dicas para evitar um incêndio no seu lar:

  1. Uma boa dica contra incêndio é não deixar tapetes e cortinas compridas perto de fios elétricos. Pode ser que aconteça um curto com os fios e se tiver materiais inflamáveis perto, como cortinas e tapetes, o incêndio pode se alastrar com mais facilidade e velocidade. 
  2. Aí vai outra dica para evitar incêndio em casa: cuidado com velas. Elas são queridinhas da decoração e podem ficar ótimas na sua varanda ou sala de estar, mas podem causar grandes danos. Quando ascender uma vela, deixe-a longe de materiais que possam pegar fogo e em um suporte indicado para ela. Nada de colocá-las dentro de um copo ou em lugares inapropriados para elas. 
  3. Se você fuma, dê um fim adequado para as suas bitucas. Um cigarro mal apagado em um lixo com papéis, por exemplo, pode iniciar um grande incêndio. Portanto, apague sempre o cigarro na água (ou cinzeiro) e confira se ele realmente está apagado.
  4. Na cozinha, fique atento com o que está no fogão. Não se distraia enquanto está cozinhado. Uma dica é colocar o celular para despertar na hora em que a comida ficará pronta. Além disso, quando você sair de casa verifique se o fogão está desligado.
  5. Se possível, armazene o botijão de gás do lado de fora da residência, assim caso aconteça um vazamento a chance de começar um incêndio é menor.
  6. O ferro de passar roupa pode ser perigoso caso seja esquecido na tomada após o uso. Lembre-se de desligá-lo sempre que terminar de usar o eletrodoméstico.
  7. O microondas é outro aparelho que tem grande potencial de causar um incêndio. Certifique-se dos materiais que podem ser colocados para esquentar e deixe ele longe do alcance de crianças.
  8. Se você possui aquecedor, deixe materiais incendiários (como plástico e papel) a, no mínimo, a um metro de distância.
  9. Uma das principais causas de incêndios em casas é a sobrecarga na instalação elétrica. Caso a corrente elétrica esteja acima do que é suportado pela fiação, os fios irão superaquecer e poderá iniciar um incêndio. Portanto, evite as famosas “gambiarras” de ligar vários aparelhos na mesma corrente elétrica.
  10. Não tente realizar trabalhos que envolvem a rede elétrica, por mais fáceis que pareçam ser. Delegue esses trabalhos para um eletricista, que é um profissional especializado no assunto. A assistência de um seguro contra incêndio residencial pode oferecer esse serviço gratuitamente.
  11. Confira se os extintores contra incêndio da sua residência estão na validade e em boas condições de uso. Não esqueça que existem diferentes tipos de extintores, um para cada tipo de incêndio (por exemplo, o extintor de pó químico é indicado para incêndios de classe B, causados por líquidos inflamáveis).
  12. Faça sempre um check up na parte elétrica da sua residência. Algumas seguradoras oferecem esse serviço como uma assistência 24 horas em um seguro incêndio residencial. Se você ainda não tiver contratado o seu seguro, faça uma cotação de seguro incendio na Bidu Corretora. Esse ponto é muito importante, já que alguns dos principais incêndios em São Paulo foram causados por falhas nas instalações elétricas.
  13. Instale portas corta fogo em pontos estratégicos da sua residência, principalmente se você morar em um prédio. Além disso, confira sempre se elas estão em bom estado para cumprir a função de ser contra incêndios.

Como diz o ditado é melhor prevenir do que remediar. Fique sempre atento aos sinais que a sua casa dá para evitar ocorrências de incêndio e utilize essas dicas contra incêndio doméstico. 

Mas pode ser que, mesmo assim, aconteça um incêndio na sua casa. Se isso acontecer é necessário que você mantenha a calma: incêndio e pânico geralmente estão associados, mas quanto mais eufórico você fica, pior será. Você precisa ficar calmo e tomar medidas contra incêndio, como ligar para os bombeiros, tampar o nariz com algum pano úmido e tentar sair do local o mais rápido possível.

Além disso, é importante você ter um seguro contra incêndio. E o seguro não é caro: preço dele, se comparado com o valor da residência, não chega a 1%.  Ou seja, o seguro residência é barato e é uma opção ótima para uma pessoa prevenida e que não quer ter um grande prejuízo caso algo aconteça com o lar-doce-lar.

Todo seguro de casa possui a cobertura contra incêndios: se um acontecer na sua residência, você será indenizado em danos na estrutura do imóvel e em relação aos bens que forem danificados. Além disso, você pode contratar outras coberturas para proteger seu lar contra outros riscos que ela corre (como roubo e furto).

Faça uma cotação de seguro incêndio de maneira rápida na Bidu Corretora e veja o preço para proteger o seu patrimônio.