Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

O que é melhor: alugar ou comprar um imóvel?

É melhor alugar ou comprar um imóvel?

O que é melhor: alugar ou comprar um imóvel?

Chegou aquela hora tão aguardada por todos nós: você vai – definitivamente – sair da casa dos seus pais! Seja para casar, morar junto com alguém ou simplesmente morar sozinho, esse é um passo importante na sua vida, parabéns!

Você pode estar pesquisando várias casas até que surge aquela dúvida – qual é a melhor opção: alugar ou comprar uma casa?

A resposta rápida é: depende muito do seu perfil e de quanto investimento você fez até o momento em que decidiu se mudar – sim, depende também do seu dinheiro. Levantamos algumas informações para te ajudar na escolha: ‘alugar ou comprar’?

Optando pelo Aluguel

O aluguel pode ser bom para quem procura algo mais em conta e provisório – caso você esteja pensando em financiar uma casa, ou mudar para outra cidade em breve, por exemplo. É um contrato curto, que não exige um investimento pesado e, geralmente, não enfrenta grande aumento de preço no mercado imobiliário.

+ Documentos para alugar um imóvel

O aluguel pode ser uma boa opção também para você conhecer um bairro ou cidade em que pretende comprar uma casa. Por exemplo, se você mora na cidade de São Paulo, mas quer se mudar para Jundiaí, é recomendável ficar em um imóvel no locar para conhecer os possíveis problemas, as vantagens e com o que se preocupar no local. Por outro lado, as vezes o aluguel pode ser um impeditivo na hora de juntar dinheiro para financiar ou comprar uma casa a vista. Além disso, você deve lembrar que o imóvel alugado não é seu, e isso impedirá que você faça muitas coisas nele.

Optando pela Compra

Se você juntou um bom dinheiro até o momento da tomada de decisão, certamente pode optar pela compra de uma casa. Além de ter seu próprio teto, onde pode fazer a mudança e modificações que bem entender, uma casa própria é sempre um investimento, já que o mercado imobiliário está em constante crescimento.

+ Como funciona o depósito de aluguel?

No entanto, justamente por esse aumento no valor é que comprar uma casa ou apartamento pode ser algo demorado e dispendioso. A opção mais escolhida por possuir uma forma de pagamento facilitado é o financiamento. Geralmente, nessa forma de pagamento é preciso dar um valor de entrada – varia de acordo com a renda familiar, mas a média é de 30% do valor total da residência.

O financiamento tem seu lado positivo em relação à compra a vista e ao aluguel: você leva menos tempo para poupar o valor de entrada do que o valor total de uma casa e, ao contrário do aluguel, você pagará uma mensalidade em um imóvel que será seu.

No entanto, as prestações podem durar de anos a décadas. Para financiar é preciso também comprovar sua renda, já que o valor das parcelas não pode passar de 30% da renda bruta familiar (Ex: se a renda familiar é de 10 mil reais, o valor de parcelamento do imóvel não pode passar de 3 mil reais). O prazo para parcelamento é de, no máximo, 35 anos – o equivalente a 420 meses.

É importante, portanto, se programar e pesquisar bastante antes de tomar a decisão definitiva. Essa é uma decisão que não deve ser tomada por impulso, mas sim com planejamento a longo prazo, para que você não perca dinheiro ou se arrependa no futuro e torne o sonho do lar doce lar virar um pesadelo. Você pode contar com um credito pessoal para fazer a sua escolha.

Planejar sua casa vai trazer muito mais momentos felizes para você e sua família

Planejar sua casa vai trazer muito mais momentos felizes para você e sua família

Comprando ou alugando, a casa deve estar protegida. Que tal conhecer mais sobre o Seguro Residencial?

+ Saiba como ganhar dinheiro alugando espaço na sua casa