Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Proteja seu filho contra os acidentes domésticos

Proteja seu filho dos perigos de casa

Proteja seu filho contra os acidentes domésticos

O conforto do seu lar pode parecer totalmente seguro para o seu filho. Porém, coisas simples podem se tornar um perigo na mão de crianças. Segundo uma pesquisa do Ministério da Saúde feita em 2013, acidentes domésticos são as principais causas de morte de crianças com até 9 anos.

A pesquisa revelou ainda que as causas mais recorrentes foram as relacionadas à respiração, como asfixia com alimentos e sufocação na cama, seguidos pelos afogamentos e exposição à fumaça e ao fogo.

Realmente, quem tem criança pequena em casa sabe: o perigo pode estar em lugares nunca antes imaginados. Os cômodos onde mais acontecem acidentes dentro de casa são a cozinha, banheiro, corredor, escadas, quartos e a sala, nessa ordem. 

Mas para os pequenos, qualquer lugar requer cuidado redobrado. Veja algumas dicas para proteger seu filho contra os perigos do lar-doce-lar:

Na cozinha:

  • Não deixe os cabos das panelas virados para fora do fogão, assim a criança não conseguirá mexer nelas.
  • Deixe o botijão de gás em um lugar seguro, de preferência fora de casa, evitando que seu filho mexa nele e desajuste algo.
  • Recolha os fios dos eletrodomésticos. Eles representam dois riscos: o de enforcamento e o de uma descarga elétrica.
  • Mantenha fósforos e isqueiros armazenados em lugares altos e trancados, é melhor evitar que a criança possa mexer nesses objetos.
  • Objetos cortantes, como garfos e facas, devem ser guardados em gavetas ou armários com travas. Para a utilização da criança, deixe apenas talheres de plástico.
  • Isso também vale para o micro-ondas, que deve ficar em um lugar alto fora do alcance da criança já que ela pode esquentar objetos inadequados, como metais.
  • Não deixe banquinhos perto do fogão e da pia pois seu filho poderá subir e manusear algo que esteja na pia ou ainda ligar o fogão.

No banheiro:

  • Mantenha sempre a porta fechada. É um facilitador a menos.
  • Medicamentos, cosméticos e aparelhos elétricos devem ser mantidos em armários trancados.
  • Use tapetes antiderrapantes e mantenha o piso sempre seco, evitando escorregões e tombos.
  • A tampa do sanitário deve sempre estar fechada e, de preferência, travada. Basta apenas 2,5 centímetros de água para uma criança se afogar, então vale a preocupação.
  • Antes do banho, teste a temperatura da água da banheira ou do chuveiro evitando queimaduras.

No quarto da criança:

  • Tenha móveis de cantos arredondados. Assim, a criança não baterá a cabela nas perigosas quinas.
  • Posicione os móveis longe das janelas. Os pequenos são curiosos e não exitariam em subir na escrivaninha para olhar a janela.
  • Nas camas, é indicado ter proteções laterais contra tombos. Crianças pequenas não devem dormir em beliches.
  • Os brinquedos devem ser sempre guardados após serem utilizados, para evitar que a criança tropece neles.

Na sala:

  • Guarde bebidas alcoólicas em lugares altos e trancados. Assim seu filho não confundirá um vinho com o suquinho de uva.
  • Prefira cortinas sem puxadores, pois há risco de enforcamento.

Nos corredores e escadas:

  • Nas escadas, use portões ou grades de proteção no topo e na base. Evite tombos.
  • Mantenha os corredores iluminados e com pisos antiderrapantes.

Em todos os cômodos:

  • Sempre proteja as tomadas. As crianças adoram os buraquinhos das tomadas!
  • As janelas devem ter grades ou redes de proteção. É uma segurança a mais contra a curiosidade dos pequenos.
  • Os materiais de limpeza precisam estar fora do alcance das crianças, em lugares trancados. Para eles, é fácil confundir um amaciante com suco, então é importante também sempre mantê-los na embalagem original.
  • Use protetores nas portas para evitar que a criança prenda a mão ou dedos.
  • Não deixe o ferro de passar quente ao alcance da criança, mesmo que esteja desligado.

Essas são só algumas dicas para você deixar o seu filho um pouco mais seguro em casa. É importante também você conversar com ele sobre os perigos e orientá-lo para o que não deve ser feito.

Além disso, alguns seguros residenciais (que você pode cotar na Bidu) possuem a opção da cobertura contra acidentes domésticos. Principalmente para quem tem filho pequeno é uma boa opção para ter um pouco mais de proteção. 

+ Como escolher a cadeirinha para o carro?

+ Vai viajar com crianças? Confira essas dicas.