Seguro condomínio: veja o que ele oferece

Você sabe o que o seguro do seu condomínio oferece? Saiba mais sobre apólices de seguro condomínio com a Bidu Corretora.

Seguro condomínio: veja o que ele oferece

No seguro residencial para condomínio você fica protegido em qual situação? Você sabe se em caso de explosão em uma área comum, por exemplo, o seguro residencial para condomínio cobre os estragos dentro do seu apartamento ou casa? 

O seguro para condomínio é obrigatório. Mas será que uma unidade residencial está totalmente coberta com ele? O que diz a lei sobre o seguro para condomínios? 

Seguro residencial para condomínio: o que é?

O seguro condomínio é obrigatório, de acordo com o art. 1.346 do Código Civil Brasileiro, para prédios residenciais, comerciais e mistos – seja o condomínio composto por apartamentos ou casas. Vertical ou horizontal. 

Ele protege as partes comuns do condomínio e toda a unidade do prédio contra riscos que possam causar destruição total ou parcial da edificação.

+ Veja qual sai mais barato: seguro para casa ou apartamento?

+ Dicas para escolher a melhor churrasqueira

Quem deve contratar o seguro residencial para condomínio? 

A contratação do seguro residencial para condomínio é de responsabilidade do síndico. Caso o condomínio não esteja segurado, o síndico pode ser obrigado a ressarcir financeiramente os moradores por perdas e danos ou, até mesmo, responder judicialmente na eventualidade de algum acidente. 

Entretanto, são os condôminos quem deve arcar com o pagamento deste seguro. Essa despesa pode ser dividida de forma igualitária entre todos, ou repartida em função da fração do imóvel. 

Seguro condomínio: coberturas

No seguro condomínio é possível contratar coberturas básicas e adicionais. Vamos saber quais são.

O que o seguro condomínio cobre

Cobertura básica seguro condomínio

Oferece cobertura, ou seja, permite o ressarcimento de prejuízos causados por incêndio, queda de raio e explosão. 

Coberturas adicionais seguro condomínio

Oferece cobertura para:

  • Vendavais;
  • Quebra de vidros;
  • Roubos e furtos de bens do condomínio;
  • Problemas elétricos que ocorram nas áreas comuns;
  • Fumaça;
  • Ressarcimento em caso de  queda de aeronaves.

O seguro para condomínio também pode oferecer cobertura a veículos que tenham sido danificados por portões automáticos, por exemplo, e/ou por queda de objetos. 

No caso de danos a terceiros, como funcionários e visitantes – pelos quais o síndico venha a ser responsabilizado de acordo com a responsabilidade civil – o seguro residencial para condomínio prevê o reembolso da quantia devida.  

Quem recebe a indenização do seguro residencial para condomínio?

É comum a dúvida sobre quem recebe a indenização do seguro condomínio em caso de algum acidente. 

É importante ressaltar que as coberturas deste tipo de seguro só protegem as áreas comuns e os bens do condomínio. Ele também cobre danos a terceiros – responsabilidade civil – em caso de sinistros, mas aqueles que ocorram somente nas áreas comuns do condomínio.

Para ficar mais claro, vamos explicar com alguns exemplos.

Exemplo 1

Imagine que há uma explosão de um botijão de gás do salão de festas do seu condomínio. O impacto é tão forte que atinge o seu apartamento. Você, como condômino, será ressarcido e terá direito a uma indenização que cobrirá os custos relacionados à estrutura física do seu imóvel como paredes, pisos, pintura, encanamento, etc.. 

No entanto, se o impacto da explosão danificar itens como móveis, eletrodomésticos, roupas, entre outros itens, o seguro não oferecerá cobertura. 

Exemplo 2

Vamos agora imaginar uma segunda situação.

O botijão de gás do seu apartamento explode. Os danos causados por esta explosão alcançam o hall de entrada do prédio. O seguro residencial do condomínio arcará com os reparos da área comum, ou seja, do hall. Contudo, os reparos da parte interna do imóvel, no qual houve a explosão, serão arcados pelo próprio morador causador do acidente. 

E nesta situação ainda a seguradora contratada pelo condomínio irá cobrar judicialmente a pessoa que provocou o estrago. 

Agora pense o seguinte.

Se o seu condomínio for alvo de um roubo, apenas o que for roubado nas áreas comuns estará coberto pelo seguro condomínio. Caso o seu apartamento seja roubado, o seguro do condomínio não oferecerá cobertura ao que for roubado no interior de sua unidade. 

Deu para entender o que cobre um seguro condomínio?

Seguro residencial para condomínio cobre danos de apartamentos e casas?

O seguro para condomínios oferece cobertura às unidades autônomas – apartamentos e casas que componham o condomínio – somente caso os danos do sinistro tenham afetado a estrutura física do imóvel: paredes, janelas, pisos, canos e pintura, por exemplo. 

Então, uma unidade residencial dentro de um condomínio está coberta pelo seguro condominial? Nem sempre! 

Como vimos nos exemplos acima, para ter acesso à coberturas mais amplas, que protejam o conteúdo da unidade, causadas por incêndios, queda de raio e explosão, o morador deve contratar um seguro residencial. 

Nesta modalidade, o segurado também pode contratar coberturas adicionais que podem indenizar até o pagamento de seu próprio aluguel durante o período de reconstrução do imóvel. 

Quais os limites de cobertura do seguro residencial para condomínios?

Como em todo seguro, existe um limite máximo de indenização no seguro para condomínios. 

Em geral, o limite máximo de indenização é único para todas as unidades autônomas. Isso significa que ele pode não ser suficiente para ressarcir o prejuízo relativo às perdas e danos causados à estrutura de uma residência. 

É bom conhecer bem os limites de indenização deste tipo de seguro para não ser surpreendido. 

Seguro residencial para condomínio x seguro residencial: o que vale a pena?

Como vimos acima, o seguro para condomínios, embora seja uma obrigação prevista em lei, não oferece proteção completa para danos causados no interior das unidades autônomas. Neste tipo de seguro, as coberturas ficam restritas às estrutura física do imóvel. 

Para ficar protegido de forma completa dentro de seu apartamento ou casa, o morador de um condomínio pode contratar um seguro residencial que, entre outros benefícios, também cobre danos causados a bens materiais

O custo com o seguro residencial fica sob responsabilidade do segurado contratante, ou seja, de quem contrata este seguro. Entretanto, ele envolve uma série de coberturas e serviços que valem a pena. 

Em um seguro residencial você pode ter acesso a serviços de assistência 24 horas e ter mais flexibilidade na contratação de coberturas que sejam necessárias para você.  

Contratar um seguro residencial é mais barato do que você imagina. Saiba quanto custa o seguro residencial. 

Peça uma cotação online!