Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Seguro Viagem América do Sul: coberturas, como contratar e outras informações

Viajar pela América do Sul é a forma mais econômica de embarcar para o exterior. Mas antes de comprar ou trocar suas milhas por passagem aérea, é preciso saber algumas coisas. 

Seguro Viagem América do Sul

Saiba tudo sobre o seu Seguro Viagem América do Sul

O seguro viagem é obrigatório para a América do Sul?

O único seguro obrigatório para você viajar pelos países da América do Sul é o seguro Carta Verde, mas apenas se pretende cruzar a fronteira de carro. Se você for de avião, navio ou ônibus, não é necessário apresentar o documento na imigração. Porém, isso não quer dizer que não seja aconselhável contratá-lo. Já que o seguro pode ser importante, caso algum imprevisto aconteça, como a perda da sua bagagem ou uma emergência médica.

Como contratar um seguro viagem para a América do Sul?

A Bidu pode te ajudar a encontrar o melhor seguro para você de acordo com o perfil da sua viagem: lazer, intercâmbio, negócios, mochilão e etc.

Contratando seguro viagem pela Bidu Corretora, você compara até 10 das melhores seguradoras de viagem e garante várias coberturas, como extravio de bagagem, assistência médica e farmacêutica e outras. Clique e cote!

Cotação de seguro viagem

Quanto custa um seguro viagem para a América do Sul?

Veja abaixo uma tabela com o custo médio do seguro viagem.

Tempo de Viagem Menor preço Coberturas Maior preço Coberturas
Uma semana R$ 55,42 Despesas Médicas – EUR 8.000
Extravio de Bagagem – USD 750
R$ 1.315,60 Despesas Médicas – EUR 40.000
Extravio de Bagagem – USD 1.200
Um mês R$ 158,32 Despesas Médicas – EUR 8.000
Extravio de Bagagem – USD 750
$ 1.834,48 Despesas Médicas USD 1.000.000
Um ano R$ 1.375,32 Despesas Médicas – EUR 8.000
Extravio de Bagagem – USD 750
R$ 21.599,59
Despesas Médicas – USD 1.000.000

*cotações feitas dia 17/04/2017

É verdade que com o seguro viagem eu posso ser indenizado caso a minha bagagem seja extraviada?

Sim, apesar deste ser um problema que afeta apenas 6,5 pessoas a cada 1.000 viagens, pode dar uma grande dor de cabeça caso aconteça com você. Já imaginou embarcar para a Patagônia Chilena ou Argentina no inverno e, chegando lá, descobrir que perderam sua mala com todos os seus casacos? Ao contratar um seguro, você não precisa se preocupar com isso, já que ele cobre os seus gastos com vestuários e itens de higiene pessoal, enquanto monitora junto à cia aérea a busca pela sua bagagem.

Para diminuir o risco de isso acontecer na sua viagem, você pode ver aqui as nossas dicas do que fazer para evitar que sua mala seja extraviada.

Todos os gastos médicos e hospitalares estão cobertos?

A maioria sim, mas alguns casos específicos não são cobertos.

Normalmente, os seguros não incluem doenças pré-existentes. Além disso, se você não especificar previamente que fará uma viagem cujo roteiro inclui esportes – como esqui ou escalada, por exemplo -, saiba que esse risco pode não receber assistência ou reembolso em caso de acidentes decorrentes da prática esportiva. Existem coberturas específicas para práticas de esportes, que você deve contratar para ficar mais tranquilo.

Por isso, vale a pena contar com assistência na hora de escolher o melhor seguro viagem. Não só de acordo com os destinos que você deseja visitar, mas também com o seu perfil. A Bidu está aqui para te auxiliar nisso 😉

 

Cotação de seguro viagem

É possível conseguir atendimento médico mais barato ou gratuito na América do Sul?

Sim, em todos os países que fazem parte do Mercosul, brasileiros têm o direito de ser atendidos na rede pública de saúde. Porém, infelizmente, em alguns deles, nem mesmo os moradores conseguem um atendimento de qualidade no momento em que precisam. Mais que isso, em muitos destinos turísticos, principalmente na Bolívia, na Venezuela e no Peru, não há se quer hospitais. Por isso, é extremamente recomendável que você contrate um seguro viagem antes de embarcar. Consultas médicas não costumam ser caras, porém, se você precisar de qualquer tratamento ou exames, provavelmente, terá que desembolsar valores muito maiores que o preço de um seguro. Sem falar que, ao precisar de qualquer orientação médica ou odontológica, você pode entrar em contato com a sua seguradora.

É possível visitar mais de um país com o mesmo seguro?

Sim. Os seguros, normalmente, são divididos por continente e/ou perfil do viajante. Se você vai para Buenos Aires, Santiago ou Machu Picchu, pode contar com a mesma assistência, desde que contrate o seguro para todo o período da viagem. Vale lembrar, porém, que se você pretende praticar algum tipo de esporte radical ou de inverno, deve contratar um seguro especial, que cubra atendimento em caso de acidentes mais graves.

É possível contratar um seguro por um período inferior ao da viagem?

Sim, você pode, porém, não é recomendável. Visto que ficará sem cobertura para o período fora do contrato. Se a sua mala for extraviada, por exemplo, você não contará com o reembolso e assistência da seguradora. O mesmo vale caso precise de atendimento médio ou voltar para o Brasil em casos cobertos pelo seguro, como alguma emergência de saúde.

É possível estender o seguro após o embarque?

Sim, na maioria dos casos. Basta que você ligue para o atendimento ao cliente da sua seguradora alguns dias antes do vencimento e peça uma nova cotação. Porém, isso varia de acordo com a empresa contratada.

O seguro incluído no cartão é válido?

Sim, mas vale lembrar que esse seguro só é válido para passagens pagas integralmente com o cartão de crédito e, normalmente, cobre no máximo três meses no exterior.

Saiba mais sobre seguro viagem de cartão de crédito,

Antes de embarcar para a América do Sul é bom fazer um check-list?

Sim, segue uma sugestão:

Documentação obrigatória

Para viajar pela América do Sul você não precisa de passaporte, muito menos visto. Basta apresentar o documento de identidade (RG) em bom estado e com foto recente. Mas fique atento, a Carteira de Habilitação não é válida para entrar em nenhum país, assim como a Certidão de Nascimento. Em alguns destinos, como Peru, é importante ter também o Comprovante de Vacinação contra Febre Amarela. O mais indicado é já tirar o seu Certificado Internacional de Vacinação, assim você pode embarcar tranquilo para diversos outros destinos fora do continente também. Você pode mergulhar no mar do Caribe, esquiar, conhecer vinícolas, fazer compras… Veja algumas sugestões de destinos imperdíveis na América do Sul e boa viagem! 🙂