O que muda para os turistas com o Brexit?

imagem de bandeira do Reino Unido para texto sobre o que muda para os turistas com o Brexit

O que muda para os turistas com o Brexit?

No dia 31 de janeiro de 2020, a notícia que o mundo acompanhou foi a saída do Reino Unido da União Europeia, o famoso Brexit. E você deve estar se perguntando qual o impacto que essa mudança pode refletir para quem deseja visitar a região. Ou seja, o que muda para os turistas com o Brexit? 

Para entender melhor sobre o tema, preparamos um artigo especial para você. Assim, você fica por dentro das principais mudanças e efeitos desse acontecimento. 

O que é o Brexit?

Brexit? Pois é, o termo pode parecer bem estranho. Mas o significado é bem simples. Britain Exit, em uma tradução literal para o português é “Saída Britânica”. Em resumo, é o acordo de retirada feito pelo Reino Unido, que é composto pela Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales, da União Europeia, grupo político e econômico composto por 27 países da Europa.

Essa é a primeira vez que um Estado-membro se retira do grupo. A motivação teve início a partir de um referendo popular, realizado em 2016. Por enquanto, o processo passa por um período de transição. Ele começou na data do anúncio, em janeiro de 2020, e deve terminar até dezembro do mesmo ano. 

No acordo, há questões referentes à concessão de vistos e permissões referentes a residência e trabalho de cidadãos britânicos que vivem em Estados da União Europeia, e vice e versa. Aspectos econômicos, como as relações comerciais, tarifas e importações de produtos, também serão debatidas e organizadas.

Como você deve imaginar, uma insegurança pode se instalar com o Brexit no que diz respeito à vida nesses países. Mas isso, em um primeiro momento, deve acontecer após o período de transição. Até mesmo uma possível desvalorização da moeda, inflação e crise de desabastecimento podem ser esperados. 

O que muda para os turistas com o Brexit?

Brasileiro, fique tranquilo. Com o Brexit você poderá ter pouco ou quase nenhum impacto para frequentar o país com o seu passaporte brasileiro. Isso porque o acordo não traz nenhuma mudança mais significativa. A questão da circulação impacta apenas cidadãos europeus.

Agora que você já sabe o que muda para os turistas com o Brexit, vamos ver alguns detalhes.

Controle de imigração

Os brasileiros sempre precisaram fazer a imigração para entrar no Reino Unido, independente do país de origem. Ou seja, você poderia estar indo do Brasil ou de qualquer outro país europeu, e essa regra continua. 

Diferente do que acontece com os países europeus que aderiram ao Espaço Schengen, no Reino Unido você precisa de um passaporte com validade durante todo o período que pretende ficar no país. Lembre-se que o limite concedido na entrada pode ser de até seis meses.

Moeda

O Reino Unido nunca adotou o Euro como a sua moeda oficial e continuará mantendo a Libra para as suas transações financeiras e comerciais. 

Trânsito Livre

Brasileiros com passaporte nacional nunca tiveram livre acesso a nenhum país europeu, assim como no Reino Unido. E isso irá se manter, independente do Brexit, em qualquer país da região. 

Transporte

Aviões, ônibus, trens e ferries continuam operando entre a Europa e os países do Reino Unido.

Brasileiros que vivem no Reino Unido

Para brasileiros que residem no Reino Unido, será necessário atualizar a sua certificação até o fim do primeiro semestre de 2021. Isso deve ser feito para estar de acordo com as novas regras a serem estabelecidas após o Brexit.

Recepção aos turistas

O Brexit possui em sua essência o caráter nacionalista e isso pode implicar em um certo endurecimento na questão imigratória. Não é correto afirmar essa questão. Porém, é preciso sim observar e respeitar as regras para a entrada de turistas no país, assim como já é feito. Portanto, esse é o único ponto de atenção no que muda para os turistas com o Brexit.

Seguro Viagem

A questão do seguro viagem também continua valendo para o Reino Unido, assim como era antes do Brexit. Lá não há essa obrigatoriedade como acontece nos países do Espaço Schengen, em que seria impossível entrar no país sem a posse da apólice no valor exigido.

Porém, independente da obrigatoriedade ou não, todo bom turista sabe o quanto é importante contar com a cobertura de um seguro viagem. Assim, é possível manter o passeio livre de preocupações e mais seguro. 

Incidentes podem acontecer e, quando você está fora do seu local de residência, tudo pode ser ainda mais complicado. Além disso, há diversas coberturas adicionais que atendem ao seu perfil como viajante e que podem ser consideradas verdadeiros investimentos.

Caso você já esteja com a sua viagem marcada, não deixe de fazer uma cotação online aqui na Bidu.  Ecolha o melhor tipo de seguro viagem para você.

Cotação online de Seguro Viagem

Vale a pena ir ao Reino Unido durante o período de transição do Brexit?

Como explicamos anteriormente, para nós, brasileiros, nada vai mudar e você pode continuar viajando tranquilo para esses países. Então, se você se perguntava o que muda para os turistas com o Brexit, já sabe que praticamente nada mudará. 

O Reino Unido poderá voltar a União Europeia?

Agora que você já entendeu o que muda para os turistas com o Brexit, não há o que se preocupar com essas mudanças e movimentações entre o Reino Unido e a União Europeia. Porém, a resposta é sim. É possível reverter o acordo a partir de um novo pedido de adesão ao Conselho Europeu.

  Última atualização em 11/02/2020