Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Clube de milhagem vale a pena?

A melhor maneira de viajar é pagando barato ou não pagando nada por isso. E isso é possível quando você acumula milhas suficientes para trocar por uma passagem. Existem três maneiras de obter milhas. Voando por uma companhia aérea na qual você esteja no programa de fidelidade, acumulando milhas através de pontos do cartão ou aderindo a um clube de milhagem.

Imagem de avião para ilustrar post sobre clube de milhagem vale a pena

Hoje nós vamos falar especialmente sobre esses dois últimos casos.

Os clubes de milhagem chegaram a 100 milhões de cadastros no segundo semestre de 2017, 24% a mais do que no ano de 2016. Isso tem acontecido porque o consumidor percebeu que, além de resgatar passagens aéreas, ele pode também resgatar presentes, smartphones, combustível, etc.

Existem mais de 150 mil itens a serem resgatados nos programas de fidelidade

O clube de milhagem é uma maneira de juntar pontos mais rápido. No Brasil, as três principais companhias aéreas – Azul, Latam e Smiles da Gol – possuem esse clube de milhagem onde basicamente você paga uma mensalidade. O valor depende da quantidade de pontos a receber. Entre os principais clubes, as mensalidades vão de R$26,90 a R$299.

Na hora de resgatar os pontos, os destinos internacionais mais procurados pelos brasileiros são Miami, Buenos Aires e Orlando. Entre os destinos nacionais: São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

O clube de milhagem pode ser uma alternativa para quem quer viajar gastando menos. Muita gente tem aderido exatamente porque está preocupada em fazer economia. Mas será que pagar um clube de milhagem vale a pena?

Como participar de clube de milhagem?

Existem três maneiras de obter milhas:

  • Consumo no cartão: através dos reais gastos na fatura;
  • Assinatura de clubes: através de pagamento de mensalidade;
  • Empresas conveniadas: aérea, postos de combustíveis, hotéis geram pontos e milhas.

Falando primeiro do consumo no cartão, o que você precisa prestar atenção é quanto estão te pagando pela milha. Por exemplo: se você entrega 70 mil milhas para uma passagem que vale R$3.000,00 quer dizer que eles estão pagando R$0,04/milha.

E quando pensar se o acúmulo de milhas é realmente um bom negócio, considere que:

  • Está cada vez mais difícil acumular milhas devido às mudanças constantes nos programas de milhagem;
  • Muitos programas aumentaram o número de milhas necessárias para você resgatar uma passagem aérea.

Ou seja, não é tão fácil assim viajar de graça através do acúmulo de milhas.

O segundo caso, quando você assina um clube de milhas, você está comprando milhas. Então, por exemplo: se você estiver comprando 2 mil milhas/mês, você está pagando ao clube de milhas R$80/mês. 

Conclusão: no caso do clube de milhas você está pagando, no melhor dos casos, o que você recebe. Então pode não valer a pena financeiramente.

Algo a ficar atento é com a data de validade das milhas. Elas expiram e o Banco Central estimou que em 2015 os brasileiros desperdiçaram mais de 50 bilhões de milhas.

Cotação online de Seguro Viagem