Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Os destinos mais gostosos do mundo

destinos gastronômicos

Os destinos mais gostosos do mundo

Que tal escolher o seu próximo destino de acordo com o que deseja comer ou, melhor, com base nas experiências gastronômicas que deseja ter? Sim, há algum tempo os restaurantes conquistaram mais espaço no planejamento e orçamento dos viajantes. Assim, eles começaram a considerar novos lugares e seus quitutes.

Listas mundiais

Desde 1990, a principal referência para os amantes da alta gastronomia é o famoso Guia Michelin, que avalia com estrelas restaurantes e hotéis. O lugar mais “estrelado” do mundo é o Japão, que tem 557 estrelas. Só Tóquio acumula 314, que é muito mais do que a maioria de países. E que é mais que o dobro de Paris, por exemplo, que tem “apenas” 134. No Brasil, o Michelin avaliou lugares em São Paulo e Rio de Janeiro, classificando com duas estrelas (de três possíveis) apenas o restaurante D.O.M, na capital paulista.

Outra importante publicação deste setor é a lista da Restaurant, que ranqueia os melhores restaurantes do mundo. O número um está na Itália, o Osteria Francescana fica em Modena e é tocado pelo chef Massimo Bottura, que estreou o Refettorio Gastromotiva no Rio durante as Olímpiadas. O mais bem avaliado da América do Sul fica em Lima. Ele oferece aos clientes uma viagem pela diversidade dos ingredientes peruanos em seu menu degustação. O Peru, inclusive, ocupa três posições entre os 10 mais da Restaurant na América do Sul, com o Maido em segundo lugar e o Astrid & Gastón em sétimo.

É claro que, em ambas publicações, cidades como Nova York e Copenhague também se destacam. Além de países como Espanha e França. E que a maioria dos restaurantes listados exige que você faça a reserva meses antes – além de juntar uma quantia considerável de dinheiro para aproveitá-los. Se você quiser saber um pouco mais sobre eles, sem sair de casa, pode ver séries como a Chef’s Table, do Netflix, que apresenta um delicioso e lindo perfil dos principais chef’s de cozinha do mundo.

Culinária brasileira

Você não precisa ir aos lugares mais caros e exclusivos para aproveitar a maravilhosa gastronomia dos destinos. Em Lima, por exemplo, é possível comer bons ceviches no Mercado Surquillo ou no restaurante El Mercado, mais acessíveis. Em Roma, dá para comer boas massas por menos de 10 euros em vários restaurantes durante o almoço. Em Nova York também há refeições gostosas por até US$ 10 – veja no #nyc10orless.

Além disso, não é preciso que nenhuma lista ateste o quanto o Brasil tem destinos imperdíveis para quem gosta de comer bem. O que dizer de Mina Gerais e seus queijos, doce de leite e pratos com carne de porco? Ou então, da moqueca baiana e da capixaba? E do churrasco gaúcho e do café colonial? Do açaí, peixes de rio e do tacacá, no norte do país? O que não faltam são bons motivos para você conhecer a diversidade de sabores brasileiros em suas viagens também!

É claro que, muitas vezes, por nosso organismo não estar acostumado com determinados ingredientes, corremos o risco de passar mal após experimentá-los. Porém, para não ficar com medo disso acontecer, vale a pena contratar um bom seguro viagem. Assim, você embarca tranquilo, contando com uma boa cobertura médica e hospitalar, aonde quer que você esteja.