Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Estudar na Europa de graça: veja onde e como

Imagem de trem parado para ilustrar post sobre estudar na europa

Estudar na Europa de graça: veja onde e como

Estudar na Europa pode ser o sonho de muitas pessoas. E o que pouca gente sabe é que existem oportunidades bem acessíveis de estudar na Europa de graça.

É bom ter em mente que, para estudar na Europa, você precisa de algum conhecimento de idiomas e um bom desempenho escolar no Brasil. Para isso, serão necessários diversos documentos comprovando essas informações.

Programas para estudar na Europa

De qualquer maneira, é bom saber desde já quais são os programas gratuitos existentes no continente. Assim, você pode se preparar melhor e buscar mais informações detalhadas sobre o país que você deseja estudar.

Alemanha

Parece incrível, mas na Alemanha o ensino superior é de graça para todos, incluindo para estudantes estrangeiros. A única coisa que o aluno tem que pagar é uma taxa administrativa que custa em torno de 200 euros. Dentre os destinos mais procurados pelos estrangeiros na Alemanha estão Berlim e Munique.

No site de uma organização alemã que regulariza os programas de intercâmbio (DAAD), você consegue encontrar diversas informações sobre as ofertas de programas de intercâmbio para brasileiros.

Existem opções de graduação e pós-graduação incluindo mestrado, doutorado e até pós-doutorado. Algumas escolas oferecem até bolsas para cobrirem os custos pessoais e escolares. A Alemanha é um dos países com melhor educação do mundo, repleto de oportunidades e uma excelente escolha para se estudar na Europa.

Finlândia

É um dos países mais caros da Europa. No entanto, existem 450 programas de estudos completamente gratuitos para estudantes estrangeiros. A maioria dos programas são de pós-graduação.

É bom lembrar que a Finlândia é também um dos países mais frios (quem disse que estudar na Europa seria fácil?). Pode parecer mais legal se você lembrar que lá está cheio de aurora boreal e é um dos lugares mais seguros do mundo.

Suécia

Continuando nos países escandinavos, o Instituto Sueco possui bolsas de mestrado para estudantes estrangeiros de 138 países. Além disso, ele também cobre as despesas com viagens e habitação.

Em troca, o estudante precisa fazer um estágio de um período mínimo de três mil horas – pode ser remunerado ou voluntariado. A Suécia está entre os países mais felizes e seguros do mundo. Pode ser uma boa escolha escolher esse país escandinavo para estudar na Europa.

França

Estudar na França de maneira gratuita também não é impossível. Pagando apenas uma taxa administrativa de 190 euros ao ano, você pode fazer curso superior no país.

É bom lembrar que a maioria dos cursos têm como idioma o francês. De qualquer maneira, é uma grande oportunidade para estudar na Europa. A França tem as melhores faculdades e cursos do mundo.

Estudar na Europa

Além dos programas de cada país, existem outras possibilidade através do programa Erasmus Mundus, que facilita a comunicação entre os países e estudantes estrangeiros.

Outros benefícios do programa são: auxílio com os custos administrativos, despesas de viagem e instalação, auxílio com taxas escolares, seguro de vida e apoio mensal. Vale a pena fazer uma pesquisa a fundo para descobrir quais são as oportunidades e vantagens existentes.

Outra coisa importante é nunca programar sua viagem para Europa sem fazer um seguro viagem. É um ponto fundamental para evitar gastos indesejados por lá.