COTAR SEGURO ONLINE

Seguro Viagem Europa

Seguro Viagem Europa

Por que contratar um Seguro Viagem Europa

O seguro viagem é obrigatório para boa parte dos países do continente. Você precisa ter cobertura de, no mínimo, € 30.000 (30 mil euros) em gastos com emergências médicas para entrar nos principais destinos europeus.

Isso porque todos os países que assinaram o Tratado de Schengen exigem que visitantes tenham como pagar por atendimento médico e hospitalar em caso de acidentes ou doenças.

O comprovante do seguro pode ser exigido assim que você chegar ao país e definir se terá ou não a sua entrada autorizada.

Procurando Seguro de Viagem para outros destinos internacionais? Confira a nossa página de Seguro Viagem Internacional

O custo de um atendimento médico ou odontológico na Europa é muito mais caro que no Brasil

Uma consulta médica de emergência custa em média € 300. Já para ir ao dentista, você terá que desembolsar, no mínimo € 200, isso sem falar nos exames ou no material que eles podem pedir e usar durante a consulta.

O custo do atendimento médico na Europa varia de país para país, mas se precisar ficar um dia internado, por exemplo, isso deve custar em média 2 mil euros, se tiver que fazer uma cirurgia de emergência, prepare-se para desembolsar € 25.000 (25 mil euros). Ou seja, não vale a pena arriscar, mesmo que você tenha tomado cuidados para evitar problemas de saúde na viagem.

Os planos de Seguro Viagem que você pode contratar com a Bidu contam com proteção contra acidentes, doenças súbitas e episódios súbitos de doenças preexistentes, confira!

Com um Seguro Viagem, você viaja com mais tranquilidade

Além de ser obrigatório e de oferecer proteção contra os custos altos dos atendimentos médicos e odontológicos, o Seguro Viagem Europa oferece muito mais benefícios para você.

Por exemplo, já pensou perder a sua bagagem chegando lá na Europa? Com um Seguro Viagem, você pode contratar uma cobertura que reembolsa o valor da bagagem extraviada. Vai praticar esportes radicais? Você pode adicionar essa cobertura também.

Cotação online de Seguro Viagem

Coberturas do Seguro Viagem Europa

Confira abaixo algumas das coberturas que você pode contratar no seu Seguro Saúde Europa e saiba como você pode viajar com muito mais proteção.

  • Despesas médicas hospitalares e odontológicas: com essa cobertura, o segurado garante o pagamento ou reembolso de atendimentos médicos ou odontológicos causados por acidentes, doenças que aconteçam de maneira súbita ou episódios emergenciais de doenças preexistentes ou crônicas, de acordo com o limite contratado;
  • Despesas farmacêuticas: essa cobertura garante o reembolso da compra de medicamentos necessários para o tratamento de acidentes, doenças súbitas ou episódios emergenciais de doenças preexistente ou crônicas, desde que cobertos e até o limite de indenização contratado. No entanto, para essa cobertura, os medicamentos devem ser receitados em atendimento médico ou odontológico.
  • Morte acidental: garante ao beneficiário do segurado a indenização contratada em caso de morte acidental do segurado;
  • Invalidez permanente total ou parcial acidental: garante ao segurado a indenização contratada em caso de invalidez permanente, seja ela parcial ou total, de um órgão ou membro, causada por acidente coberto em apólice durante o período da viagem;
  • Extravio de bagagem: garante, até o limite do capital contratado, o reembolso das despesas causadas por extravio de bagagem sob responsabilidade da seguradora;

E muitas outras como cancelamento ou atraso de vôo, regresso sanitário, retorno antecipado, pagamento de fiança em caso de acidente de trânsito, adiamento de viagem, Concierge e muito mais.

Faça uma cotação e compare agora.  

Cotação online de Seguro Viagem

Contrate um Seguro Viagem Europa com a Bidu Corretora

Se for viajar para Paris, Berlim ou qualquer outro destinos conte com a gente. A Bidu pode te ajudar a encontrar o seguro que respeite as regras do Tratado de Schengen e combine com o local de hospedagem ou o perfil da sua viagem: lazer, intercâmbio, negócios, mochilão e etc.

Com a Bidu, você pode cotar diferentes planos, coberturas e assistências, escolhendo o melhor para você. 

Perguntas frequentes sobre Seguro Viagem Europa

Conheça abaixo algumas das dúvidas mais comuns sobre Seguro Viagem Europa e esclareça qualquer pergunta que você tenha!

Todos os gastos médicos e hospitalares estão cobertos?

A maioria sim, mas alguns casos específicos não são cobertos.

Normalmente, os seguros não incluem doenças pré-existentes. Além disso, se você não especificar previamente que fará uma viagem cujo roteiro inclui esportes – como esqui, por exemplo -, saiba que esse risco pode não receber assistência ou reembolso em caso de acidentes decorrentes da prática esportiva. Existem coberturas específicas para práticas de esportes, que você deve contratar para ficar mais tranquilo.

Por isso, vale a pena contar com ajuda na hora de escolher o melhor seguro viagem para você, não só de acordo com os destinos que pretende visitar, mas também com o seu perfil. A Bidu está aqui para te auxiliar nessa missão 😉

Cotação online de Seguro Viagem

   

É possível conseguir atendimento médico mais barato ou gratuito na Europa?

Sim, ao residir legalmente em um país da União Europeia – como estudante, por exemplo -, você pode fazer uma carteirinha que te garante atendimento médico na rede pública dos países do bloco, gratuitamente ou por preços bem mais acessíveis.

Porém, isso não altera a obrigatoriedade de apresentar o comprovante do seguro viagem ao entrar nos mesmos. 

É possível visitar mais de um país com o mesmo seguro?

Sim. Os seguros, normalmente, são divididos por continente e/ou perfil do viajante. Se você vai visitar Lisboa ou Paris, cidades que fazem parte da União Europeia e do Acordo de Schengen, e a Rússia, que está fora dos dois, pode contratar apenas um seguro, válido durante todo o período da viagem, que pode ou não estar vinculado com a sua passagem de volta para o Brasil.

É possível contratar um seguro por um período inferior ao da viagem?

Poder, você pode, mas não é aconselhável que faça isso, visto que é um sinal amarelo (ou até vermelho) para o agente de imigração, que pode questionar a divergência das datas e barrar a sua entrada – lembre-se, o seguro viagem é OBRIGATÓRIO em países que assinaram o Tratado de Schengen.

E, pior, você pode ter uma tremenda dor de cabeça ao não contar com assistência financeira, caso precise de atendimento médico fora do período especificado no seguro.

Aqui vale um adendo: os agentes de imigração na Europa e até mesmo companhias aéreas que voam para lá, exigem que você tenha a passagem de volta emitida. Isso mesmo, não dá para embarcar só com a passagem de ida e depois decidir quando voltar. Lembrando que, o período máximo para turistas ficarem na Europa é de 90 dias.

É possível estender o seguro após o embarque?

Sim, na maioria dos casos, basta que você ligue para o atendimento ao cliente da sua seguradora alguns dias antes do vencimento e peça uma nova cotação com atendimento em português. Porém, isso varia de acordo com a empresa contratada.

O seguro incluído no cartão é válido?

Alguns sim, outros não.

Como saber? A primeira coisa que você deve conferir é se a categoria do seu cartão de crédito oferece o seguro viagem.

Se sim, é preciso analisar o que está coberto. Muitas empresas oferecem dois benefícios distintos, um seguro viagem básico, com cobertura em casos de morte e invalidez permanente, e o Certificado Schengen, para quem vai para a Europa.

Isso, porém, não garante que você terá cobertura, por exemplo, caso a sua bagagem seja extraviada ou se perca no meio do caminho, por isso, reiteramos que vale a pena entrar em contato com a empresa que administra o seu cartão e perguntar o que está ou não coberto. E, caso considere necessário, contratar um seguro a parte, que complemente o do cartão.

Vale lembrar que esse seguro só é válido para passagens pagas integralmente com o cartão de crédito e, normalmente, cobre no máximo três meses no exterior.

+ Saiba mais sobre seguro viagem de cartão de crédito

Antes de embarcar para a Europa é bom fazer um check-list?

Sim, segue uma sugestão:

  • Passaporte com a validade mínima definida pelos países que você irá visitar.
  • Passagem de ida e volta
  • Comprovante do Seguro Viagem e/ou Certificado Schengen
  • Comprovante de reserva dos hotéis que irá ficar ou carta convite de um amigo que resida legalmente no país
  • Algo que comprove que você tem dinheiro suficiente para se manter durante a viagem (cartão de crédito/débito/pré-pago ou dinheiro em espécie).

Qual a documentação obrigatória para viajar para Europa?

Você sabia que não precisa tirar um visto para entrar nos 28 países da União Europeia? É verdade! Entre eles Portugal, Espanha, Itália, Grécia e França. Outros países que não fazem parte do bloco também tem regra semelhante, como Rússia, Suíça e Turquia. (se quiser ir para outro destino, veja aqui como tirar visto de viagem).

O único documento de identificação aceito no continente é o seu passaporte e, em alguns casos, é exigido que ele tenha no mínimo três meses de validade, a partir da data de retorno para o Brasil.

Achou muito? Para entrar em Londres, na Inglaterra, seu passaporte precisa ter, no mínimo, seis meses de validade a partir da data da viagem. Por exemplo, se sua passagem está marcada para 20 de fevereiro, é necessário que a data de vencimento do seu passaporte seja só após 20 de agosto do mesmo ano.

 

Cotação online de Seguro Viagem