Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

O que é e como funciona o Tratado de Schengen

Passaporte brasileiro: você sabia que para viajar para alguns países da Europa é necessário um seguro do Tratado de Schengen?

Saiba mais sobre o Tratado de Schengen e os países europeus que o usam nesse guia da Bidu Corretora.

Você pegou férias e vai passar um tempo comendo umas Tapas espanholas em Madri. De repente pega um trem e vai parar em Munique, para tomar um chopp alemão e, por último, passa em Paris para comprar alguns perfumes e lembranças para a família: tudo isso com livre passagem, necessitando unicamente da apresentação do seu passaporte.
Bom, para que isso fosse possível, foi assinado o Tratado de Schengen – ou Acordo de Schengen – em 1985. Primeiramente firmado entre França, Alemanha, Bélgica, Países Baixos e Luxemburgo, hoje já conta com mais de 30 países europeus, na maioria integrantes da União Europeia (veja a lista dos países abaixo).

O acordo prevê uma a abertura de fronteiras entre os países integrantes, todos europeus, permitindo livre circulação de pessoas dentro do território do tratado.

A área não deve ser confundida, no entanto, com a União Europeia, pois são acordos diferentes. Por mais que o Tratado de Schengen integre o quadro institucional da UE, ele se estende para países que não fazem parte do bloco econômico (como Islândia, Noruega e Suíça).

Veja abaixo o nosso vídeo sobre o Tratado de Schengen.

No entanto, existem alguns territórios dentro da área de cobertura do tratado em que o mesmo não vigora:

  • Helgoland, uma pequena ilha alemã localizada ao norte do país;
  • Groenlândia e Ilhas Feroé, pertencentes à Dinamarca;
  • Guernsey, Ilha de Man, Jersey ou qualquer outro território ultramarino pertencente ao Reino Unido;
  • Livigno, na Itália;
  • Monte Atos, na Grécia;
  • Svalbard, no ártico norueguês;
  • Qualquer território ultramarino da França.

O acordo prevê o estabelecimento de regras específicas para turistas que pretendem visitar os países signatários. Uma delas é a obrigatoriedade de um seguro viagem internacional que disponibilize assistência médica no valor mínimo de 30 mil euros. Um dos principais objetivos é garantir que você terá a condição de arcar com eventuais custos médicos durante a sua viagem. Caso contrário, você corre o risco de ter sua viagem cancelada e será deportado.

Esse valor do seguro saúde para Europa é estipulado para todos os países pertencentes ao tratado, e garante que haja o auxílio médico em caso de doença ou acidente.

Você pode se informar mais sobre o Acordo de Schengen.

A maioria das seguradoras já oferecem o Seguro Viagem Europa com as especificações recomendadas pelo Tratado de Schengen. É sempre importante, no entanto, conferir antes de fechar negócio.

Aqui na Bidu Corretora você consegue fazer o seguro saúde para entrar na Europa, seguindo as regras do Tratado Schengen, comparando preços de diversas seguradoras, as coberturas disponíveis, escolhendo o melhor seguro viagem. Compare as coberturas e planos das melhores seguradoras de viagem, como Travel Ace, Affinity Seguro Viagem ou Vital Card online.

Nós te ajudamos a escolher o melhor seguro viagem, voltado para sua real necessidade!

Cotação de seguro viagem online

Veja também:

+ Como funciona a cobertura contra extravio e danos a bagagem?

+ Para te ajudar, veja como conseguir um seguro viagem mais barato.