Seg. a Sex. 9:00 às 18:00
(Horário de Brasília)

Dicas para fazer mochilão na Europa com Europass

Vai fazer uma viagem de mochilão pela Europa? Qual vai ser o seu meio de transporte por lá? Sabia que viajar de trem na Europa pode ser uma ótima pedida? Leia este texto e boa viagem!

imagem que mostra trem na Europa representando post sobre mochilão na europa de trem - Europass

Na hora de fazer o seu mochilão na Europa, não pode faltar uma típica viagem de trem. Mas é bom entender como funciona e calcular a viagem direitinho para não cair numa roubada. Separamos algumas dicas importantes para você levar em consideração, incluindo os macetes do Europass e Eurail.

Europa: diversidade e cultura

O velho continente ainda é um dos locais mais procurados por turistas de todo o mundo. São muitos países diferentes, cada um com sua cultura e características específicas.

A extensão territorial dos países europeus, em geral, é pequena quando comparada com a do Brasil. Por isso, é possível conhecer muitos países diferentes em um intervalo de tempo de poucos dias.

As empresas aéreas do continente europeu sempre oferecem promoções boas, com preços baixos. Especialmente se você não despachar bagagem e levar somente uma mochila.

No entanto, viagens de avião sempre são acompanhadas de alguns dissabores obrigatórios. Os aeroportos costumam ficar longe das cidades, é necessário chegar a eles pelo menos duas horas antes do voo, esperar em filas, etc.

E, além disso, você não verá nada da paisagem entre um local e outro – apenas a vista aérea do local de partida e do de chegada, isso se tiver sorte.

Viagem de trem pela Europa

Ao contrário do Brasil, o trem na Europa é um meio de transporte que compete com o avião. Ele é eficiente, relativamente rápido, costuma ser pontual, e oferece ainda certas vantagens.

A primeira delas é o conforto. A não ser que você viaje de avião na primeira classe, geralmente há mais espaço para o passageiro no trem.

A segunda vantagem é a vista. Embora nem todas as linhas de trem percorram belas paisagens, na maioria das vezes é possível ver pela janela algo mais interessante do que um contínuo céu azul.

Alguns trens oferecem facilidades como internet sem fio, vagões-restaurante, etc.

Quer mais vantagens? Vamos lá: não é preciso chegar à estação de trem com tanta antecedência, não é preciso fazer check-in, as estações normalmente ficam nos centros das cidades…

Animou-se? Veja então a seguir algumas dicas sobre viagens de trem na Europa.

Dicas para comprar passagens de trem

A primeira dica é comprar a sua passagem com antecedência. Assim como passagens de avião, os preços das passagens de trem na Europa variam bastante conforme a data da compra. O ideal é comprar três meses antes da data da viagem.

As passagens podem ser compradas pela internet mesmo, usando cartão de crédito.

Compare os preços praticados, que costumam ter relação com a velocidade dos trens.

As passagens dos trens de alta velocidade geralmente são mais dispendiosas. Então, só é recomendável viajar nesses trens muito velozes se você precisar chegar rapidamente ao seu destino. Até porque a velocidade é tão alta que mal dá para ver a paisagem.

Trens noturnos costumam oferecer passagens mais baratas. Alguns deles oferecem também camas para os passageiros. Mas, dependendo do preço, você pode preferir cochilar na poltrona mesmo.

Talvez você já tenha ouvido falar nos passes de trem europeus, como o Eurail Pass. Esses passes dão a você o direito de viajar à vontade usando a rede de trens associados.

Passes como esses não são baratos. Mas se você pretende pegar muitos trens durante sua estadia no velho mundo, eles podem valer a pena. Contudo, preste bastante atenção, pois não são todas as linhas de trem que os aceitam!

Sendo assim, planeje as viagens com antecedência, para decidir se vale a pena ou não investir em um passe. Consulte o site acima – ele apresenta todas as informações necessárias, e possui versão em português.

Calcular viagem: como fazer?

Saber quanto tempo leva do lugar de origem para o lugar de destino é o primeiro passo para descobrir se deve ou não ir de trem. Você pode também adicionar conexões ou preferir ficar por alguma cidade no caminho. Uma boa maneira de fazer esse planejamento é visitando o site alemão Deutsche Bahn que oferece todas as informações sobre a malha ferroviária europeia e pode te ajudar no planejamento com horários e linhas.

Mochilão na Europa de trem noturno vale a pena?

Mochilões geralmente têm como característica pouco conforto já que são viagens mais baratas do que as tradicionais.

Como já falamos acima, no caso do trem noturno essa regra também vale. Cuidado ao achar que dormir no trem para economizar uma diária de hotel pode ser uma boa. A viagem é super cansativa já que você praticamente não consegue dormir. O trem chacoalha pra caramba, faz barulho e ainda para em estações onde ficam aquele sobe e desce de passageiros.

Sem contar que muitas vezes você chega super cedo ao seu destino e a maioria dos hotéis só tem o quarto pronto a partir do meio dia. E não adianta achar que você vai aproveitar a cidade enquanto o seu quarto não está disponível. A maioria das coisas na Europa só começa a funcionar após nove da manhã e você estará cansado por não ter dormido bem a noite toda. Leve todos esses fatores em consideração na hora de escolher o horário do trem.

Outras dicas importantes para viajar de trem na Europa

Muitas vezes, ninguém vistoria sua passagem para você subir no trem. Apesar disso, você deve sempre manter seu ticket por perto. Provavelmente um funcionário percorrerá os vagões durante a viagem para requisitá-lo. Se você não estiver com o ticket, a situação pode ficar muito embaraçosa, para dizer o mínimo.

Em geral, não há uma regra estabelecida quanto ao limite de bagagem que um passageiro pode levar.

Na entrada de cada vagão costuma haver uma estrutura para alojamento de malas maiores (ou o seu mochilão). Já as malas pequenas e bagagens de mão usualmente são colocadas em compartimentos acima das poltronas, como em um ônibus.

Você é responsável pela sua bagagem. Assim como na maioria dos aeroportos europeus, se você esquecer uma mala no trem ou em uma estação, é possível que ela seja destruída por equipes de segurança, que estão sempre preocupadas com atentados a bomba.

Quanto custa passagem de trem na Europa?

Isso depende do país, do tipo de trem, da antecedência e do trecho percorrido. Muitas vezes o horário também é um fator determinante: viajar em horários de pico é mais caro.

Consulte os sites abaixo para obter informações para a sua viagem.

Além do Eurostar, há o Trem de Grande Velocidade (TGV), o Thalys, Ice e muitos outros. Algumas linhas são internacionais; outras, como Virgin Trains (Reino Unido), trafegam apenas dentro de um país.

Se você vai para a Alemanha, consulte o site da DB, que tem versão em espanhol.

Se você for viajar para o Reino Unido, consulte o site da National Rail

Para viajar de trem pela França, você pode consultar o site da SNCF.

Para a Suíça, consulte a SBB.

Informações sobre a malha ferroviária da Espanha você encontra na Renfe.

Na Holanda, consulte a NS.

Os preços podem variar bastante, de cerca de 30 euros até mais de 150 euros, caso você precise de uma passagem para hoje, ou caso opte por viajar na primeira classe.

Pesquise os trechos, compre com antecedência, e boa viagem. Recomendamos também fazer um seguro viagem internacional, para evitar problemas.

Saiba mais sobre seguro viagem Europa e entenda também o que é o Tratado de Schengen.

+ Roteiro de viagem para Europa